Dickinson: "novo álbum é o melhor da carreira"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renan Corradini Colber, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/08/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

MusicMirror.net conduziu recentemente uma entrevista com o vocalista do IRON MAIDEN. Seguem alguns trechos:

616 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

(Sobre o novo álbum do IRON MAIDEN, "A Matter of Life and Death"): "Eu acho que é o melhor álbum de nossa carreira. Estou muito orgulhoso. Eu acho, falando sobre a sonoridade, é provavelemente o melhor álbum que já gravamos. Obviamente, sou muito fã do Martin Birch e do trabalho que foi feito por ele conosco, mas... eu acho este um álbum maravilhoso, e não acho que já tenhamos feito algo tão bom quanto, nunca.

(Sobre o que é o novo trabalho da banda em comparação ao seu anterior): "Eu acho que podemos olhar para o 'Dance of Death' como uma preparação. Mas acredito que este vai muito mais além que o 'Dance of Death', e, na verdade, mais do que qualquer outro álbum da banda. Nós tentamos isso em outro álbuns, mas este, é... Quero dizer, se você escutar à músicas como 'Out of the Shadows', não tem nada nessa música que mostre que forçamos para soar desta maneira; soa natural, é claro e natural. E muita coisa no álbum soa assim. Quando fica complicado, não perdemos o controle - mantemos a força. Tudo está no lugar certo, e isso é muito raro de acontecer. E tudo aconteceu muito rápido."

(Sobre o processo de gravação de "A Matter of Life and Death"): "Bem, foram três semanas para escrevermos, três para ensaiarmos e três para gravarmos. A ocasião mais rápida foi, na verdade, com o 'Number of the Beast', mas nós ensaiamos este último mais rápido do que qualquer outro álbum. Digo, gastamos 15 dias ensaiando, gastamos 15 dias gravando e depois gastamos mais 15-20 dias adicionais mixando e colocando alguns overdubs. Mas para aprender este álbum em 15 dias e ir direto para o estúdio e tocá-lo ao vivo é fantástico. Quero dizer, para o Nicko [McBrain, bateria] aprender todas as músicas e depois ir para o estúdio e tocar uma a uma é maravilhoso."

(Sobre as letras do disco): "Não é um álbum conceitual. Mas isso não quer dizer que os tópicos tratados nas faixas não estejam relacionados — estão, sim, relacionados, estão lá muitas músicas sobre guerra, religião e coisas desta natureza.

"Eu acho que 'The Reincarnation of Benjamin Breeg' vai ser nossa música de trabalho e se algumas pessoas disserem, 'Bem, isso não é um single,' nós diremos, 'Bem, estamos pouco nos fodendo.' 'Queremos lançar algo que seja representante do álbum, e aquela música, a primeira ['Different World'], é, realmente, a parte diferente do álbum. É, provavelmente, a música que menos gosto do disco, então acredito que 'Benjamin Breeg' é uma música maravilhosa — é muito pesada. O que realmente importa é a reação dos fãs de metal quando escutam à faixa. Não há sentido em tocar para pessoal "pop" e esperar que eles vão comprar um CD do IRON MAIDEN. Por quê se preocupar? Estamos fazendo o álbum apenas para o público que curte rock, porque este é o nosso tipo de público."

(Se ele tem algum problema com o fato do antigo vocalista do IRON MAIDEN, Paul Di'Anno, estar vivendo de músicas da banda): "Eu não vou tentar e... Não vou irritar ninguém dizendo coisas ruins sobre o Paul. Ele está tentando "fazer sua vida" da melhor maneira que consegue que é cantando, então, boa sorte para ele. As pessoas sabem das diferenças entre Paul di'Anno cantando as músicas do IRON MAIDEN e eu cantando as músicas do IRON MAIDEN — ele não está fingindo estar no IRON MAIDEN ou qualquer coisa deste tipo, então eu não sinto... eu não tenho nenhum problema com o fato dele fazer o que está fazendo."

(Sobre o futuro da banda): "Em 2008, faremos a maior turnê de verão que o IRON MAIDEN já fez. Vai ser o set do "Powerslave". Não sabemos se será exatamente o mesmo repertório porque serão apenas músicas dos próximos quatro álbuns ("Powerslave", "Somewhere in Time", "Seventh Son of a Seventh Son" e "No Prayer For the Dying"), mas remontaremos o mesmo palco da turnê do "Powerslave", talvez um pouco maior."

O áudio da entrevista (18 minutos) pode ser conferido neste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

616 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1107 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Aces High, a primeira batalha aérea que salvou a nação

Iron MaidenIron Maiden
A história da música "Rime of the Ancient Mariner"

Iron MaidenIron Maiden
"Somos uma família! Temos diferenças, mas existe química!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

5000 acessosSlipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?5000 acessosGuns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl Rose5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história5000 acessosSlayer: tirando um som brutal de instrumentos infantis5000 acessosHeavy Metal: as 10 maneiras de se segurar a guitarra

Sobre Renan Corradini Colber

Cursando Administração de Empresas na Universidade Presbiteriana Mackenzie, teve seu primeiro contato com o Metal em 1997 quando comprou o álbum Best Of The Beast, do Iron Maiden, na época com 11 anos. De lá para cá escuta de tudo um pouco, mas a raiz se mantém metaleira. De Iron Maiden a Meshuggah passando por Diana Krall, Ray Charles, Hoodoo Gurus, Elvis, Johnny Cash e Bob Dylan.

Mais matérias de Renan Corradini Colber no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online