Tony Iommi: "feliz de tocar sets mais longos"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor Guilherme Chaves, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/05/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Mike Daniel, do DallasNews.com, conduziu recentemente uma entrevista com o lendário guitarrista Tony Iommi (BLACK SABBATH, HEAVEN & HELL). A seguir, alguns trechos:

741 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End5000 acessosAnette Olzon: "Eu fui demitida exatamente como Tarja também foi"

Sobre estar limitado ao material clássico da década de 70 do Black Sabbath desde a volta do frontman original Ozzy Osbourne, em 1997: "Com Ozzy, nós valorizávamos mais as músicas antigas, o Black Sabbath clássico, é claro. Mas uma noite ele dizia que não queria cantar uma música, no outro dia ele tirava outra da lista e, antes que nós percebêssemos, nós estávamos de volta àqueles clássicos mais conhecidos. O que é uma pena, porque eu tenho certeza que os fãs gostariam de ouvir algumas das outras músicas."

Sobre escrever e gravar duas novas músicas para embelezar o CD retrospectivo da era Dio do Sabbath e os futuros planos do Heaven and Hell: "Foi realmente refrescante, as idéias simplesmente foram fluindo. Sempre há a possibilidade de que nós gravaremos mais; você nunca pode descartar isso. Mas nós ainda não planejamos nada além da turnê... Nós realmente não podemos nos comprometer com isso"

Sobre seu relacionamento com Ozzy e Sharon Osbourne: "Nós não brigamos com eles. Não há hostilidade. Tudo isso é uma operação separada, e há planos com essa operação, coisas nos trabalhos com o Ozzy."

Sobre o show ao vivo do Heaven and Hell: "Com o Ozzy, nós geralmente tocaríamos uma noite, tiraríamos uma de folga, tocaríamos de novo, tiraríamos mais duas noites de folga e assim por diante. Com essa formação, nós tocamos três shows, depois um dia de folga e depois três shows de novo. Eu gosto dessa estabilidade e isso definitivamente corresponde ao jeito que eu gosto que as coisas andem."

"São os anos do Dio e nós temos umas músicas muito boas dessa época. Se nós fizéssemos a turnê com o nome Black Sabbath, os fãs esperariam "War Pigs", "Iron Man" e essas músicas novamente. Mas nós ficamos tocando essas coisas com o Ozzy por anos, e nós quisemos trazer mais dessas coisas (das músicas da era do Dio)".

O artigo completo (em inglês) pode ser lido neste link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Kerry KingKerry King
O Deep Purple influenciou mais o Thrash que o Black Sabbath

741 acessosBlack Sabbath: Assista trailer de The End Of The End1002 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?186 acessosMarcos de Ros: Tony Iommi, Dois Dedos de Prosa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

RoadrunnerRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Pra discutirPra discutir
Os 100 melhores discos de Heavy Metal de todos os tempos

Black SabbathBlack Sabbath
"Minha atitude mudou em relação a tudo", diz Iommi

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"0 acessosTodas as matérias sobre "Heaven And Hell"

Anette OlzonAnette Olzon
"Eu fui demitida exatamente como Tarja também foi"

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Iron Maiden na pele dos fãs

SlipknotSlipknot
"Pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosEm cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedoras5000 acessosAs regras do Black Metal5000 acessosMetallica: Hetfield elege as suas dez músicas favoritas5000 acessosTitãs: "Nheengatu" e as incríveis coincidências nas capas2308 acessosMetallica: os maiores riffs da banda pelo Ultimate-Guitar

Sobre Victor Guilherme Chaves

Victor Guilherme é carioca e viciado em filmes, desenhos, mitologia, livros variados e, principalmente, muito rock n’ roll. Cresceu numa casa onde sempre ouviu Beatles, Black Sabbath, Ramones e Rick Wakeman, mas sua verdadeira paixão pelo estilo começou quando ganhou de aniversário o álbum Bark At the Moon, do Ozzy Osbourne. A partir de então, se tornou adicto por Rock clássico, Heavy Metal e, principalmente, Hard Rock. Entre suas bandas preferidas estão: Alice Cooper, Ozzy Osbourne, Twisted Sister, W.A.S.P., Whitesnake, Iron Maiden, Van Halen, Angel Witch, ZZ Top, Creedence, entre várias outras. Hoje em dia, Victor divide seu tempo entre dar atenção à sua namorada, a quem ele tanto ama; ser um estudante de Direito do IBMEC-RJ; tocar guitarra e, quando tem tempo, colaborar com o Whiplash ou postar na comunidade de sua “irmã e ovelha negra da família", a Falseplash, onde o Metal em geral é discutido por um prisma nada ortodoxo.

Mais matérias de Victor Guilherme Chaves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online