Guns N' Roses: as principais diferenças da atual música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Eduardo de Souza, Fonte: Wikipedia
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Antes de iniciar o artigo em si, peço que os preconceitos e diferenças sejam deixadas de lado por você, leitor. Músicos são músicos, nem um melhor, nem pior, apenas com aspectos diferentes de exercer o seu trabalho. O que eu vou tentar passar não é uma crítica, e sim uma forma diferente de observar os trabalhos da banda através do tempo, diferenciando-a.

1331 acessosGuns N' Roses: banda vai comemorar 30 anos do "Appetite"5000 acessosMalmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

1 - Composição

Axl Rose sempre foi um músico muito sentimental, raivoso e eclético. O último trabalho da banda contém desde baladas românticas até rock industrial pesado. A maioria de suas músicas são direcionadas a algum tipo de pessoa e/ou sentimento, assim como pode ser observado em algumas músicas do "Appetite for Destruction", lançado em 1987, como "Sweet Child o' Mine", em "Use Your Illusion" 1 e 2, 1991, como "Estranged". De acordo com alguns críticos e "interpretes" do CD, com "Chinese Democracy" não foi muito diferente. Faixas como "This I Love", supostamente direcionada a modelo Stephanie Seymour, e "Sorry", para algum ex-membro, transmitem a mesma sensação.

O tom agressivo de algumas letras como "Chinese Democracy" e "Shackler's Revenge" lembram algumas músicas do UYI, porém com uma sonoridade totalmente diferente. Tal comparação pode-se observar em "Perfect Crime", "Right Next Door To Hell"... Com isso, podemos observar que o aspecto agressivo do GUNS N' ROSES deve-se, ao menos a maior parte, ao vocalista.

Através do processo de produção do "Chinese Democracy", deve-se considerar o fato de que vários membros participaram do mesmo, influenciando em diferenças notáveis nas letras. Talvez isso tenha dado a essência do disco, o que diferencia-o de todos os outros.

2 - Melodia, riffs e solos de guitarra

Talvez o aspecto mais fácil de se notar. A radical mudança no estilo da banda refletiu muito no último trabalho, tal como a troca do feeling de SLASH e Izzy Stradlin pela velocidade de Buckethead e Robin Finck. O trabalho dos dois últimos pode ser analisado em "Better", "Riad N' the Bedouins" e "If the World". Porém, esse tal sentimento que os ex-guitarristas passavam de certa maneira também pode ser observado em "This I Love" e "Madagascar".

A virtuosidade de Ron "Bumblefoot" Thal também deve ser comentada, pois o atual guitarrista da banda também contribuiu para a formação de riffs e solos do álbum.

3 - Estilo

O último álbum da banda é frequentemente descrito como rock industrial, com estilo semelhante ao NINE INCH NAILS, mas Axl Rose nega que ele apenas se caracterize como tal, na mais afastada das hipóteses, tem influência até de blues.

Assim como citado no tópico 1, Chinese também contém baladas. Alguma das mais famosas da banda, como "Estranged" e "Don't Cry" são semelhantes, na estrutura geral, a "Catcher in the Rye" e "Sorry". Talvez não com a mesma suavidade, uma das diferenças mais notáveis, mas percebemos que a mesma intenção do vocalista dos anos 90 ainda está presente.

Assim como todo fã da banda sabe, os primeiros discos tem notável prática do Hard Rock oitentista. Algumas bandas, como KISS e ACDC, ainda exercem a prática desse estilo, mas, alguns dizem por vontade do vocalista, o GUNS N' ROSES não seguiu a mesma linha. Axl Rose conseguiu músicos competentes para o tal estilo "industrial" e seguiu o que te fez feliz. Nos resta saber, além do gosto do mesmo, o que ocasionou essa mudança tão drástica.

4 - Mixagem

Algumas pessoas notaram a presença de componentes eletrônicos em músicas como "If The World", o que não deixou muitos aspectos positivos para as pessoas que ainda não aceitam a mudança de estilo.

O que podemos observar, também, é que os músicos participantes deixaram de lado os "tabus" que impediam o uso de bateria eletrônica no Rock N' Roll, criando uma combinação harmoniosa com outros instrumentos, assim como na faixa citada previamente.

Em AFD e UYI, o mais próximo disso era o uso do famoso talk box, utilizado por SLASH em faixas dos álbuns, talvez isso tenha causado tanta estranheza dos ouvintes ao perceberem a utilização dessas "artimanhas modernas".

5 - Conclusão

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Banda vai comemorar 30 anos do "Appetite"

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Em vídeo, o momento em que Steven Adler tem que sair do palco

Esperando por AxlEsperando por Axl
A odisseia de Eddie Trunk para entrevistar o cara

SlashSlash
Detesta fantasiar sobre como teria sido o Guns N' Roses

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

RockstarsRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Em 08/08/1992Em 08/08/1992
Um desastroso show conjunto do Guns N' Roses e Metallica

5000 acessosMike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?5000 acessosIron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosAngra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Sobre Eduardo de Souza

Hard Rocker e guitarrista jovem, com poucos anos de experiência no ramo do Rock N' Roll, fã de artistas como Slash, Zakk Wylde, Jack White, Motorocker, entre outros. Procurando sempre ampliar meus conhecimentos na área, levando sempre como paixão.

Mais matérias de Eduardo de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online