"O mundo é um lugar assustador", diz Amy Lee

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ana Paula Savioli, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/10/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Melissa Rayworth da The Associated Press conduziu em 2006 uma entrevista com a frontwoman do EVANESCENCE, Amy Lee. Seguem alguns excertos da conversa.

980 acessosEvanescence: vídeos de performance com orquestra em Baltimore5000 acessosMeet & Greet: Como os roqueiros de verdade se comportam

Comparando o novo álbum da banda com o 'Fallen': “Antes de mais nada, tudo ainda vem do coração. Mas definitivamente dá para dizer que o sentimento é diferente desde que Ben [Moody] saiu. O estilo das guitarras é completamente novo. Terry [Balsamo, guitarra] é o máximo. É inovador, mas não tão diferente a ponto de não dar para fazer uma relação.”

Sobre ser procurada para dar conselhos numa idade em que a maioria das mulheres está procurando os próprios mentores:
“É realmente maluco. Eu nunca fui de pensar ‘Vou ser um bom exemplo’. Comecei a criar arte porque eu procurava respostas, e foi essa procura que me guiou para a minha música. Em várias letras minhas eu não entendo como as pessoas estão olhando para mim, pois todas são perguntas que eu faço".

“Mas eu encorajo as pessoas a se importarem. Tem muita apatia na nossa juventude. Muita gente vivendo situações sem fazer nada sobre isso. No novo álbum, eu quero passar a mensagem ‘Qual é a solução? Como eu saio disso?’. Eu me ouço crescer na música, e crescer também pessoalmente.”

Sobre sempre ser um tipo de conselheira: “Eu acho que aconselhar é parte do meu trabalho. Não quero dizer mais do que deveria. Quero dizer, eu não tenho um diploma de médica. Mas sou um tipo de amiga, como se escrevesse uma coluna de conselhos. No colegial, eu era a pessoa com quem todo mundo vinha falar, mesmo gente que não me conhecia tão bem. Eles queriam passar a noite na minha casa e conversar.”

Sobre ajudar os fãs em fases difíceis, até salvando alguns de cometer suicídio: “É importante pôr para fora o que você está sentindo, contar para alguém ou escrever uma música ou um poema, e ler para a sua classe. Melhor fazer isso que fingir que está tudo bem e se ferrar depois. Reagir para o mundo. O mundo é um lugar assustador.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

EvanescenceEvanescence
Amy Lee "feliz" por lançar "Bring Me To Life" sem rap

980 acessosEvanescence: vídeos de performance com orquestra em Baltimore548 acessosEvanescence: ouça a nova versão de "Lacrymosa"794 acessosEvanescence: assista "Imperfection", novo videoclipe da banda547 acessosEvanescence: confira o show completo com orquestra em Los Angeles3039 acessosMulheres que cantam Metal: estúdio/ao vivo, expectativa e realidade0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Evanescence"

EvanescenceEvanescence
Biel "pediu" estupro de Amy Lee em tweet antigo

EvanescenceEvanescence
Amy Lee conta qual a música mais difícil de cantar ao vivo

EvanescenceEvanescence
Mãe de Amy Lee pensou em levá-la ao psiquiatra

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Evanescence"


Meet & GreetMeet & Greet
Como os roqueiros de verdade se comportam

Cultura inútilCultura inútil
Em quantas músicas Coverdale utilizou a palavra "love"

Rock In Rio 2017Rock In Rio 2017
Ausência do "Dia do Metal" é compreensível

5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e o Leão Valente5000 acessosGuns N' Roses: veja capa que Axl queria no lugar do robô estuprador de AFD5000 acessosPantera: "odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana5000 acessosMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg5000 acessosJason Newsted: baixista explica por que acabou com o Newsted

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Ana Paula Savioli

Uma pessoa estranha que estuda Letras/Inglês na PUC-SP e pretende trabalhar como tradutora e intérprete - não só de inglês, mas também de francês, alemão e quantas línguas mais conseguir aprender. É uma grande (ou melhor, maníaca e assassina!) fã de Helloween, Pink Cream 69 e Gotthard, mas gosta da boa música em geral, sem preconceitos e rótulos.

Mais matérias de Ana Paula Savioli no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online