Machismo no Rock: nossas musas o alimentam?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro do Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por William Amaral

Através desta nota, o 'Ogro do Metal' vem instigar o debate sobre o machismo no Rock. Até que ponto a exposição da beleza e da sensualidade feminina influi no sentimento do fã por uma banda? Acreditamos que seja "muito pouco ou quase nada", uma vez que, assim como em um flerte, a atração pela beleza nos leva até certo ponto, mas se não houver um conteúdo, não há quem permaneça. Por exemplo: uma linda vocalista, com uma voz e/ou som que não agrade, se perderá no tempo e no insucesso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um ponto recorrente é a exposição de ensaios sensuais de algumas artistas. Pelo que consta, nenhuma delas foi coagida ou obrigada a ser clicada em poses picantes, mas, sem dúvidas, atraíram olhares para suas fotos e, consequentemente, ouvidos para suas músicas. Esse tipo de publicidade influencia a favor do machismo? Também acreditamos que não, uma vez que a maior parte de nossa sociedade já entendeu que ninguém pode, nem deve, ser desmerecido, muito menos desrespeitado, por algum trabalho digno, que não prejudique outrem. E quem não entendeu que desrespeitar uma mulher, ou qualquer outra pessoa, pode, e deve, responder na justiça.

Recentemente, fizemos um vídeo com fotos de algumas mulheres lindas do Rock/Metal. E, a partir da divulgação do mesmo no Whiplash.Net (link abaixo), fomos chamados de machistas por mostrar as fotos que elas se propuseram a fazer e, ajudamos a divulgar seus trabalhos musicais, uma vez que citamos o nome da banda de todas.

Beldades: 10 motivos para você gostar ainda mais de Rock/MetalBeldades
10 motivos para você gostar ainda mais de Rock/Metal

Para finalizar: o que é o machismo? O dicionário nos diz que é o comportamento de quem não aceita a igualdade de direitos para o homem e a mulher. E onde se enquadram as pessoas que vivem a patrulhar ensaios sensuais femininos nas redes sociais, além de rotular as pessoas que curtem esses ensaios? Essas pessoas querem, de fato, censurar esse tipo de imagem? Querem censurar a opção de uma pessoa usar seu corpo para fazer algum tipo de trabalho? Querem negar esse direito às mulheres, classificando quem curte esse tipo de trabalho como machista?

Por favor, amantes do Rock e seus gêneros, nos digam o que pensam.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Lágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarLágrimas nos olhos
25 músicas para chorar

Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista


Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N' Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

Goo336x280