Conservadores ou rebeldes?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Cláudio Carvalho Reis
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O rock nasceu como música de protesto. Depois de ser absorvido pelo sistema, o ciclo foi se repetindo. Black Sabbath, Ramones, Sex Pistols... Venom. Quando uma banda (ou movimento) se torna, digamos, inócua, é necessário que surja algo mais impactante, a fim de perpetuar a fama de ser "do contra". Mas o que era pra ser uma saraivada de pedras na janela do status quo acabou se transformando em algo hermético, de pouca visão.

5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história

Aqueles que dizem merecer determinados rótulos (Black Metal, por exemplo), que o verdadeiro metal é praticado pelo Judas Priest e blá blá blá deviam se lembrar do caráter libertário que uma guitarra distorcida evoca. O Venom criou um estilo de música que prima pela morbidez. Mas tudo aquilo era uma forma de ampliar os horizontes escrutinados pelo bom e velho Sabbath. Ou seja: provocação. O mesmo ocorre com o Cradle of Filth, uma banda burlesca e teatral.

Enquanto isso, tem gente que comete atos de vandalismo, suicidio - e outras barbaridades - e se dizem satanistas. Isso já transcende a música e assume proporções psiquiátricas.

Com o punk não foi diferente: o que era diversão pura e simples (nascido no recém-fechado CBGB, NY), acabou virando uma paranóia panfletária sem proporção. No Roça´n´Roll deste ano, precenciei uma punksinha adolescente discorrendo sobre a traição do Jõao Gordo. Até hoje? Quantos anos ele já tem de MTV? Esse assunto já foi pro vinagre...

Em suma, vira um amontoado de frases feitas e comportamentos derivativos, que só denotam falta de personaldade. Eu ouço Heavy, Thrash, New Metal, Punk - e convivo muito bem com todos os estilos.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

5000 acessosMegadeth: "Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine5000 acessosMetallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?5000 acessosVício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína3489 acessosSuperação: morador de rua arrasa cantando Rock em programa de TV5000 acessosGuns N' Roses: vídeo da Fender mostra cenas de ensaio da banda5000 acessosMegadeth: Dimebag Darrell quase foi guitarrista da banda

Sobre José Cláudio Carvalho Reis

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online