Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemDave Mustaine, eufórico, compara James LoMenzo com Cliff Burton

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemQuando Fiuk achou que iria apanhar do Chorão, do Charlie Brown Jr.

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado


A curiosa história da maior música da Legião Urbana (que não é "Faroeste Caboclo")

Por Gustavo Maiato
Em 08/06/22

A música "Faroeste Caboclo" é famosa por ser muito longa para os padrões do rock nacional, mas na verdade não se trata da maior da Legião Urbana. Isso porque o hit "Metal Contra as Nuvens" tem 11 min 29 seg, contra os 9 min 07 seg de "Faroeste...".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em um vídeo de curiosidades sobre essa música, Júlio Ettore também comentou sobre o tema por trás de "Metal...", que passa por uma crítica relacionada com a situação econômica no Brasil no começo dos anos 1990.

"Essa é a canção mais longa de todos os discos de estúdio da Legião Urbana. Por que uma música tão longa? Outras do disco ‘5’ são longas também, como ‘Vento no Litoral’. É um disco de músicas longas e isso é proposital. Eram coisas lentas, de tristeza. O Renato disse isso em vários livros. Eles repetiram partes várias vezes. Outra curiosidade é que o Dado Villa-Lobos foi contra essa duração grande. Ele disse que implicou e considerava chata, já que depois dos minutos iniciais era uma repetição, mas depois passou a gostar. Essa música fala sobre a situação econômica vivida pelo Brasil em 1990 e 1991. Uma era de inflação muito alta e que ocorreu o congelamento das aplicações financeiras pelo presidente Fernando Collor. O objetivo era combater a inflação, que era de 80%. As pessoas ficaram chateadas. Renato Russo tinha juntado grana para comprar um apartamento. Para construir essa crítica, ele usou como pano de fundo histórias medievais. Tipo os Cavaleiros Templários e das lendas do Rei Arthur. Existe um cavaleiro que se chama Parsifal, a letra bate com essa história. Os Templários acumularam muitas riquezas e foram alvo de conspiração", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro trecho, Júlio Ettore disse que a música também toca no assunto da AIDS e faz um trocadilho com o estilo heavy metal.

"Outra referência nessa letra é o próprio Renato Russo. Ele coloca temas como homossexualidade e AIDS, como quando diz que não se entregaria sem lutar. Já sobre o título, o metal representaria as ordens militares e as nuvens seriam o poder da igreja. Mas o Renato falou também sobre um trocadilho com o heavy metal", conclui.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.

Mais matérias de Gustavo Maiato.