Led Zeppelin: "Stairway to Heaven", crônica da vida real

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Artur de Figueiredo, Fonte: Youtube
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A música talvez seja a arte que mais simboliza a pluralidade de significados, semânticas, o perfeito mundo da subjetividade, em que cada nota soa com o toque do coração, da alma.

1577 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok5000 acessosBlack Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

A música que aflora os sentimentos aflora a sutileza da vida, como um pó que voa e se desintegra em meio a ventania.

Aqui está uma história pra se contar, se emocionar.

Morava em São Paulo, e fui passar uns dias na casa da minha avó em Itabira MG. Uma simples viagem, corriqueira, visto que viajava para o mesmo local praticamente todas as férias.

Como um jovem que adotou o rock, o Heavy Metal de cada dia, como um estilo de vida, propriamente.

Pegava sempre o Micro System da minha prima e lá ficava por horas, debaixo de uma árvore, deitado sobre bancos de madeira, escutando os meus CDs, que eu acabava escolhendo a dedo, fazendo o “Play List” das minhas férias.

Em outros momentos trazia um velho violão, que tinha aprendido de forma autodidata e tocava as canções que embalavam a minha vida, fundamentais em todos os momentos.

Certo dia, uma tia chegou: Como de praxe, peguei o meu violão e comecei o dedilhado mais tocado do planeta, a velha e clássica canção do LED ZEPPELIN, “Stairway to Heaven”. Com um inglês arrastado, me esforçava pra fazer bonito para todos que lá estavam.

O arranjo que fez suspirar vários corações, como cebolas carnudas, gigantes, arrancavam lágrimas. A tia que ouvia a música da sacada cantava baixo, de forma serena, como uma voz calma, que acalentava a alma.

Passados alguns anos, a tia tão citada, sofria com um câncer, vivia como uma flor no deserto, sem água, mas com muita força pra viver e desabrochar novamente.

A doença castigava, batia forte. Ao contrário do que se imagina, contrariando a força da natureza, a flor emergia com a força de uma rocha e dava frutos. 2 crianças comprovaram que é possível, que representam, simbolizam os dizeres de Robert Plant. “Sempre há tempo pra esperança”, ao anunciar o clássico “Stairway to Heaven”.

Há alguns anos ela se foi, a aura que emana a vida, se ecoa a paz e a esperança de um simples dedilhado, que nos aproxima do céu para as escadarias do paraíso.

Os frutos ficaram e florescem a cada dia mais um momento de esperança, fé, união, o louvor por cada renascimento.

As lembranças que resgatam a dor, iluminam o templo do amor, e fazem a casa da saudade, a morada mais perfeita e sólida.

Confiram a tradução:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Steve VaiSteve Vai
A música que o fez querer ser guitarrista

1577 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok665 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1124 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Astros do RockAstros do Rock
Como seriam suas versões tatuadas

Capas de discosCapas de discos
Agora com ícones da cultura pop

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de outubro de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Black SabbathBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Fotos de infânciaFotos de infância
Rockstars em constrangedoras fotos de anuário

PoisonPoison
Bret Michaels passa o cambão na mãe da Hannah Montana?

5000 acessosRicardo Confessori: Fora o Kiko, ninguém conseguiu mais nada5000 acessosZakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarrista5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 20095000 acessosRock In Rio: 5 shows inesperados que o festival trouxe ao Brasil5000 acessosGuns N' Roses: a verdadeira história de "Rocket Queen"2947 acessosGhost: single tem capa inspirada em filme de Hannibal

Sobre Artur de Figueiredo

Meu nome é Artur de Figueiredo, músico, jornalista, sou apaixonado por hard rock, Heavy Metal, desde meados da década de 90. Desde a minha graduação em 2008 na área da comunicação, como jornalista, venho colaborando para o Whiplash com matérias do nosso Underground. Sou colaborador dos sites Stay Heavy, Solid Rock. Tive um sonho realizado, escrever para a Roadie Crew. Venho através do meu blog, atualizando todos headbangers, tudo sobre o nosso Metal Underground. Como influência, de Prog Metal, passando por AOR, Heavy, Hard, Thrash, sinfônico, entre outros.

Mais matérias de Artur de Figueiredo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online