Pirataria: Japão testará tecnologia com músicas no celular

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: Radio Blast
Enviar Correções  

Foi aprovado no Japão o teste de um novo sistema capaz de impedir a reprodução de cópias ilegais de músicas nos celulares. A associação japonesa de gravadoras (Recording Industry Association of Japan, RIAJ), as operadoras de telefonia móvel e os sites de downloads japoneses estão desde setembro negociando um acordo para implementar o DRM (gestão de direitos digitais) em todos os celulares para impedir o compartilhamento ilegal de músicas protegidas por direitos autorais. O país mais avançado no campo das telecomunicações poderá frear os prejuízos da indústria fonográfica.

Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

O DRM irá verificar todos os arquivos MP3 baixados no celular através de uma base de dados contidos em um servidor. Em seguida, ele enviará mensagens de aviso caso um dos arquivos não possua procedência. Se o telefone não tiver o código para indicar que a música foi comprada legalmente, ela para de tocar. A função para escutar a música "pirateada" será totalmente bloqueada. Uma série de debates para viabilizar o "projeto" está sendo realizada neste último semestre e seus testes se iniciarão entre abril de 2010 e janeiro de 2011.

Leia o texto completo no link abaixo.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmesCinema
As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outrosMax Cavalera
A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

adWhipDin