Hangar: diários dos workshops no RS de Nando Mello

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Débora Reoly, Fonte: Riffmaker
Enviar Correções  

Nando Mello, baixista do HANGAR costuma relatar todos os workshops (e shows com a banda HANGAR) que realiza em seu blog "Riffmaker" em uma espécie de diário. No mês de outubro Nando Mello retornou ao noroeste do Rio Grande do Sul para os workshops em Frederico Westphalen, Ijuí, São Luiz Gonzaga e Santo Antônio das Missões.

publicidade

Diários dos Workshops no RS - Outubro de 2011

Intro, primeiro dia.

Com a parada do Hangar em outubro, segui viagem para o noroeste do Rio Grande do Sul para uma série de workshops em várias cidades.
O inicio da viagem foi na segunda feira dia 10/10. Saí de casa por volta das 8h da manhã e sabia que iria percorrer cerca de 440km até a cidade de Frederico Westphalen. Nesse dia aproveitei para visitar várias lojas de instrumentos musicais ao longo do trajeto, fazendo um trabalho junto a um dos nossos patrocinadores. Cerca de uma hora após a saída percebi uma trepidação das rodas parecida a que temos quando fura um pneu. Parei e não percebi nada de errado. Minha primeira parada seria na cidade de Lajeado. Quando dobrei a direita apara entrar na cidade , o carro quase não virou, como se o pneu fosse cair ou algo assim. Assustado entrei na rua principal da cidade e logo em seguida avistei um local que trabalhava com pneus e suspensão. Deixei o carro lá e parti caminhando até a primeira loja chamada Casa do Som. Voltando para buscar o carro, os mecânicos não conseguiram constatar nada de errado e apenas fizeram uma geometria e balanceamento. Segui viagem e cheguei até a cidade de Soledade. Antes de entrar na cidade parei em um local onde sempre paramos nas nossas viagens e fui fazer um lanche. Quando desci do carro, um cara me interpelou: "hey voce não toca no Hangar". Quando eu disse que sim ele me respondeu, "muito prazer eu sou o Morcegão"....hauha. A figura já era estranha e ainda com o nome de Morcegão, no mínimo estranho...haha.

publicidade

Confira o relato dos outros dias no blog de Nando Mello "Riffmaker":
http://riffmaker.blogspot.com/2011/11/diario-dos-workshops-n...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andre Matos: Aquiles Priester foi convidado para tocar na banda soloAndre Matos
Aquiles Priester foi convidado para tocar na banda solo

Raphael Mendes e Aquiles Priester: e se Bruce Dickinson cantasse no Dragonforce?Raphael Mendes e Aquiles Priester
E se Bruce Dickinson cantasse no Dragonforce?

The Progressive Souls Collective: Aquiles Priester e ex-Dream Theater em supergrupoThe Progressive Souls Collective
Aquiles Priester e ex-Dream Theater em supergrupo

Raphael Mendes: O que aconteceria se Bruce Dickinson cantasse no Hangar? (vídeo)Raphael Mendes
O que aconteceria se Bruce Dickinson cantasse no Hangar? (vídeo)

Aquiles Priester: A trajetória coberta em entrevista à Revista FreakAquiles Priester
A trajetória coberta em entrevista à Revista Freak


Aquiles Priester: a tatuagem do baterista em homenagem ao Iron MaidenAquiles Priester
A tatuagem do baterista em homenagem ao Iron Maiden

Aquiles Priester: 50 discos essenciais na vida do bateristaAquiles Priester
50 discos essenciais na vida do baterista


Mustaine: Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!Mustaine
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

Rammstein: Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!, diz Till LindemannRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann


Sobre Débora Reoly

Débora Reoly era gaúcha de Ijuí, formada em Pedagogia e Turismo e dona da agência de viagens Rocktour, especializada em excursões a shows na América do Sul. Seu lema era "A vida não é um show de Rock. São vários!". Débora morreu em 2017, de uma doença auto-imune. Facebook: www.facebook.com/debora.reoly.

Mais matérias de Débora Reoly no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin