Anthrax: "Dave Mustaine me fez voltar a tocar", diz Dan Spitz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Aniruddh "Andrew" Bansal do Metal Assault conduziu uma entrevista com o ex-guitarrista do ANTHRAX e atual RED LAMB, Dan Spitz. Confira um trecho da entrevista onde o guitarrista conta que Dave Mustaine foi o responsável por ele voltar a tocar.

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosSlayer: Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metal Assault: O álbum de estréia do Red Lamb saiu no ano passado. Existem planos de compor um novo material ou vocês pretendem apenas promover o novo álbum por um tempo?

Spitz: Eu tenho bastante material já escrito para o próximo projeto, certeza. Mas agora eu preciso levar essa turnê ao redor do mundo e quando estivermos prontos, provavelmente estará tudo acertado para irmos direto para o estúdio e fazer o próximo álbum com a nova formação, que tem músicos incríveis. Se você ouvir o álbum, não é o que você vai ver ao vivo. Musicalmente, nós todos sabemos qual é o nosso gênero. Essa é a razão pela qual todo mundo gosta de ver o que fazemos de melhor, como quando estamos no palco tocando ao vivo. Não tem nenhum playback no fundo. Nós somos músicos que tocamos ao vivo, e que raramente é capturado em CD. Então, o que você verá no CD do Red Lamb é uma representação muito bem feita entre mim e Dave (Mustaine, líder do MEGADETH), trabalhando juntos, dois caras do "Big Four" pela primeira vez fazendo um projeto completo como este. Ficamos olhando um para o outro e Dave sempre exclamava comigo: "Este é o seu álbum! Você escreveu todas as músicas e você escreveu todas as letras primeiro. É seu!" Mas é por causa dele, basicamente, que eu voltei a tocar. Eu estava na Suíça trabalhando com os relógios de pulso mais complicados do mundo. Eu não precisava voltar a tocar. Dave foi o único que disse: "Você é o único que ainda está vivo. Você tem o Anthrax em suas veias. Você é isso! Você não pode remover isso. Você tem que parar de mexer com esses relógios pequenos na Suíça e voltar aqui e começar a tocar". Então, ele conhecia a paixão que eu tinha, e ele me fez decidir segui-la. Então, essa é a minha paixão em tempo integral, aproveitar isso e todo o resto muitas e muitas vezes e sentir o amor de todos mais uma vez. É muito bom estar de volta.

Leia a entrevista completa (em inglês) no link abaixo:
http://metalassault.com/Interviews/2013/04/02/dan-spitz-disc...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Anthrax"Todas as matérias sobre "Megadeth"Todas as matérias sobre "Dave Mustaine"


Megadeth: Kiko Loureiro nem precisou tocar em sua audiçãoMegadeth
Kiko Loureiro nem precisou tocar em sua audição

Megadeth: Dave Mustaine e o respeito aos fãsMegadeth
Dave Mustaine e o respeito aos fãs


Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Slayer: Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismoSlayer
Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGoo336