MacDonough fala sobre o Megadeth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Vitor Hatum de Mendonça, Fonte: Rust In Page
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em entrevista para o site Iced-Realm.de, o novo baixista do MEGADETH, James MacDonough, falou como está seu relacionamento com os músicos e como está trabalhando após entrar na banda. "Não tivemos muitos ensaios ainda, eu não irei trabalhar com Nick Menza (baterista do Megadeth) até que comecem definitivamente os ensaios, a turnê vai começar dia 26 de Outubro em San Diego", comentou MacDonough. "Dave já está fazendo me sentir como um membro da banda, ele tem mostrado um grande respeito pessoal e profissional. Eu ainda não percebi qualquer tipo de ego nele como outras pessoas já perceberam. Dave é muito honesto, diz o que pensa, sabe o que quer, e espera que você dê o máximo de si, e às vezes isto é interpretado como arrogância. Eu chamo isto de profissionalismo. Se você quer saber a diferença entre os dois [Dave Mustaine e Jon Schaffer (líder do Iced Earth)], é como maçãs e laranjas, duas pessoas completamente diferentes. Amobs são profissionais, mas têm maneiras diferentes de se relacionar com as pessoas e amigos. Eu postei algumas coisas no Megadeth.com. Eu tenho um fórum lá chamado 'The Deep End', e neste espaço pode ser respondidas algumas perguntas sobre estes assuntos".

Megadeth: veja trailer de "Dwellers", filme da produtora de David EllefsonRock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?

O baixista ainda falou sobre a audição que fez para entrar no Megadeth: "A audição não foi somente feita para quem estivesse apto para tocar as músicas, mas também teve muito a ver com a personalidade e a química com os outros integrantes, e naturalmente, o entusiasmo e sinceridade".

A entrevista de James MacDonough completa pode ser lida aqui.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Megadeth"


Megadeth: veja trailer de "Dwellers", filme da produtora de David EllefsonCanal Barbônico: Dave Mustaine e as suas maiores tretas (vídeo)

Megadeth: guitarras que foram colocadas à venda foram compradas por uma única pessoaMegadeth
Guitarras que foram colocadas à venda foram compradas por uma única pessoa

David Ellefson: seleção para vocal e guitarrista do Brasil tocarem com ele em SPDavid Ellefson
Seleção para vocal e guitarrista do Brasil tocarem com ele em SP

Megadeth: Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas PriestMegadeth
Dave Ellefson rasga elogios a Ian Hill, do Judas Priest

Megadeth: enquanto eles não retornam, Ellefson toca com banda cover

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

Em 01/11/2011: Megadeth lançava o álbum Thirteen

Megadeth: Kiko Loureiro comenta a pressão de fazer um novo álbumMegadeth
Kiko Loureiro comenta a pressão de fazer um novo álbum

Megadeth: os 25 anos do clássico YouthanasiaMegadeth
Os 25 anos do clássico Youthanasia

Megadeth: David Ellefson não estava preparado para o fim da banda em 2002Megadeth
David Ellefson não estava preparado para o fim da banda em 2002

Megadeth: o insistente uso de Kill por Dave MustaineMegadeth
O insistente uso de "Kill" por Dave Mustaine


Rock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?Rock In Rio
Por que ladrões agem menos no dia do Metal?

Kerrang: os melhores singles já lançadosKerrang
Os melhores singles já lançados


Sobre João Vitor Hatum de Mendonça

Nascido no interior de São Paulo em 1988, hoje graduado no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, fanático por Rock e Heavy Metal desde pirralho, sendo, hoje, um dos responsáveis pelo site Rust In Page e criador do blog Inside Loud. A paixão pelo Rock surgiu lá pelos 10 anos de idade com um álbum do Aerosmith e, desde então, teve (e ainda tem) entre seus músicos e bandas favoritas nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Megadeth, Rush e Van Halen. Mas, independente de rótulos e conceitos pré-definidos, seu gosto musical viaja desde o som mais pesado de um Carcass, até os experimentalismos de um Mr. Bungle e o som mais moderno de um Stone Sour, apenas ouvindo o que lhe agrada e soa bem aos ouvidos. Hoje, além de trabalhar na área de Computação e ser um 'músico' casual, despende parte de seu tempo no blog Inside Loud, em homenagem a uma de suas maiores paixões: a boa e velha música.

Mais matérias de João Vitor Hatum de Mendonça no Whiplash.Net.