Creedence: John Fogerty confuso por Trump ter usado "Fortunate Son" em comício

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mauro Cestarolli
Enviar Correções  

JOHN FOGERTY, o ex-vocalista e compositor do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL, está se divertindo com DONALD TRUMP, que usou sua música "Fortunate Son" em um comício. A música é sobre pessoas ricas que evitaram o recrutamento militar abusando de seus privilégios.

Compartilhando a filmagem da chegada do presidente em Freeland, Michigan, o jornalista DAVE WEIGEL escreveu: "Fortunate Son tocando enquanto Trump desembarca, uma entrada para o hall da fama ‘ninguém ouviu as letras’".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O tweet de Weigel rapidamente se tornou viral, e na noite de 11 de setembro o ex-frontman do Creedence emitiu uma resposta em um vídeo no Facebook chamado "Meaning behind Fortunate Son".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Recentemente, o presidente tem usado minha música 'Fortunate Son' em seus comícios de campanha", comentou Fogerty, "o que eu acho confuso, para dizer o mínimo." E ele passou a explicar a mensagem pretendida para a música sobre como a guerra vem somente para os pobres."

"As primeiras linhas de 'Fortunate Son' são, 'Algumas pessoas nascem feitas para agitar a bandeira, ooh, seu vermelho, branco e azul,’" disse ele. "Mas quando a banda toca 'Hail to the Chief' (o hino oficial dos presidentes americanos), eles apontam o canhão para você."

publicidade

"Bem, isso é exatamente o que aconteceu recentemente em Lafayette Park. Quando o presidente decidiu dar um passeio pelo parque, ele limpou a área usando as tropas federais para que pudesse ficar na frente da igreja de St. John com uma Bíblia.", complementou Fogerty.

JAMES SANDERSON "Hail to the Chief (The Battle of the Billionaires at WrestleMania 23, Donal Trump entrance, 2007)"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Escrevi essa música em 1969, no auge da guerra do Vietnã", disse Fogerty em uma postagem nas redes sociais. "Na época em que escrevi a música, eu já havia sido convocado e servido no exército. Tenho apoiado ao longo da vida nossos rapazes e moças no exército. Fiquei muito chateado com pessoas privilegiadas, em outras palavras, pessoas ricas ou que tinham posição, e que poderiam usar isso para evitar o alistamento e não ir para o exército. Achei muito perturbador que tal coisa pudesse ocorrer. É por isso que escrevi 'Fortunate Son'. Essa foi a inspiração para a música. É uma música que eu poderia ter escrito agora. Acho confuso que o presidente Trump tenha optado por usar minha música em seu comício político quando parece que ele é o filho de sorte ".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL "Fortunate Son, (1968)"

JOHN FOGERTY E FILHOS "Fortunate Son, (2020)"

Trump foi originalmente considerado clinicamente apto para o serviço militar em julho de 1968, após o fim do último dos quatro adiamentos consecutivos de seu alistamento.

Mas apenas dois meses depois, ele recebeu uma licença médica por motivos não especificados. Que se tornou permanente cerca de 4 anos depois - com Trump alegando ter sido diagnosticado com esporas ósseas.

John Fogerty não é o único rock star que está se divertindo com a péssima escolha de um hino para campanha de Trump. ERIC BURDON também riu quando Trump usou sua música "House of the Rising Sun" em um comício.

Burdon disse sobre a canção "uma história de pecado e miséria ambientada em um bordel que combina com ele perfeitamente". Veja mais detalhes sobre esse episódio aqui.

FONTE: New Music Express (NME)
https://www.nme.com/news/music/donald-trump-mocked-for-absol...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Goo336 Goo336 Cli336 WhiFin Goo336 Goo336 Cli336 Goo336