Soulfly: Max se diz entusiasmado com novo disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mário Pescada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em uma entrevista para o programa "Rock Talk With Mitch Lafon", Max Cavalera falou sobre o sucessor de "Archangel" (2015), a turnê tocando NAILBOMB e como se sente em relação a forma como sua música atinge os fãs.

1047 acessosMax Cavalera: músico, mas acima de tudo, um grande fã de Metal5000 acessosFotos de Infância: Jon Bon Jovi

Max, que atualmente segue com a "Point Blank With Soulfly", onde o SOULFLY toca na íntegra o disco "Point Blank" (2014) do seu antigo projeto paralelo da época de SEPULTURA, o NAILBOMB, declarou: "Ano que vem será um grande ano para nós, porque é o aniversário do primeiro disco do SOULFLY lançado em 1998. E também porque nosso novo disco será lançado pela Nuclear Blast. Eles estão muito empolgados com o disco, verdadeiramente excitados pelo novo disco do SOULFLY".

"Eu vou começar a trabalhar com isso quando eu terminar a turnê do NAILBOMB", disse. "Mas eu meio que já sei o que quero fazer nesse disco, que é um retorno para um pouco dos sons tribais que explorei nos primórdios do SOULFLY, devo retornar para partes disso. Partes dele serão uma continuação do que fiz em "Archangel", que muita gente gostou de verdade, então vou continuar por esse caminho. Mas será mesmo um ano muito excitante, porque nós teremos um novo disco que no ano que comemora o vigésimo ano do nosso primeiro disco. Então tudo isso junto deverá ser muito legal. Será um ano de música nova e turnê, logo deverá ter muita diversão e deverei estar muito ocupado pelo ano todo".

Max ainda falou do orgulho pelo SOULFLY:"A coisa mais legal do SOULFLY é a tribo que criamos, por causa dos fãs, eu vejo isso em todo lugar. As tatuagens do SOULFLY, a quantidade que eu vejo de tatuagens é esmagadora - há muitas delas. E há muitos, muitos fãs do SOULFLY que gostam mesmo da banda, o que é ótimo. Eu realmente não esperava isso. Eu sempre pensei que estaria conectado ao SEPULTURA, conectado ao passado, mas esse não foi o caso. Eles amam o que fiz com o SEPULTURA, mas eles amam o SOULFLY - eles se sentem uma parte dessa tribo e têm orgulho disso. Muitas vezes durante a "Return To THe Roots Tour" (nota: onde ele e seu irmão Iggor tocaram na íntegra o disco "Roots" do SEPULTURA), muitas pessoas apareciam com camisas do SOULFLY apenas para apoiar a banda".

De acordo com Max, a mensagem do SOULFLY evoluiu pelos anos até onde chegou hoje: "Lidar com coisas tribais, políticas e espirituais e muitas outras coisas lidando com tragédias e afins. Então quando eu ouço que a minha música ajudou pessoas a atravessarem momentos difíceis, para mim, isso é a coisa mais legal que eu provavelmente fiz com minha música - de poder, de verdade, ajudar alguém durante um período difícil", ele disse. "E você não pode precificar isso. Eu acho que essa é a coisa mais legal que você pode fazer com a música - dar toda essa força para outra pessoa através da sua música. As vezes nós nem estamos lá - apenas fazemos os discos e lançamos, e não vemos o que acontece depois que o disco sai. Mas ele vai para dentro da vida das pessoas e se torna algo realmente grande nas suas vidas, eu acho isso a coisa mais legal e é algo que tenho muito orgulho".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Max CavaleraMax Cavalera
Músico, mas acima de tudo, um grande fã de Metal

420 acessosOverdose: relançando o disco "Conscience"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

GhostGhost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

SepulturaSepultura
"O vocalista deles não estava lá no começo, né?"

Max CavaleraMax Cavalera
Reunião? Só no apocalipse!

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"0 acessosTodas as matérias sobre "Nailbomb"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"


Fotos de InfânciaFotos de Infância
Jon Bon Jovi muito antes da fama

Guns N RosesGuns N' Roses
Assista agressão de Axl Rose a fotógrafo em Los Angeles

AerosmithAerosmith
Curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

5000 acessosMetal norueguês: as dez melhores bandas segundo o About.com5000 acessosMotorhead: perguntas dos fãs respondidas por Lemmy5000 acessosO trágico acidente que vitimou o Lynyrd Skynyrd4565 acessosFinlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do país5000 acessosAndré Sikora: A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil5000 acessosTony Martin: "O Black Sabbath não fala comigo há 15 anos"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 09 de novembro de 2017


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online