Cena independente: a porta não abriu, ela está se escancarando

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Moraes
Enviar Correções  

Você tem uma banda? Acha que tem talento para compor, meter o pé na estrada, está disposto a gravar com qualidade e investir em vídeos e tocar seu som com outras bandas que estão despontando? Então prepare-se, pois o momento parece propício. E quem diz isso são produtores, agenciadores de show, casas que antes investiam apenas em covers e bandas consideradas grandes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em conversa com Marco Almada, que tem feito um trabalho pioneiro ao agendar festivais de bandas independentes no Blackmore Rock Bar, tradicional casa de shows em Moema-SP, ele disse que é evidente o espaço que a cena tem conquistado. Os eventos acontecem aos sábados, no período da tarde. "Esse espaço para as bandas autorais foi a melhor coisa que já conseguimos, porque é uma oportunidade para elas. Além do nome que o bar possui, as bandas podem gravar a apresentação em um palco do Cara#[email protected]%lho!", comentou.

publicidade

Pelo lado das bandas, o que tem motivado a conquista de todo o espaço é a união. Claramente, o movimento está em evidência nos lugares em que os artistas estão organizados. A exemplo do que já acontece no Rio de Janeiro, como já disse aqui, um grupo de bandas tem se unido em torno do movimento #ACenaViveemSP, disposto a quebrar barreiras e tocar em lugares antes inatingíveis, como o próprio Blackmore. "Pela primeira vez sinto uma vibe positiva nesta união de bandas", revela um guerreiro Serginho Sagitta, entusiasta do grupo e que tem contribuído muito para este boom com a produção de bandas que estão despontando e no programa Sons do Brasil, na Rádio Usp FM, no qual apresenta novos talentos.

E engana-se quem pensa que este levante de bandas que reivindicam seu lugar ao sol acontece apenas nas capitais. Já saturado pelo excesso do mais do mesmo, os estabelecimentos começam – ainda que timidamente, em horários às vezes alternativos – a dar espaço para o talento desconhecido, para aqueles que têm algo novo a dizer.

É óbvio, nem todo mundo terá o espaço que deseja – que pode até ser merecido –, conquistado. Mas quanto mais você trabalhar dentro de uma filosofia que valorize sua produção intelectual, artística e musical, aliado a alternativas eficazes de publicidade, mais chances terá de ser ouvido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas, reforço, nada disso terá êxito se aqueles que fazem a cena não prestigiarem o trabalho dos colegas, muitas vezes deixando preconceitos tolos, verdades questionáveis de lado. Ou seja, se as portas estão se escancarando, é preciso que todos nós, bandas e público, entremos sem medo do que está por vir, sempre juntos, com espírito coletivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sigam-me no twitter ou mandem e-mail
@fermoraes / [email protected]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Heavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhosHeavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

Ozzy Osbourne: Fim do Guns foi a maior tragédia do rockOzzy Osbourne
Fim do Guns foi a maior tragédia do rock


Sobre Fernando Moraes

Jornalista e Relações Públicas, Fernando Moraes é também músico independente, vocalista e guitarrista da banda paulista Rota Ventura. Amante de Rock, de música de qualidade e entusiasta dos artistas autorais, seus artigos falam sobre o cenário do novo Rock Nacional e os desafios daqueles que fazem de tudo para que grandes bandas continuem surgindo e mantendo vivo o estilo de som mais amado de todos os tempos.

Mais matérias de Fernando Moraes no Whiplash.Net.

Cli336 WhiFin GooAdHor Goo336 Cli336