John Bonham: gongo do baterista é vendido por US$64.000

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Antonio Parreira, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/07/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

De acordo com o The Pulse of Radio, o gongo de John Bonham foi vendido por 64 mil dólares no dia 6 de julho a um comprador anônimo, após não ter sido vendido em um leilão aberto.

3690 acessosDream Theater: 10 dos melhores covers tocados pela banda5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros

LedZeppelinNews.com relatou que o gongo estava consignado pela irmã de Bonham, a cantora Deborah Bonham, e a mãe deles, Joan Bonham. O instrumento, comumente usado por Bonham no palco, foi adquirido no dia 6 de julho por um comprador que deseja permanecer anônimo. A estimativa original era que ele atingisse o equivalente a US$120.000.

Confira o clássico registro ao vivo do mestre Bonham tocando (e solando) "Moby Dick" com direito ao gongo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Dream TheaterDream Theater
10 dos melhores covers tocados pela banda

1285 acessosHard Rock e Metal: em vídeo, os dez álbuns mais vendidos nos EUA771 acessosLed Zeppelin: Bonham é homenageado com placa em sua cidade natal785 acessosLed Zeppelin: advogados exigem que reclamantes paguem as custas1462 acessosThem Crooked Vultures: Grohl diz que banda deve retornar em breve0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Rate Your MusicRate Your Music
Os melhores discos de todos os tempos

Bill WardBill Ward
"O primeiro álbum do Led Zeppelin me fez pirar!"

Led ZeppelinLed Zeppelin
"Roubávamos gasolina e leite para sobreviver!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Drogas e ÁlcoolDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

Collectors RoomCollectors Room
Uma das maiores coleções sobre o Queen está no Brasil

System Of A DownSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico

5000 acessosMetallica: o video game da banda que nunca foi lançado5000 acessosPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal5000 acessosNirvana: Kurt Cobain leva surra em cima do palco em 19915000 acessosMax Cavalera: de onde vem tanta inconveniência?5000 acessosKEGL: Synyster Gates entre os 10 melhores guitarristas da história5000 acessosGene Simmons: "Não deixarei meus filhos ricos"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Antonio Parreira

Antonio Parreira, aka Tunão, aka Anton Parr, é arquiteto, designer gráfico e músico. Interessado por música desde sempre, tornou-se fanático por rock depois de descobrir bandas como Kiss, Iron Maiden, Judas Priest e AC/DC. No início dos anos 80 acompanhou o nascimento do Thrash Metal, estilo que se tornou seu preferido de todos os tempos. Tocou em várias bandas nessa linha "Thrash Bay Area" durante os anos 80 e 90: Napalm, Damage, Overthrash, The Still e Avalon. Atualmente é vocalista do Buffalo Theory MTL, banda de Southern Metal de em Montreal, Canadá. Leitor do Whiplash! desde os anos 90 e atualmente colaborando com textos e traduções, diretamente da "terra do Voïvod".

Mais matérias de Antonio Parreira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online