Steven Adler: "não gostei nem um pouco do 'Chinese Democracy'"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Danilo Pegorara, Fonte: Beat, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/06/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Kosta Linardos, da revista australiana Beat, conduziu recentemente uma entrevista com o baterista original do GUNS N' ROSES, Steven Adler; leia algumas partes da conversa:

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosJared Leto: a reação ao se ver no papel do Coringa

Sobre as novidades em sua vida:

Adler: “Tem sido tão maravilhoso ter meu melhor amigo Slash de volta na minha vida, e fazermos parte um da vida do outro. Ele tem uma música, porque está trabalhando em seu álbum solo, que ele diz que é especialmente para mim. Tudo o que peço é uma oportunidade de entrar lá porque quero ser seu baterista! Quer dizer, foi assim que começamos".

"Sabe, nós somos mais sensatos, estamos vivos e somos melhores músicos do que éramos, estamos em um patamar melhor que antes. EU QUERO SER SEU BATERISTA PRINCIPAL! Meu maior objetivo, agora que tenho meu melhor amigo de volta, é terminar o que começamos. Quer dizer, é uma pena que eu tenha perdido todas as outras gravações e a galera que tocou com ele. Por conta do meu vício em drogas eu perdi tantas coisas, estou grato por estar vivo e ter a oportunidade de estar junto com ele novamente”.

Beat: “Appetite For Destruction” tem um som que nenhum álbum posterior do GN'R teve, a que atribui isso?

Adler: “Eu cresci aprendendo a tocar bateria não com um baixista, mas com um guitarrista, com Slash. Geralmente éramos só nós dois ensaiando. Então nas músicas eu tocava o que ele estava tocando ao invés de simplesmente manter um padrão 4/4 simples, como todo rock, mas ao invés do boom-cha, você sabe, baixo-bumbo-baixo-bumbo, ele faria tipo k-ka-k-ka-k-ka em sua guitarra e eu faria isso na bateria. Quando nos encontramos com Duff [McKagan]... Veja, Duff é um guitarrista nato, ele não começou tocando baixo — ele começou a tocar baixo duas semanas depois que começou a tocar comigo e Slash. O que obviamente funcionou, e funcionou para mim, porque seu estilo de tocar baixo é como o de um guitarrista, então funcionou perfeitamente. Então simplesmente funcionamos muito bem juntos. Foi a pior merda da minha vida (ser chutado do GN'R). Eu escrevi e gravei demos para o 'Use Your Illusion'. Eu nunca me esqueço de como falava pra todo mundo: ‘Isso vai ser bem maior do que o ‘Appetite’’, e teria sido... Se tivesse sido gravado da forma como o ‘Appetite’ foi, da forma como deveria — com cinco caras. Teria sido ainda maior! Era pra acontecer. Axl ficou com o nome e eu sou o único dos cinco que continua tocando músicas do ‘Appetite’”.

Beat: Você gostou de “Chinese Democracy”?

Adler: “Nem um pouco. Não reconheci a voz de Axl ali. Tem uma ou outra parte em que ele dá seu grito característico mas nem percebi que era ele”.

Beat: Ouvi dizer que você tem um livro saindo em breve?

Adler: “Está quase completo. Deve sair no fim de janeiro do próximo ano. Basicamente pega o livro do Slash, o do Nikki Sixx e põe tudo junto, como um todo coeso. Porque sempre estivemos juntos — conhecemos Nikki desde sempre — então, se você ler os três livros, todas as peças do quebra-cabeças serão unidas. É assim que funciona e sim, é muito excitante”.

Beat: Se os cinco membros originais fizessem uma turnê juntos, seria uma das maiores turnês de todos os tempos no mundo da música. Será que vocês fariam algo assim?

Adler: “Você sabe o quanto isso me deixa louco? Está me deixando louco, pinel! Eu ouço isso paulatinamente todos os dias da minha vida, e o que eu mais quero na vida é dizer: Sim, começamos amanhã à noite. É tão ridículo não fazer isso”.

Leia a entrevista completa no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1796 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2676 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Axl RoseAxl Rose
Em vídeo, compilação vocal de 1983 a 2017

Metallica, Guns e Skid RowMetallica, Guns e Skid Row
Uma parceria inusitada em 1990

Guns N RosesGuns N' Roses
Curiosidades sobre o hit "Sweet Child O'Mine"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"

Jared LetoJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa

Electra MustaineElectra Mustaine
A linda filha do Sr. Dave Mustaine

HumorHumor
Namorar um headbanger é sair da zona de conforto

5000 acessosEurope: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose5000 acessosPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensa5000 acessosMetallica: Lars é um bom baterista? Mike Portnoy explica5000 acessosDimmu Borgir: não faz sentido usar jeans e camiseta branca5000 acessosIron Maiden: "O que você precisa saber está no palco!"5000 acessosHard Rock e Metal: os vinte discos mais vendidos nos EUA

Sobre Danilo Pegorara

Designer gráfico paulistano, nascido em 1982. Cresceu ouvindo Guns N´ Roses, Aerosmith, Rush, Ozzy, Floyd, Beatles... Atualmente ouvindo The Mars Volta, Porcupine Tree, Prokofiev. É injustamente acusado por alguns, de ter perdido a capacidade para distinguir o que é ou não hard rock...

Mais matérias de Danilo Pegorara no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online