Cara, cadê minhas fitas K7?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Do Vale
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

1999. O CD pausado no início da música, todas as faixas cronometradas pra caber na fita cassete. Aperto play/rec no toca-fitas. A gravação sempre sai com o barulho dos botões sendo pressionados.

5000 acessosBin Laden: possível sucessor era músico de Death Metal5000 acessosIntrigas: Bandas em família que terminaram mal

Eu tinha uma coleção enorme de fitas, um monte delas. Fitas de 46, 90, 120 minutos. Tinha uma fita com o “Born Again” do BLACK SABBATH no lado A e o “Melissa” do MERCYFUL FATE no lado B; lembro de outra com o “Rocks” do AEROSMITH e o “Shout at the Devil” do MÖTLEY CRÜE espremidos não sei como. Uma dessas fitas era tão gasta que se eu topasse o volume do som conseguia escutar “Aces High” por baixo de “Iron Fist”.

Eu não tinha dinheiro pra comprar CDs. Eles eram caros (e ainda são). Quando consegui meu primeiro emprego, o primeiro salário foi pra uma bicicleta nova e o segundo pra um Philips com bandeja pra 3 discos; o seguintes foram pra CDs e farra. Sempre pedia discos pela Die Hard (por telefone, com as ligações interurbanas feitas às pressas).

Quando vinha a São Luís, rodava o Centro da cidade inteiro com meus primos atrás de material novo. Naquele tempo, a gente topava com uma loja de disco a cada quarteirão. Hoje deram espaço a farmácias do trabalhador e pra lojas de roupas com anões gritando na porta o preço das calcinhas.

Corta pra 2012. A cada música que eu passo no mp3 player, uma capinha nova aparece no display. Os desenhos do Derek Riggs (sim, ainda ouço IRON MAIDEN) foram reduzidos a uns poucos milímetros quadrados. Claro que é cômodo, o aparelhinho cabe no bolso e é bem mais prático que um walkman ou discman. Mas foi-se o romantismo da coisa, o esperar a encomenda chegar, protegida por plástico-bolha devidamente espocado depois, o cheirinho do encarte e a expectativa se o mesmo viria ou não com as letras das músicas.

Não lembro o que fiz com a minha coleção de fitas. Devo ter jogado fora sem ligar muito, afinal era um monte de trambolho mesmo. É 2012 e eu baixo uns 10 discos dos quais vou ouvir uns 2 (e olhe lá) com atenção. Quando a gente se matava pra comprar um CD, ou pegava emprestado com um amigo, se dava mais atenção, eu acho. Mas tudo bem, CDs ainda são caros.

Aliás, minha última aquisição foi em fevereiro ou março desse ano, o primeiro disco do BLACK STONE CHERRY, autointitulado. Roda no meu mp3 player desde o lançamento, em 2006. Recomendo - a compra ou o download, tanto faz.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de dezembro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões

Bin LadenBin Laden
Possível sucessor era músico de Death Metal

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

VinilVinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

5000 acessosIron Maiden: sobre o que fala a música "Aces High"?5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosUltimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rock5000 acessosHeart: a suruba que não rolou com Alex e Eddie Van Halen5000 acessosTen Masked Men: versões Death Metal para hits pop5000 acessosRonnie James Dio: Analisando a sua poderosa voz

Sobre Do Vale

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online