Bob Dylan: absolvido de acusação de injúria na França

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Giuliano Trondoli, Fonte: R7
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 16/04/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Uma juíza francesa absolveu o cantor Bob Dylan da acusação de injúria, realizada por uma associação croata.

248 acessosBob Dylan: valorizando seu "outro lado"5000 acessosWallpapers: Papéis de parede da banda Iron Maiden


Dylan foi acusado em novembro em Paris de "cumplicidade com injúrias públicas" e "provocação ao ódio", depois de uma queixa apresentada em dezembro de 2012 pelo Conselho dos Croatas na França (CRICCF, em francês).

O motivo foi uma entrevista de Dylan publicada em outubro de 2012 na versão francesa da revista Rolling Stone. Comentando sobre seu compromisso histórico com o movimento a favor dos direitos civis dos negros, o cantor declarou que "se vocês têm a Ku Klux Klan no sangue, os negros podem sentir, sem dúvida. Assim como os judeus podem sentir sangue nazista, e os sérvios, sangue croata".

A juíza considerou que Dylan deu a permissão para a entrevista ser publicada somente na edição norte-americana da revista, mas não na francesa.

"Estou muito feliz que a Justiça tenha compreendido que Bob Dylan nunca quis ofender, ou difamar ninguém", afirmou Marembert.

A juíza manteve as acusações de "injúrias públicas" e "provocação ao ódio" ao diretor da versão francesa da Rolling Stone, que vai ser julgado em um tribunal correcional.

Entre 1941 e 1945, milhares de sérvios morreram em campos de concentração no Estado independente da Croácia que tinha apoio do governo Nazista Alemão. E após o fim da URSS, Sérvios e Croatas se enfrentaram novamente causando cerca de 20 mil mortes.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 16 de abril de 2014
Post de 17 de abril de 2014


O endereço do RockO endereço do Rock
8 locais imortalizados em músicas famosas

248 acessosBob Dylan: valorizando seu "outro lado"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Bob Dylan"

Rock e cinemaRock e cinema
Veja grandes astros e seus intérpretes no cinema

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Rolling StoneRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Bob Dylan"


WallpapersWallpapers
Papéis de parede da banda Iron Maiden

Pink FloydPink Floyd
Perguntas e respostas e curiosidades

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Kiss na pele dos fãs mais radicais

5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosRock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 19855000 acessosLayne Staley do Alice in Chains encontrado morto5000 acessosKurt e Courtney: a primeira vez que os dois dormiram juntos5000 acessosKing Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?4018 acessosExodus: "A Portuguesa do thrash metal", diz matéria da Veja

Sobre Giuliano Trondoli

Nascido e criado ao lado do bairro da Pompéia, o berço do Rock Nacional por ter sido local de surgimento de bandas como Tutti-frutti, Made in Brazil e Mutantes, não poderia ter outra saída a não ser virar fã desse estilo musical chamado Rock n’ Roll. Atualmente é estudante de administração, freqüentador de shows e roadie da banda Mattilha. Entrou no mundo do Rock n’ Roll bem cedo, mais precisamente aos sete anos de idade quando começou a ouvir bandas como Ultraje a rigor, Dire Straits, Raimundos e Raul Seixas. Com o passar do tempo, foi conhecendo bandas como Titãs, Cássia Eller, Paralamas e afins. Mas foi por volta dos 11 anos que conheceu suas bandas favoritas até hoje: Black Sabbath e Metallica. E desde então optou em conhecer mais e mais bandas, com um carinho especial para as nacionais, dentro desse universo imenso chamado Rock n’ Roll.

Mais matérias de Giuliano Trondoli no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online