Sounds Of Subconcious Mind: o rock também é colorido sim!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Dado Rock, Fonte: Sounds Of Subconcious Mind
Enviar correções  |  Ver Acessos

De uns dias para cá venho me deparando com um enorme preconceito em torno do novo rock. Antes que digam alguma coisa, eu também não gosto, mas sei observar tudo de forma indiferente ao meu gosto musical.

Guns N' Roses: a verdadeira história de "Rocket Queen"Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tenho reparado, principalmente por redes sociais o tamanho do descaso com a preferência alheia. Cansei de ver propagandas e promoções como "Rock não é EMO", "EMO devia tudo morrer", "Restart não é rock", "Tá vendo esse cara, ele é rock, não essa bichas coloridas! (mostrando uma foto de Ozzy Osbourne)", "Rock não é colorido" entre outras.

Mas agora eu me pergunto. Será que o rock não é mesmo colorido? Será que não temos a mania de vangloriar o passado e desfazer o presente? De super-estimar quem está morto e zuar com a cara de quem nos dá alegria nos dias de hoje?

Não vou entrar na discussão de quem é melhor musicalmente, porque isso para fãs xiitas é como se fosse um dogma. Para músicos o passado sempre nos remete a melhor qualidade sonora, pois para se fazer sucesso era preciso muita competência, criatividade, carisma e trabalho árduo, além de um grande domínio de seu instrumento ou sua voz. Hoje é difícil encontrarmos alguma banda que tenha todos esses quesitos. Isso é um pouco óbvio, pois o mercado tem exigido cada vez mais produção e aparência dos artistas o que por sua vez diminuiu o número de competência no meio. Hoje o que a mídia enfia goela abaixo do grande público são vozes sintetizadas, músicas sem a menor criatividade, artistas que estão mais para modelos do que para músicos. Mas não é exatamente por isso que venho a discorrer esse texto, e sim o porquê dos roqueiros terem tanto preconceito contra os EMOS.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para saber de tudo isso, vamos dar uma volta no nosso passado musical. Em meados dos anos 50 quando Bill Halley, Elvis Presley, Chuck Berry entre outros mostraram ao mundo o rock and roll, ele era um estilo voltado aos adolescentes. Jaquetas de couro e gel no cabelo era a moda da época em que determinou o rock como música marginalizada e de protesto ao rígidos hábitos educacionais e de postura social. Chegam os anos 60, e o rock vira pop music devido à imensa popularidade dos Beatles. Mas como foi constatado na década anterior o rock é uma música de protesto, contra tudo o que é tendência da sociedade. Tanto que podemos afirmar que cada vez que uma situação social fica sufocante, explode um movimento para aliviar e protestar a favor de uma renovação na cultura de massa.

Por esses motivos surge o movimento "Flower Power", ou conhecido popularmente como movimento Hippie. Um movimento que tinha como principal foco a paz, e o encerramento da guerra do Vietnã que acontecia na época. Os Hippies eram caracterizados por cabelos cumpridos, barbas mal feitas, roupas coloridas e um enorme apreço pela natureza. Sua música era o rock psicodélico e poético muitas vezes inspirado pelo consumo de LSD, uma droga que deixa o mundo mais colorido.

Alguém leu algo sobre roupas coloridas? Mundo colorido? É amigo, você não está errado. Aqui voltamos à estaca zero da nossa conversa. Como disse anteriormente, temos a mania de super-estimar o que é passado. O movimento hippie começou em meados dos anos 60 durando aproximadamente 10 anos. Hoje é uma cultura praticamente extinta com pouquíssimos adeptos, mas muito respeitada por sua qualidade de material. Agora será que quem não fazia parte da cultura hippie zombava por eles serem coloridos e gostarem de experiências "diferentes" entre si?

Não estou querendo comparar essa cultura com a cultura EMO. Mas estou dizendo que para tudo há uma evolução, e só reparamos isso após essa evolução virar passado. O que podemos dizer do movimento do Glam Rock no final dos anos 70? E do Hair Metal nos anos 80? Todos eram coloridos, e lembravam muito mais uma passeata gay do que o movimento EMO. Mas por serem do passado e extintos, não sofrem esse preconceito exacerbado que os EMOS vivem hoje.

Continuo a dizer que não estou defendendo ninguém, apenas dando um ponto de vista. Mas então você leitor gosta de hard rock e heavy metal, e ele nunca foram coloridos... você tem certeza? Até as bandas mais famosas de metal já tiveram sua cota de vergonha. Em 1972 tivemos o California Jam, um festival aonde bandas como Deep Purple e Black Sabbath participaram. Vocês já viram como era o palco do festival? Era um enorme arco-íris que dava a impressão que seus organizadores faziam parte do orgulho homossexual. E porque algumas capas de discos, como "Are You Experienced" de Jimi Hendrix, "Sgt. Peppers" dos Beatles, entre outras que foram tão importantes para o rock eram coloridas? Grandes nomes do rock como Freddie Mercury, Rob Halford, Mick Jagger, David Bowie, Elton John, entre outros são gays, ou já tiveram experiências homossexuais.

Portanto, é sempre melhor analisarmos o passado e tirarmos nossas próprias conclusões antes de dizer que um movimento é fálico por ser colorido. Aliás, gosto é gosto, e assim como os fãs de Glam Rock, Hair Metal e LSD, essa garotada só quer curtir o estilo que está marcando sua adolescência. Portanto podemos dizer que o EMO é rock sim! O pop veio do rock, e é no pop que essa música está inserida hoje.

Leonardo R. Nhochi, vulgo Dado Rock é Bacharel em Comunicação Social, gosta de Rock, Hard Rock e Heavy Metal, não suporta música EMO, mas consegue analisar a situação do ponto de vista apenas cultural.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Guns N' Roses: a verdadeira história de Rocket QueenGuns N' Roses
A verdadeira história de "Rocket Queen"

Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte


Sobre Dado Rock

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline