Kiss: "nossa maquiagem nunca garantiu o anonimato"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: ultimateclassicrock.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em entrevista ao Ultimate Classic Rock em fevereiro de 2012, o vocalista do KISS, Paul Stanley, disse que a decisão da banda no início da carreira, em usar maquiagens e se vestirem com trajes selvagens no palco, foi influenciada por algumas fontes inesperadas - ou seja, algumas das bandas aparentemente mais autênticas na invasão Britânica.

3485 acessosPaul Stanley: "guitarristas não aprendem a fazer base"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

"Nós somos de uma época onde não havia esta grande invasão, com bandas fantásticas, e quando você olhava para uma banda, você sabia que um membro dos STONES não era um membro dos BEATLES porque cada umas dessa bandas tinha visões diferentes", Stanley disse recentemente ao Wall Street Journal. "Todas as bandas pareciam ter o seu próprio cartão de visitas".

"Queríamos dar um passo adiante e a maquiagem parecia ser a maneira perfeita para nós, criamos personagens que simbolizaram e nos personificaram como indivíduos", continuou ele. "Falando nisso, nenhum membro da banda poderia ter uma maquiagem, sem que os outros membros não tivessem. Houve uma ligação que fez tudo isso acontecer".

Quanto ao anonimato, nos bastidores suponha-se que o Kiss sempre foi aconselhado em aparecer nos palcos apenas com maquiagens, Stanley diz que a vida de um membro do Kiss não é igual a de "Clark Kent e o Superman", como as pessoas pensam. "Se você ver um cara andando na rua, com cabelos pretos e compridos e botas de plataforma, você vai dizer que é um membro do Kiss, ou que o circo está na cidade. Então, o anonimato? Não".

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 03 de fevereiro de 2012
Post de 05 de abril de 2015

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

444 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita747 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

Cantam muitoCantam muito
Onze dos maiores vocais isolados que você vai ouvir

Temperatura MáximaTemperatura Máxima
Músicas ideais para a "Hora H"

Bandas de rockBandas de rock
O logo pode ser tão memorável quanto o maior hit

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

SlayerSlayer
As preferências do guitarrista Kerry King

Bon ScottBon Scott
Em 1980, um dos dias mais tristes do rock n' roll

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada5000 acessosMetal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal5000 acessosWikimetal: os 100 maiores álbuns ao vivo já feitos5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online