Regis Tadeu: lugar de rock não é nas rádios populares do Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Na Mira do Regis
Enviar correções  |  Ver Acessos

O produtor, radialista, crítico musical etc etc Regis Tadeu comentou a notícia recentemente divulgada sobre o "sumiço" do rock nas rádios do Brasil.

Rock Nacional: 2015 foi o ano em que ele sumiu de vez das rádiosRock Nacional
2015 foi o ano em que ele sumiu de vez das rádios

Leia no link a seguir a opinião de Regis sobre o assunto e mais abaixo alguns trechos.

https://br.noticias.yahoo.com/lugar-do-rock-n%C3%A3o-%C3%A9-...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A notícia que a multinacional de monitoramento de rádio Crowley Broadcast Analysis divulgou o seu relatório anual a respeito da programação das rádios brasileiras provocou uma onda de "mimimis" por parte dos "roqueiros" brazucas, inconformados com o fato de que na relação das 100 canções mais executadas no Brasil em 2015, 75 são da turma do "sertanejo dor de corno", seja ele 'universitário' ou 'ginasiano' mesmo. Ah, uma enxada na mão desta gente renderia um monte de terrenos baldios perfeitamente capinados...

É inacreditável que este tipo de gente ainda não tenha percebido o que o rádio se tornou hoje em dia. O que se tem hoje no dial, salvo programas específicos - como aqueles que apresento na Rádio USP FM, o Rock Brazuca e o Agente 93 -, é um misto de gritaria de pastores evangélicos picaretas, música para sacudir a bunda e propaganda. Nada além disto. Se indignar pelo fato de não ter rock na lista é passar atestado de pouca conexão com a realidade.

(...)

Além disto, nunca houve no Brasil uma pluralização de audiência que permitisse a solidificação de determinados segmentos dentro do rádio. Sim a verdade é dura e você tem que aceitar: rock sempre foi coisa de gueto. Nunca foi mainstream. Ainda mais hoje, em que o rock abriu mão de duas características essenciais para sua absorção por parte de outros públicos: não tem refrão e não faz sacudir o esqueleto. Exatamente o contrário do que faz a turma popularesca. É como se o gênero procurasse deliberadamente se afastar de qualquer coisa que possa ser rotulada como "popular". Assim também não dá, né?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Regis Tadeu"


Regis Tadeu: Todo fã medíocre do Queen tem que saber...Regis Tadeu
Todo fã medíocre do Queen tem que saber...

AC/DC: Regis Tadeu conta tudo que você não sabe sobre a bandaAC/DC
Regis Tadeu conta tudo que você não sabe sobre a banda


Uruca: Os 9 mais azarados da história do RockUruca
Os 9 mais azarados da história do Rock

Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal HammerSupergrupos
Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Goo336x280