Regis Tadeu: Os 40 anos do sensacional "Physical Graffiti"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Bruce William, Fonte: Na Mira do Regis
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/02/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Regis Tadeu, crítico musical, jurado de Programa de TV, colunista/ produtor/ apresentador de portal, produtor/ apresentador de programas e Diretor de Redação/Editor de Revistas, falou sobre relançamento do "Physical Graffiti" do Led Zeppelin em seu novo texto da coluna "Na Mira do Regis", confira abaixo um trecho:

2191 acessosHard Rock: os melhores álbuns de 1970 até 20165000 acessosFrontman: quando o original não é a melhor opção

“Grafite físico”. O que significava o título de um surpreendente álbum duplo de uma de minhas bandas favoritas em 1975? Nunca havia entendido o motivo que levou o Led Zeppelin a batizar seu então novo disco desta forma. Até que, recentemente, quando finalmente tomei contato com todos os detalhes da minuciosa história da banda que sempre foi liderada pelo Jimmy Page, saquei o real sentido do termo.

O tal “grafite físico” nada mais era do que a própria música que a banda havia feito até então, só que carregada de todo o suor, dor, alegria, tristeza e até mesmo o sangue que cada um dos quatro integrantes teve que derramar e viver àquela altura. Uma situação que iria piorar muito nos anos seguintes com as consequentes tragédias que se abateram sobre o grupo, como o falecimento do filho de Robert Plant e a estúpida morte de John Bonham.

Foram castigos demasiadamente pesados para quem tratava todos ao seu redor com desdém e até mesmo violência – no caso de Bonham, que costumava espancar roadies e jornalistas com inaceitável frequência – ou tudo foi uma questão de “karma ruim”? Nunca conseguiremos chegar a uma resposta final.

Por outro lado, a música presente em Physical Graffiti deve sim ser celebrada, relembrada e ver reverenciada esta semana, quando o álbum completa seu 40º aniversário. Parece incrível que, depois de tanto tempo, suas canções ainda consigam transmitir sensações ambíguas ao mesmo tempo: espontaneidade e minuciosa produção, diversão e audácia criativa, aspereza e refinamento. Yin e yang, tudo ao mesmo tempo e agora.

O texto completo está no link a seguir:

https://br.noticias.yahoo.com/blogs/mira-regis/os-40-anos-do...

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Hard RockHard Rock
Os melhores álbuns de 1970 até 2016

2387 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok699 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1164 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Hard RockHard Rock
As 100 maiores bandas do estilo segundo a VH1

Guitar WorldGuitar World
Os melhores solos de guitarra de todos os tempos

Led ZeppelinLed Zeppelin
A origem do anjo símbolo da banda

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 26 de fevereiro de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"0 acessosTodas as matérias sobre "Regis Tadeu"

FrontmenFrontmen
Quando os originais não eram as melhores opções

SlipknotSlipknot
Demônio avistado em fogo durante show?

Iron Maiden em SPIron Maiden em SP
"Épico", diz a banda, em nota curta

5000 acessosUnplugged MTV: as dez melhores apresentações5000 acessosIron Maiden: duelo de guitarra de Steve Morse e Janick Gers5000 acessosLayne Staley do Alice in Chains encontrado morto5000 acessosRolling Stone: revista elege sete hinos para sete décadas de rock5000 acessosBruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidos5000 acessosNikki Sixx: detonando comentários "idiotas" de Gene Simmons

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online