Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemÁlbum histórico do Iron Maiden estampa capa da revista Metal Hammer

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagem"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemMetallica divulga vídeo de "Dirty Window" ao vivo em São Paulo

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte


Vilipêndio: Copa do Mundo, sangue e Playmobil

Por Guilherme Dias
Fonte: Covil Records
Em 15/06/14

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Poucas vezes um videoclipe mostrou tantos playmobis ensanguentados em tão poucos segundos! Os pobres bonequinhos serviram para a filmagem de 'Verde e Amarelo', um hardcore metálico da banda carioca VILIPÊNDIO. A letra, quase surrealista, narra um crime insano e funciona como uma metáfora sobre problemas que tradicionalmente incomodam os brasileiros.

A música foi lançada originalmente no álbum '15 Abismos', de estreia do VILIPÊNDIO, em 2002. Ao conferir o clipe, percebe-se que a faixa combina com este momento de Copa do Mundo, sem insinuar-se especificamente contra o evento ou como uma bandeira contra este ou aquele partido.

Para Guilherme Schneider, jornalista e um dos produtores do clipe, o tema é bem polêmico porque remete à Copa: "Há quem seja a favor, há quem seja contra, mas dificilmente o assunto gera indiferença". Além disso, frisa que várias bandas de pop já haviam gravado temas a respeito ou com referências, mas poucas bandas de rock fizeram alguma alusão ao assunto.

"Analisado friamente, pode ser considerado como uma crítica à corrupção e a impunidade entranhadas na sociedade brasileira", explica o vocalista Ricardo Caulfield, o outro produtor do clipe. "Mas a proposta real é provocar, povoar a música com imagens ambíguas, fugir da estética mais comum de videoclipes de bandas barulhentas".

Por ser uma narrativa bem pesada, a ideia de utilização de brinquedos foi apropriada. "As letras da banda seguem um estilo sarcástico, é um tipo de humor que nem todo mundo detecta na primeira audição. Os bonecos combinaram com isso, mas mantiveram a graciosidade. É como se possuíssem vida própria", analisou Ricardo.

O clipe é protagonizado por personagens representados pelos playmobils, cuja linha completa em 2014 quarenta anos de existência. Na tela, uma história com começo, meio e fim, envolvendo uma assassina e um jogador de futebol. O resultado pode ser sintetizado nas palavras do baterista da banda, Alexandre Fersan: "Criativo, caótico e ensurdecedor".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias.