Bury Your Dead: 20 anos de cadeia, inspiração no Sons of Anarchy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Anti Music, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/12/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


O ex-guitarrista do BURY YOUR DEAD, Eric Ellis, foi sentenciado em 20 anos em uma prisão federal por seu envolvimento com a Guardians Gang, que supostamente se inspirou no programa de televisão “Sons Of Anarchy”.

5000 acessosLindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall5000 acessosGuns N' Roses: "Quer ver algo cedo? Vá assistir Friends!"

Ellis foi membro do BURY YOUR DEAD de 2004 a 2008 e apareceu em três álbuns da banda: “Bury Your dead”, “Cover Your Tracks” e “Beauty and the Breakdown”.

Ellis falou ao Noisecreep, quando ainda estava na banda, sobre ser um alvo aleatório de uma iniciação de gangue em Wisconsin, enquanto estava em turnê. Leia o texto em inglês.

O FBI liberou um press release sobre a sentença de Ellis, assim como a de outros membros da gangue: “A Juíza distrital, Marcia Morales Howard, sentenciou cinco membros da Guardians gang, na última quinta, à prisão federal. Maynard Kenneth Godwin (33, Jacsonville), Andreu Chase Wilkie (31, Callahan) e Eric Steven Ellis (28, Atlantic Beach), foram condenados por conspiração e violação do Racketeer Influenced and Corrupt Organizations (RICO) Act. Godwin foi sentenciado a 30 anos em uma prisão federal, Wikie foi sentenciado a 35 anos em uma prisão federal, e Ellis foi sentenciado a 20 anos em uma prisão federal. [...]”

A Guardians Gang cometeu uma série de crimes violentos, incluindo uma extorsão que deixou um homem a beira da morte, sufocamento de uma jovem até que ela desmaiasse, assaltos a bancos, invasões armadas, vendas de drogas e roubo de milhares de dólares em mercadorias de lojas locais. As prisões foram feitas em novembro de 2010 quando investigações revelaram que a gangue estava se preparando para cometer mais invasões e assaltos. Os roubos cometidos pelos Guardians resultaram em um prejuízo de quase 2 milhões para suas vítimas.

*NT* O RICO Act é usado para julgamento de organizações criminosas, e permite que os mandantes dos crimes sejam condenados pela execução dos mesmos.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Bury Your Dead"


Lindo DemaisLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Guns N RosesGuns N' Roses
"Quer ver algo cedo? Vá assistir Friends!"

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

5000 acessosIron Maiden: poster de Eddie está assustando criancinhas alemãs5000 acessosBobbie Brown: a vida mundana e devassa da musa mor do hard rock5000 acessosMick Wall: "O Black Sabbath não inventou nada, não é pai de nada"5000 acessosMetallica: a história da música "Fade to Black"5000 acessosSlayer: Tom Araya relata qual o pior problema de estar na banda5000 acessosBill Ward: eu preferia Ozzy a Dio no Black Sabbath

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de dezembro de 2012


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.