Beatles: há 44 anos, Paul McCartney morria na boca do povo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

SIR PAUL MCCARTNEY vai muito bem, obrigado, mas um boato muito bem colocado em 1969 deixou alguns pensando o contrário.

No dia 23 de Setembro de 1969, o jornal Northern Star da Northern Illinois University publicou um artigo afirmando que McCartney havia sido morto em um acidente de trânsito alguns anos antes e que tinha sido substituído por um sósia. Uma estação de rádio em Detroit abraçou a história e a divulgou. Em um mês, o assunto tornara-se global e os fãs de Beatles ficaram com a pulga atrás da orelha por todo o planeta.

publicidade

A intriga levou fãs de todo canto a procurar por ‘pistas’ em capas de discos e músicas. Algumas delas incluíram Paul trajando uma rosa negra no clipe de ‘Your Mother Should Know’, de ‘Magical Mistery Tour’, andando descalço e fora do passo da marcha na capa de ‘Abbey Road’ e aparecendo de costas pra câmera na contracapa de ‘Sgt. Pepper’. Há, claro, significados profundos por trás dessas e inúmeras outras ‘pistas’ que os conspiracionistas acharam. A mais famosa sugere que se você tocar a faixa ‘Revolution 9’ de trás pra frente, ela soa parecida com ‘Turn me on dead man’ [algo como ‘Me excite, falecido’].

publicidade

Apesar de inicialmente divertir-se com a história, McCartney enfim decidiu esclarecer o assunto. "Eu pareço morto?", ele perguntou a um repórter que visitara sua fazenda. "Estou forte feito um coco!"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rockMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Heavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiramHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin