Led Zeppelin: "Stairway to Heaven", crônica da vida real

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Artur de Figueiredo, Fonte: Youtube
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A música talvez seja a arte que mais simboliza a pluralidade de significados, semânticas, o perfeito mundo da subjetividade, em que cada nota soa com o toque do coração, da alma.

1373 acessosSteve Vai: no palco com banda cover feminina do Led Zeppelin5000 acessosKEGL: Synyster Gates entre os 10 melhores guitarristas da história

A música que aflora os sentimentos aflora a sutileza da vida, como um pó que voa e se desintegra em meio a ventania.

Aqui está uma história pra se contar, se emocionar.

Morava em São Paulo, e fui passar uns dias na casa da minha avó em Itabira MG. Uma simples viagem, corriqueira, visto que viajava para o mesmo local praticamente todas as férias.

Como um jovem que adotou o rock, o Heavy Metal de cada dia, como um estilo de vida, propriamente.

Pegava sempre o Micro System da minha prima e lá ficava por horas, debaixo de uma árvore, deitado sobre bancos de madeira, escutando os meus CDs, que eu acabava escolhendo a dedo, fazendo o “Play List” das minhas férias.

Em outros momentos trazia um velho violão, que tinha aprendido de forma autodidata e tocava as canções que embalavam a minha vida, fundamentais em todos os momentos.

Certo dia, uma tia chegou: Como de praxe, peguei o meu violão e comecei o dedilhado mais tocado do planeta, a velha e clássica canção do LED ZEPPELIN, “Stairway to Heaven”. Com um inglês arrastado, me esforçava pra fazer bonito para todos que lá estavam.

O arranjo que fez suspirar vários corações, como cebolas carnudas, gigantes, arrancavam lágrimas. A tia que ouvia a música da sacada cantava baixo, de forma serena, como uma voz calma, que acalentava a alma.

Passados alguns anos, a tia tão citada, sofria com um câncer, vivia como uma flor no deserto, sem água, mas com muita força pra viver e desabrochar novamente.

A doença castigava, batia forte. Ao contrário do que se imagina, contrariando a força da natureza, a flor emergia com a força de uma rocha e dava frutos. 2 crianças comprovaram que é possível, que representam, simbolizam os dizeres de Robert Plant. “Sempre há tempo pra esperança”, ao anunciar o clássico “Stairway to Heaven”.

Há alguns anos ela se foi, a aura que emana a vida, se ecoa a paz e a esperança de um simples dedilhado, que nos aproxima do céu para as escadarias do paraíso.

Os frutos ficaram e florescem a cada dia mais um momento de esperança, fé, união, o louvor por cada renascimento.

As lembranças que resgatam a dor, iluminam o templo do amor, e fazem a casa da saudade, a morada mais perfeita e sólida.

Confiram a tradução:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

WhitesnakeWhitesnake
Coverdale diz que haverá um novo disco e lamenta por Jimmy Page

1373 acessosSteve Vai: no palco com banda cover feminina do Led Zeppelin2249 acessosChris Cornell: última canção foi "In My Time of Dying"567 acessosDesert Trip: festival não será realizado em 20170 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Rock e MetalRock e Metal
Quais álbuns antigos ainda estão na Billboard 200?

Gene SimmonsGene Simmons
US$ 200 milhões para reunir o Led Zeppelin?

Led ZeppelinLed Zeppelin
O cofre está fechado. Page acha que já acabou seu trabalho

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de outubro de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

KEGLKEGL
Synyster Gates entre os melhores guitarristas da história

Em vídeoEm vídeo
A diferença entre ser músico e ser rockstar

KissKiss
Você já parou para pensar na banda como uma marca?

5000 acessosDemonstrações de afeto: fotos de rockstars que já se beijaram, parte 15000 acessosIron Maiden: Inspiração da capa do single "El Dorado"5000 acessosBon Jovi: Richie fala do ultimato de Jon que o tirou da banda4301 acessosKiss: "Psycho Circus foi um pesadelo"5000 acessosE se os rock stars usassem o Facebook?5000 acessosCapas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Sobre Artur de Figueiredo

Meu nome é Artur de Figueiredo, músico, jornalista, sou apaixonado por hard rock, Heavy Metal, desde meados da década de 90. Desde a minha graduação em 2008 na área da comunicação, como jornalista, venho colaborando para o Whiplash com matérias do nosso Underground. Sou colaborador dos sites Stay Heavy, Solid Rock. Tive um sonho realizado, escrever para a Roadie Crew. Venho através do meu blog, atualizando todos headbangers, tudo sobre o nosso Metal Underground. Como influência, de Prog Metal, passando por AOR, Heavy, Hard, Thrash, sinfônico, entre outros.

Mais matérias de Artur de Figueiredo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online