38 bilhões: valor do "prejuízo" dos downloads na Inglaterra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Glezer, Fonte: New Music Express, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Sete milhões de pessoas no Reino Unido fazem downloads ilegais de arquivos protegidos por copyright, custando à economia aproximadamente 12 bilhões de Libras (R$38 bilhões) segundo as novas estatísticas do governo publicadas no dia 29 de maio.

VH1: os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissoraAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

O cenário aparece como parte de uma nova matéria intitulada 'Copycats? Digital Consumers In The Online Age' (Algo como, 'Copiadores? Consumidores Digitais na Era Online'), lançado pelo Comitê de Estratégia de Propaganda em Relação à Propriedade Intelectual do Reino Unido.

O artigo culpa a "confusão espalhada sobre direitos autorais no mundo online" pelo alto nível de downloads ilegais em atividade.

David Lammy, o "Ministro de Estado para Propriedade Intelectual", disse em um discurso: "Como a matéria mostra, os downloads ilegais roubam milhões de libras da nossa economia todo ano e causa danos sérios aos negócios e inovações ao redor do Reino Unido. Isto é algo que precisa ser combatido, e nós estamos irredutíveis quanto a isso."

Ele adicionou que a organização procura educar as pessoas sobre leis de direitos autorais para reduzir esse tipo de comportamento ilegal no futuro.

"Nós não podemos esperar que garotos de 12 anos de idade sejam profundos conhecedores da lei de direitos autorais antes de saber ligar um computador", ele disse. "Mas podemos educar as pessoas através de punições em qualquer lugar em que elas vivam."

Os autores da reportagem descobriram que em uma rede peer-to-peer (um tipo de rede de compartilhamento em que os usuários trocam arquivos diretamente) cujo nome não foi revelado, ao meio-dia, haviam 1.3 milhões de pessoas compartilhando conteúdo ilegal no site.

Usando o cenário para criar uma estimativa de quanto esta atividade afeta a economia, a pesquisa mostra que, se um usuário desta rede (que não é a maior) baixa um arquivo por dia, o número total de downloads ilegais seria de 4.73 bilhões em um ano.

Essa quantidade geraria aproximadamente 12 bilhões de libras em conteúdo baixado de graça a cada ano.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pirataria"


Dave Grohl: culpa não é da pirataria, é da falta de talentoDave Grohl
Culpa não é da pirataria, é da falta de talento

Mike Portnoy: eu baixo músicas o tempo todoMike Portnoy
"eu baixo músicas o tempo todo"

Pirataria: o nascer de uma indústria alternativaPirataria
O nascer de uma indústria alternativa


VH1: os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissoraVH1
Os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissora

Alfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de MetalAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal

Ozzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-laOzzy Osbourne
Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Separados no nascimento: Rob Halford, Freedie Mercury e Village PeopleSeparados no nascimento
Rob Halford, Freedie Mercury e Village People

Kiss: o maior orgulho de Eric Singer foi ter tocado com Brian MayKiss
O maior orgulho de Eric Singer foi ter tocado com Brian May


Sobre Rafael Glezer

Estudante de engenharia elétrica pela POLI-USP, começou a ouvir rock com o show do Guns N' Roses no Rock in Rio III em 2001 e nunca mais parou. É fã de automobilismo e de guitarristas como David Gilmour, Slash, Jimmy Page entre outros. Escreve as matérias como hobby e nunca imaginou ter tantos leitores. Encontrado no twitter em @rafaelglezer.

Mais matérias de Rafael Glezer no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336