AC/DC: "sem ressentimentos", diz o ex-vocalista Dave Evans

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Anderson de Castro Teixeira, Fonte: AC/DC Brasil, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 09/08/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em uma curta conversa com Michael Hopkin, do site The West Australian, Dave Evans falou um pouco sobre Bon Scott e AC/DC; confira abaixo a reportagem.

465 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman5000 acessosHeavy Metal: as 10 introduções mais matadoras do estilo

Você deve perdoar Dave Evans por ainda guardar rancor de Bon Scott, pois Dave perdeu o posto na banda antes de atingirem a fama mundial. Mas o vocalista original da banda, que visitou o túmulo de Bon no cemitério de Fremantle ontem, durante o intervalo de uma turnê australiana de três meses, disse que fez as pazes com o lendário vocalista e herói local.

"Na última vez que vi Bon, nós nos comprimentos e desejei muita sorte a ele - isso foi nos anos 70, quando ele estava no AC/DC e eu no Rabbit. Infelizmente, a sua sorte acabou muito rápido", disse Dave.

Evans cantou no recém-nascido AC/DC por um ano, mas confrontos musicais e pessoais levaram à sua substituição. Bon Scott permaneceu como vocalista até a sua morte, em 1980.

Perguntado se ele guardava alguma mágoa com sua saída em 1974, quando a banda se preparava pra fazer turnês locais, Evans admitiu: "Estaria sendo estúpido se respondesse que não." Ele disse que foi um privilégio fazer parte da formação e pontapé inicial. Que isso o ajudou no inicio na sua carreira solo.

Evans tocou em um concerto memorial de Bon Scott em 2007. Quando visitou o cemitério, ele disse que foi uma "visita de encerramento".

Evans hoje vive no Texas, e ele fez dois shows no Charles Hotel em North Perth para promover seu álbum solo, "Sinner". Seu set list incluía duas músicas do AC/DC - "Can I Sit Next To You Girl" e "Baby Please Don't Go" – Dave também cantou "Let There Be Rock" em tributo a Bon Scott.

Evans Disse que se lembra de Bon como uma pessoa "de caráter verdadeiro, um fora da lei". "Tivemos nossos momentos de amizades, fazíamos algumas piadas, embora eu não possa dizer que éramos amigos", disse Evans. "Foi um previlégio fazer parte do AC/DC, e isso, deu inicio à minha carreira. Eu aprendi pra caramba".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Phil RuddPhil Rudd
Por que ele se recusa a fazer solos de bateria

465 acessosMetallica: Lars queria ver Phil Rudd tocando Enter Sandman1477 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AC/DC"

AC/DCAC/DC
Vocalista original diz que fãs apoiariam seu retorno

AC/DCAC/DC
Angus Young eleito "maior ícone do rock" pela Kerrang!

AC/DCAC/DC
Vídeos do show de despedida de Axl Rose e Cliff Williams

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"

Heavy MetalHeavy Metal
As 10 introduções mais matadoras do estilo

Top 500Top 500
As melhores músicas da história segundo a Rolling Stone

HumorHumor
Os roqueiros mais chatos das redes sociais

5000 acessosBizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James Dio5000 acessosRock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...5000 acessosIron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda5000 acessosPink Floyd: a banda sustentou a família da atriz Naomi Watts5000 acessosSeparados no nascimento: Tarja Turunen e Laura Muller4632 acessosMachine Head: a experiência de abrir para o Metallica

Sobre Anderson de Castro Teixeira

Anderson de Castro Teixeira, nascido em 17 de março 1989, mora em Santo André- SP. Escuta deste classic rock até Heavy metal, tendo como bandas favoritas Ramones, AC/DC, Iron maiden, Motörhead e Ozzy osbourne.

Mais informações sobre Anderson de Castro Teixeira

Mais matérias de Anderson de Castro Teixeira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online