Bruce Kulick lançará gravação do início dos 70s

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Brave Words
Enviar correções  |  Ver Acessos

Bruce Kulick (KISS, GRAND FUNK RAILROAD) teceu alguns comentários sobre a recém-encontrada gravação do KKB, banda do início dos anos setenta que contava com o guitarrista, juntamente com Mike Katz no baixo e vocal e Guy Bois na bateria:

"Havia um cara no Queens [em Nova Iorque] que era um grande fã de Jack Bruce. Ele compôs algum material numa linha um tanto quanto Progressiva, algo como um cruzamento do YES com o CREAM. Nós éramos um trio e nosso baterista se chamava Guy. Daí gravamos estas composições. Escrevi uma música que tenho gravada. É um material bem interessante e algumas das canções podem despertar atenção até os dias de hoje. Nunca fomos a lugar algum e sequer tocamos ao vivo. Ensaiávamos duro e quando gravamos não usamos nenhum 'overdub', apenas entramos numa sala e gravamos ao vivo. Sequer nome a banda tinha, éramos eu, Guy e Mike Katz. Eu precisava encontrar estas gravações. Me lembro que em uma ocasião estava excursionando com o KISS e tive notícias de Mike, daí mostrei o tape para [o produtor] Gary Corbett. Ele disse que o material é muito legal. Foi gravado no início dos anos setenta mas ainda soa muito interessante".

Enquanto não fica pronto o CD, que será disponibilizado para compra exclusivamente pelo www.kulick.net, trechos de duas faixas, intituladas "No, Never" e "Hold On Me" podem ser conferidos no www.livecream.net.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Bruce Kulick"


Cinema: Filmes para quem ama Rock e Metal (Parte 1)Cinema
Filmes para quem ama Rock e Metal (Parte 1)

Kiss: as 10 melhores músicas de Ace na bandaKiss
As 10 melhores músicas de Ace na banda


Rock Brasileiro da Década de 70Rock Brasileiro da Década de 70

Slash: Sweet Child é a coisa mais gay que alguém poderia comporSlash
"Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia compor


adClioIL