Jimmy Page: "Eu quero ser visto tocando ao vivo em 2015"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em uma badalada coletiva de imprensa realizada ao longo do fim de semana num hotel em Londres para divulgar os relançamentos de mais dois volumes da obra do LED ZEPPELIN, 'Led Zeppelin IV' e 'Houses Of The Holy', o capitão e fundador da instituição bretã, JIMMY PAGE, conversou com o jornalista DAVID FRICKE em um junket onde abordou vários temas, dentre eles seu futuro -ou falta dele- com o Zepp e sua carreira solo.

Terry O'Neill: Morre, fotógrafo que trabalhou com Beatles, Stones e outros gigantesGuns N' Roses: a verdadeira história de "Rocket Queen"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que segue abaixo é uma tradução de um trecho da conversa.

Na coletiva de imprensa ontem, você elegantemente se desviou da inevitável pergunta a respeito de mais shows de reunião...

Bem, é doloroso, né?

O toma lá dá cá entre você e Robert [Plant] na imprensa saiu de controle?

Tem sua graça para a mídia. Mas eu não posso mais ficar incomodado com isso. Eu não estou interessado em toda essa bobagem. Eu não acho que seja divertido. Então não vou dizer nada.

Você ouviu o novo álbum de Robert?

Ouvi um pouco quando ele tocou parte dele ao vivo em Glastonbury esse ano.

O que você acha do direcionamento dele, do modo que ele está buscando o folk, o country e ritmos africanos na música que ele tocava com o Zeppelin?

Bem, é a viagem dele, não é?

Você também respondeu a uma pergunta ontem sobre gravar música nova. E você disse, "Ano que vem."

Eu pretendo seriamente ser visto tocando ao vivo, ter um documento do que estou fazendo. Eu tenho feito muita coisa, arquivando tudo que me represente, que represente o Led Zeppelin. Isso precisava ser feito. Eu curto tocar ao vivo. Eu gosto de mandar surpresas para as pessoas também.

[...]




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"Todas as matérias sobre "Jimmy Page"


Terry O'Neill: Morre, fotógrafo que trabalhou com Beatles, Stones e outros gigantesTerry O'Neill
Morre, fotógrafo que trabalhou com Beatles, Stones e outros gigantes

Leo Chaves: cantor sertanejo é fã de Elvis Presley, Led Zeppelin e DisturbedLeo Chaves
Cantor sertanejo é fã de Elvis Presley, Led Zeppelin e Disturbed

Em 08/11/1971: Led Zeppelin lançava o icônico Led Zeppelin IVEm 08/11/1971
Led Zeppelin lançava o icônico Led Zeppelin IV

Led Zeppelin: Robert Plant diz que não pode se relacionar com Stairway to HeavenLed Zeppelin
Robert Plant diz que não pode se relacionar com "Stairway to Heaven"

Led Zeppelin: Paul Stanley diz que nunca viu nada que fosse tão perfeitoLed Zeppelin
Paul Stanley diz que nunca viu nada que fosse tão perfeito

Led Zeppelin: décadas depois, o que Robert Plant pensa sobre o álbum IVLed Zeppelin
Décadas depois, o que Robert Plant pensa sobre o álbum IV

Led Zeppelin: ouça Nirvana e mais artistas que registraram suas cançõesGrandes covers: cinco versões para "Black Dog", do Led Zeppelin

Cinema: 5 filmes clássicos do Rock e seus títulos em versão brasileiraCinema
5 filmes clássicos do Rock e seus títulos em "versão brasileira"

Steve Albini: "eu não curtia Led Zeppelin quando era adolescente"

Esquire: os setenta e cinco discos que todo homem deve terEsquire
Os setenta e cinco discos que todo homem deve ter

Capas de discos: agora com ícones da cultura popCapas de discos
Agora com ícones da cultura pop


Guns N' Roses: a verdadeira história de Rocket QueenGuns N' Roses
A verdadeira história de "Rocket Queen"

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336