Metallica: "Não fosse St Anger, não haveria Death Magnetic"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Douglas Morita, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

De acordo com o The Pulse of Radio, o baterista do METALLICA, Lars Ulrich, disse em uma nova entrevista feita para o The Quietus que o controverso álbum de 2003 da banda, "St. Anger", "tinha que acontecer" para que o grupo fizesse o novo CD, "Death Magnetic".

Metallica: quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vezRoadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando perguntado sobre o que ele pensa do álbum e de sua produção primitiva atualmente, Ulrich respondeu, "eu sou tão além de 'bom' e 'ruim'... Eu sei que as pessoas não acham que é um bom álbum, eu compreendo e respeito isso. Eu sei que as pessoas o acham muito difícil. O que eu tenho 100 porcento de certeza é que se não fosse pelo 'St. Anger', 'Death Magnetic' não soaria do jeito que soa. 'St. Anger' tinha que acontecer: você pode não achar nada para apreciar musicalmente nele, o que eu respeito, mas pelo menos respeite a existência do 'St. Anger'".

Ulrich disse ao The Pulse of Radio que a banda ficou surpresa com a reação hostil de muitos fãs ao "St. Anger". "Isso nos derrubou um pouco, claro, porque a coisa toda foi manter o mais cru possível", disse ele. "E eu gosto de achar que nós conseguimos isso (risos), ao ponto de obviamente ser um pouco cru demais para algumas pessoas, mas está tudo bem. Digo, é o que é. Eu não tenho nenhum arrependimento com ele. Eu tenho orgulho dele, orgulho de que nós tivemos coragem de ver além dele, mas o novo disco não tem nada disso".

Ulrich disse ao The Quietus que "se não fosse por nós reinventarmos completamente o processo de composição" no "St. Anger", "não haveria o 'Death Magnetic'. James Hetfield estaria em Nashville tocando música country, eu estaria produzindo filmes e Kirk Hammett estaria em turnê com o Joe Satriani".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Metallica"


Metallica: quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vezMetallica
Quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vez

Michael Jackson: filha faltou à formatura para ir assistir o MetallicaMichael Jackson
Filha faltou à formatura para ir assistir o Metallica

Metallica: vídeo oficial de "One" ao vivo na RomêniaEm 18/11/1997: Metallica lançava o álbum Reload

Em 18/11/1962: nascia Kirk HammettEm 18/11/1962
Nascia Kirk Hammett

Metallica: em vídeo, como a banda sabotou a carreira do Jason NewstedMetallica
Em vídeo, como a banda sabotou a carreira do Jason Newsted

Metallica: filmagem profissional de "Harvester Of Sorrow" ao vivo em MoscouMetallica: vídeo de "Sad But True" em Moscou; confira

Infectious Grooves: show gratuito é confirmado em SP com Charlie Brown Jr e maisInfectious Grooves
Show gratuito é confirmado em SP com Charlie Brown Jr e mais

Iron Maiden: brigando com o Metallica para ser a maior banda de Metal de todos os temposIron Maiden
Brigando com o Metallica para ser a maior banda de Metal de todos os tempos

Bruce Dickinson: ele concorda com Lars Ulrich sobre o NapsterBruce Dickinson
Ele concorda com Lars Ulrich sobre o Napster

Metallica: personagem de Whiplash enquadra Lars UlrichMetallica
Personagem de Whiplash enquadra Lars Ulrich


Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

VH1: os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissoraVH1
Os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissora


Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

adGoo336