Sadistic Gore!: entrevista com Danilo "Marreta" Souza

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: MetalExtremo
Enviar Correções  

O guitarrista Danilo "Marreta" Souza, da banda de death metal mineira SADISTIC GORE!, que atualmente trabalha na divulgação do seu EP intitulado "Tools of Monstrosity" lançado em 2008, concedeu uma entrevista ao site MetalExtremo e falou sobre o reconhecimento da banda no cenário nacional, comparações com outras bandas, entre outros assuntos.

Jason Newsted: revelando porque ele deixou o Metallica

Rob Halford: "Ninguém escolhe ser Gay"

Confira abaixo alguns trechos da entrevista:

MetalExtremo: Saudações, Marreta! A banda já tem um relativo tempo de estrada e várias conquistas em nosso underground, hoje como você vê o reconhecimento da banda e aceitação das pessoas pela arte criada em nome do Sadistic Gore?

Marreta: Saudações! Vejo com bons olhos a aceitação que temos recebido… A resposta do público vem sendo positiva tanto no Brasil quanto no exterior, espero que ela cresça cada vez mais.

MetalExtremo: Em 2008 foi lançado seu último trabalho até o momento, o EP "Tools of Monstrosity", o que vcs acham que conseguiram alcançar com ele que a banda almejava desde a sua demo "Buried Alive" mas possam não ter conseguido?

Marreta: O EP nos deu uma exposição maior que a demo. O processo de gravação foi muito mais elaborado, a produção foi melhor, etc. Acredito que o EP mostre o nosso potencial de forma mais apropriada, mesmo que não ideal. O EP trouxe o envolvimento do selo (Crush Chaos) e da distribuidora (Headbanger Force) no lançamento do material, o que nos fortalece muito mais do que um lançamento independente. Estes são alguns passos que demos com o lançamento do EP, que a demo não possibilitou.

MetalExtremo: Quais são as principais características que podem diferenciar a Sadistic Gore das demais bandas do nosso cenário que executam sonoridade similar?

Marreta: O cenário brasileiro é muito diversificado e possui excelentes bandas. Acredito que nossa seriedade seja um diferencial notório. Procuramos fazer tudo com muita intensidade e seriedade. Musicalmente é difícil dizer, prefiro respeitar a opinião dos ouvintes (risos).

MetalExtremo: Qual o principal conceito explorado em "Tools Of Monstrosity" e por que a escolha deste nome para o álbum?

Marreta: O título "Tools of Monstrosity" surgiu como um conceito que abrange todas as letras das músicas contidas no EP. Todo conteúdo lírico de "Tools of Monstrosity" é literalmente uma ferramenta da monstruosidade.

Para conferir a entrevista completa acesse este link.



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaJason Newsted
Revelando porque ele deixou o Metallica

Rob Halford: Ninguém escolhe ser GayRob Halford
"Ninguém escolhe ser Gay"


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin