Filhos do Napster: jovens compram mais CDs que downloads

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar Correções  


Por Paul Resnikoff, traduzido por Nacho Belgrande

Mas espere: os jovens não deveriam ser os consumidores de mídia mais progressistas, os mais confortáveis com a intangibilidade digital e a propriedade condicional? Parece que não: de acordo com um estudo publicado pelo NPD Group, os jovens na faixa etária de 2 a 14 anos nos EUA ainda compram mercadorias físicas desbragadamente.

publicidade

Ou seja, SETENTA E NOVE POR CENTO DE SUAS AQUISIÇÕES PARA FINS DE ENTRETENIMENTO – levando em conta todos os tipos de mídia – são do tipo tangível. "Para cada dólar que os jovens «de 2 a 14 anos» gastam em entretenimento, US$0.79 vão para o formato físico, e US$0.21 vão para o conteúdo digital," relatam os autores do estudo compartilhado com o site Digital Music News.

publicidade

Por mais estranho que isso pareça, a conta parece fechar. Em uma apresentação no começo desse ano, o analista do NPD Group, Russ Crupnick relatou que 55 por cento dos compradores de música – de todas as idades – ainda compram SOMENTE CDs, apesar do número de compradores estar diminuindo.

Lembre-se de que bens físicos são mais caros, e, portanto sua cota de valor é naturalmente mais forte. E, muito disso está sendo pago pelos pais «e esses pais também preencheram formulários de pesquisa». Tendo dito isso, a força do peso do físico parece incongruente com o que essa geração deveria estar fazendo, afinal esses são os bebês do pós-Napster, com muito pouco apego a coisas como lojas de discos, vinil ou propriedade de discos.

publicidade

E o NPD descobriu que a maioria das compras está acontecendo pro lado da música. Em termos de coleções – passando por formatos físicos e digitais – a música é responsável por 72 POR CENTO DE TODAS AS MÍDIAS, seguida por filmes, jogos, programas de TV, livros e aplicativos.

Talvez as coisas ainda estejam mudando tão lentamente, que o formato físico ainda seja um bloco de gelo que continua a derreter. Apenas dois anos atrás, US$0.85 de cada dólar iam para o físico. "Enquanto a maioria do conteúdo de entretenimento dos jovens ainda é adquirido através de formatos físicos, o conteúdo adquirido digitalmente cresceu substancialmente ao longo dos últimos dois anos a um ritmo de 14 pontos percentuais para a música," disse o grupo de pesquisa.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fotos de Infância: Ozzy OsbourneFotos de Infância
Ozzy Osbourne

Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin