Mike Portnoy: "não foi fácil, mas tinha que acontecer"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mark Diggins do The Rock Pit recentemente conduziu uma entrevista com o baterista Mike Portnoy (ADRENALINE MOB, FLYING COLLORS, THE WINERY DOGS, DREAM THEATER, AVENGED SEVENFOLD). Alguns trechos dessa conversa estão disponíveis abaixo.

Em 26/10/1999: Dream Theater lançava Metropolis Pt. 2 Scenes from a MemoryBruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?

The Rock Pit: Há uma ótima química entre todos os membros do THE WINERY DOGS. Isso esteve lá desde o começo ou você acha que conseguiram trazer o melhor um dos outros?

Mike: "Foi tudo bem natural, já havia uma química pré-concebida entre Billy [Sheehan, baixo] e Richie [Kotzen, guitarra/vocal] no MR.BIG. Também já havia a química entre eu e Billy já que fizemos várias coisas com o passar dos anos. Tive que entrar neste relacionamento com cuidado, mas realisticamente tudo aconteceu de forma bem natural. Eu não sei a razão disso, já que só existem três de nós. Estive em outras bandas com quatro ou cinco pessoas e há obviamente várias personalidades diferentes para se fazer uma mistura, mas quando há três de vocês, é bem fácil relaxar e deixar fluir."

The Rock Pit: Então, da onde vem seu amor por este tipo de música? Nós já lhe conhecemos de seus dias no DREAM THEATER e outras bandas de prog/metal, então da onde vem o amor pelo blues e uma música cheia de soul?

Mike: "Bem, na realidade, está lá antes da música progressiva em minha vida, antes de ter música pesada em minha vida. Eu comecei com o rock clássico. Meus primeiros 10 anos neste planeta estavam envolvidos com bandas como THE BEATLES, THE [ROLLING] STONES, THE WHO, [LED] ZEPPELIN, [JIMI] HENDRIX e THE DOORS. Foi aí que começou meu interesse em música, especialmente com os três bateristas: John Bonham, Keith Moon e Ringo [Starr], eles foram meus primeiros heróis. Então este estilo de música, na verdade, é o mais natural para mim estar envolvido. A música progressiva veio muito depois para mim, quando eu era um adolescente e o metal nem mesmo existiu até eu estar na faculdade. Estas são minhas raízes e meu passado e todos estes anos no DREAM THEATER, estes caras nunca foram um rock clássico. Eu saia e fazia bandas tributos - PAUL GILBERT e eu fizemos tributos ao BEATLES, WHO E ZEPPELIN - e essa era a forma de externar minhas raízes de rock clássico. Para mim esta foi uma ótima saída para tocar nestes estilos, nestas bandas e nestas influências."

The Rock Pit: Eu suponho que seja algo natural, quando você está em uma banda como o DREAM THEATER por 25 anos, você deve se sentir como no fim de um casamento. Foi bem libertador ou o fim de uma grande pressão assim que você deixou a banda?

Mike: "Foi libertador, mas também foi assustador. Você cresce e sente um senso de segurança com 25 anos na mesma banda, e precisa ter muita coragem para se afastar disso. Para ser honesto, não foi fácil para mim, mas tinha que acontecer. Há uma grande expressão que eu amo, que diz: 'Melhor se arrepender de algo que você fez, do que se arrepender de não ter feito'. Eu teria esse sentimento, se eu não tivesse deixado o DREAM THEATER, eu provavelmente passaria o resto da minha vida perguntando um 'E Se?'. O que eu poderia ter feito ao invés do que eu fiz, e após 25 anos com o DREAM THEATER, eu precisava explorar outras coisas. Eu não queria ser definido por eles pelo resto da minha vida. Eu precisava explorar outros estilos, outras pessoas. Então, por mais difícil que seja se afastar desta segurança, eu precisava seguir meu coração."

Leia a entrevista completa, em inglês, em:
http://www.therockpit.net/2013/INTERVIEW%20THE%20WINERY%20DO...



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"Todas as matérias sobre "The Winery Dogs"Todas as matérias sobre "Dream Theater"


Em 26/10/1999: Dream Theater lançava Metropolis Pt. 2 Scenes from a MemoryDream Theater: James LaBrie em exclusiva para o BrasilSons of Apollo: assista cover de "Hell's Kitchen" do Dream TheaterEm 04/10/1994: Dream Theater lançava o ótimo álbum AwakeDream Theater: James LaBrie espera lançar álbum solo em 2020Em 23/09/1997: Dream Theater lançava o álbum Falling Into Infinity

11 de Setembro: as tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream Theater11 de Setembro
As tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream Theater

Em 11/09/2001: Dream Theater lançava Live Scenes From New YorkLars Ulrich: e se ele tocasse em uma banda country?

Tatuagens: homenagens ao Dream Theater na pele dos fãsTatuagens
Homenagens ao Dream Theater na pele dos fãs

Metallica: várias releituras diferentes de Master of PuppetsMetallica
Várias releituras diferentes de "Master of Puppets"

Dream Theater: a criação de obra-prima com a ajuda de ShakespeareDream Theater
A criação de obra-prima com a ajuda de Shakespeare


Bruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?Bruce Dickinson
A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?

Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteRachel Sheherazade
Cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The Noite

Humor: Urros, raiva, dor, sangue! As regras do Death Metal!Humor
Urros, raiva, dor, sangue! As regras do Death Metal!

Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãsAnos 90
Bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

Ramones: bandas de metal que já gravaram versões da bandaRamones
Bandas de metal que já gravaram versões da banda

Separados no nascimento: Jean Dolabella e Eriberto LeãoSeparados no nascimento
Jean Dolabella e Eriberto Leão


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.