Para Keith Caputo, Ugly Kid Joe era uma piada

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: The Metal Show
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/06/05. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Por um tempo, o vocalista do LIFE OF AGONY, Keith Caputo, foi substituído no grupo pelo ex-cantor do extinto UGLY KID JOE, Whitfield Crane. No entanto, Crane não chegou a gravar nada com a banda e, logo em seguida, Caputo retornou ao grupo.

393 acessosUgly Kid Joe: vídeo pro-shot de show completo no Wacken em 20135000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?

Em recente entrevista ao site The Metal Show, cujo áudio também está disponível, o cantor falou a respeito da passagem de Crane pelo grupo e não dispensou alfinetadas: “O Ugly Kid Joe era uma piada”, disse. Confira, logo a seguir, a resposta de Caputo acerca do assunto na íntegra:

“The Metal Show — Quando o restante da banda chamou Whitfield Crane, eles não deviam ter continuado com o nome Life of Agony. Sempre foi sua atitude, mais do que sua voz, que fez o trabalho do Life of Agony. Você se sentiu insultado quando eles fizeram isso?

Keith Caputo — Não fiquei insultado, mas fiquei orgulhoso de mim mesmo por ter seguido meu coração, porque foram por decisões como esta que me enfureceram e eu não tinha controle sobre isso. Não havia um ponto pacífico. A comunicação estava fechada. Alan [Robert, baixo] e Joey [Zampella, guitarra] tomaram muitas decisões no passado que... eu não concordava com diversas decisões que foram tomadas na banda. Eu sentia que não tinha voz, que eu não era nada. Eu era muito diferente dos outros caras. Eu vestia minhas emoções e meu corações estava protegido pra caralho. Eu sangrava todas as noites para cantar aquelas músicas. Nada contra o Ugly Kid Joe e aquela coisa toda. Eu não quero colocar ninguém para baixo em termos de criatividade, mas o Ugly Kid Joe era uma banda de rock que era uma piada. Ter aquele cara, ou aqueles caras que pensavam que ele podia me substituir, e ele não podia, foram coisas que realmente me enfureceram. Eu sei que fiz a coisa certa. Quando eu os ouvi, foi algo como ‘Oh, meu Deus’. Eu sabia que eles não tinham para onde ir. Você não pode encontrar outro cara como eu, e isso não soa presunçoso. Não há muitos cantores por aí como eu. Há muitos cantores por aí que cantam noite após noite, mas não sabem como fazê-lo com o coração e sangrem pelas pessoas e pela música. E é isso que eu faço. Eu sirvo. Eu gosto de servir. E foram decisões como essa que me deixaram confortáveis ao decidir sair da banda. Fiquei assim: ‘esses caras não estão aprendendo’. Eles não estão aprendendo sobre uma porrada de coisas — sobre eles mesmo, sobre irmandade. Foi um período estranho para todos nós. Eu respeitei o fato de que eles queriam continuar, mas isso era apenas uma questão de tempo. Eu sabia disso. Todos sabiam disso. Eu sei que não poderei levar nada comigo para meu caixão, e canto todas as noites como se fosse meu último show.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

393 acessosUgly Kid Joe: vídeo pro-shot de show completo no Wacken em 20131619 acessosUgly Kid Joe: Amy Lee, do Evanescence, sobe ao palco com a banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ugly Kid Joe"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Ugly Kid Joe"

Frases de bandasFrases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

SaúdeSaúde
Bater cabeça pode causar danos ao cérebro

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

5000 acessosBlack Sabbath - Perguntas e Respostas5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes5000 acessosTarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 20005000 acessosMetallica e Guns N' Roses: Em 1992, a histórica turnê conjunta5000 acessosMike Oldfield: não só "Tubular bells"5000 acessosAC/DC: os últimos dias do vocalista Bon Scott

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online