Ozzy: Bob Daisley rebate acusações do madman em nova entrevista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: Joel Gausten Blog
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/08/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O ex-baixista da banda solo de OZZY OSBOURNE Bob Daisley rebateu as acusações do cantor inglês a respeito da ação que Daisley move por conta de direitos autorais não pagos. Para quem não sabe, Daisley foi a força-motriz criativa — junto ao baterista Lee Kerslake e o finado guitarrista Randy Rhoads — por trás dos álbuns 'Blizzard of Ozz' e 'Diary of a Madman', trabalhos de estreia de OZZY e que o colocaram de volta ao topo da música pesada após ter sido demitido do BLACK SABBATH.

5000 acessosOzzy Osbourne: setlist e vídeos de primeiro show com Zakk Wylde5000 acessosUncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

No dia 9 de agosto, Daisley publicou um anúncio à imprensa, por meio de seu advogado, em que apresentava seus argumentos para agora, três décadas depois, mover esta ação contra o vocalista. 'Robert 'Bob' Daisley, um dos compositores de canções de sucesso como 'Crazy Train', e ex-músico da banda de apoio de OZZY OSBOURNE, protocolou ontem uma ação contra Osbourne e a Blizzard Music Limited por conta de não pagamentos de direitos autorais no valor de US$ 2 milhões', explicou o comunicado.
Daisley alega ainda que uma investigação levada a cabo em 2014 mostrou que Osbourne e sua companhia deduziram diversas taxas que não foram reveladas na distribuição dos direitos autorais e que foram indevidamente retidas na fonte. 'Enquanto os Osbournes se beneficiaram inadvertidamente dos benefícios dessas canções compostas em conjunto com nosso cliente, as audições fiscais mostram que houve diminuição considerável nos pagamentos do Sr. Daisley', afirmam os advogados da Crowell & Moring, que representam o baixista.

Outro lado

Em resposta às acusações de Daisley, OZZY e sua equipe divulgaram um comunicado em que afirmam ter quitado todas as pendências com seu antigo baixista. E ainda insinuam que esta ação está sendo movida por conta da aposentadoria de Daisley.

'Entendemos que o senhor Daisley agora está aposentado e que esses direitos autorais são sua única fonte de renda e é seu direito ser zeloso com este dinheiro, mas após 36 anos tudo isso não passa de assédio. Esperávamos que após 36 anos, o senhor Daisley tivesse perdido sua obsessão doentia e seus ressentimentos contra o sucesso do senhor Osbourne. A Blizzard Music e o senhor Osbourne planejam defender-se de forma veemente contra essas acusações', disseram os representantes legais de OZZY.

Entrevista

Após protocolar junto à justiça estadunidense o pedido de reparos por estes pagamentos que não foram realizados devidamente, Daisley concedeu sua primeira entrevista a Joel Gausten, que mantém um blog homônimo. Confira os principais excertos deste bate-papo logo a seguir.

Joel Gausten — Sem muitas surpresas, os Osbournes divulgaram um comunicado à imprensa a respeito deste novo processo. Qual a sua resposta?
Bob Daisley — [Risos] O que eles disseram não foi muito preciso. Sim, recebi dinheiro pelos últimos 35 anos. Agora, com relação a eu ter recebido milhões, não, não são milhões. Eles também disseram que me aposentei e tentam fazer a situação toda se parecer com algo como 'ah, agora ele precisa de dinheiro porque não está fazendo nada da vida'. Não me importaria em fazer o que estou fazendo nem que estivesse ganhando 50 trilhões de dólares — se alguém está se aproveitando de mim, tentarei pará-lo. Decido não excursionar mais, só isso, mas ainda componho, toco e gravo, e na verdade estou atualmente trabalhando em um tributo a Gary Moore. Há pessoas maravilhosas neste projeto comigo, incluindo pessoas ligadas à família dele diretamente ou à banda. Só estou aguardando algumas performances serem concluídas e logo começaremos a mixar e lançar o álbum. Os Osbournes disseram ainda no comunicado que eu os estou 'assediando'. Não estou assediando ninguém. Tive que recorrer às medidas legais para receber o que eles me devem. E aguardarei a verdade surgir com este processo.

Joel Gausten — Eles também disseram que você tem 'uma obsessão doentia e pessoa' com relação ao sucesso de OZZY.
Bob Daisley — [Risos] Não, não tenho obsessão alguma. É demais que OZZY tenha conseguido sucesso com o material que compusemos, porque toda sua carreira foi construída em torno daqueles dois álbuns que o colocaram de volta ao mapa. E é em cima destes álbuns que OZZY e Sharon [Osbourne, esposa e empresária do vocalista] estão sentados. Desejo a OZZY todo o sucesso do mundo. Só tenho problema em não ser pago da maneira correta.

Joel Gausten — Parece que seria mais fácil para eles se você fosse devidamente pago.
Bob Daisley — [Risos] Seria muito mais fácil. Vejamos as coisas desta maneira: houve dinheiro e sucesso suficiente para que todos fossem pagos de forma correta e honesta. Você não precisa tirar dinheiro do bolso das pessoas, especialmente aquelas que ajudaram sua carreira. Não gosto disto. Preferiria muito mais não ir à corte. Mas quando estão se aproveitando de você, este é a única solução possível. Também me perguntaram porque levei tanto tempo para tomar esta decisão. E a resposta é bem simples: os Osbournes são ótimos em esconder o que estão fazendo, e apenas recentemente descobri que estavam fazendo a mim.

Confira a entrevista completa aqui.

Comente: Quem será que está falando a verdade?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de agosto de 2016

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Setlist e vídeos de primeiro show com Zakk Wylde

2353 acessosOzzy Osbourne: em vídeo 3D, as mudanças em sua aparência0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ozzy Osbourne"

Corpo fechadoCorpo fechado
Lista de rockstars indestrutíveis da Spin

Zakk WyldeZakk Wylde
Guitarrista fala sobre o pior ano da sua vida

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
As dez piores músicas do madman

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"

Uncut MagazineUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Fãs de RockFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

Porta dos FundosPorta dos Fundos
Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros

5000 acessosChris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morte5000 acessosFotos de Infância: Avril Lavigne5000 acessosMetallica: as extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio4067 acessosGene Simmons: "Tenho inveja de Deus. Eu quero tudo!"5000 acessosGuns N' Roses: como eles eram... e como estão hoje5000 acessosMustaine: Vivemos em uma geração que está pegando as musicas de graça na Internet

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online