Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"

imagemO hit do Blind Guardian inspirado em história que deixou banda de queixo caído

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Edu Falaschi: por que DVD do "Temple of Shadows" pode não sair no Brasil mesmo liberado

Por Igor Miranda
Postado em 19 de maio de 2021

Mesmo se for liberado no Brasil em um cenário onde questões de direitos autorais estariam resolvidas, o DVD/Blu-Ray ao vivo "Temple of Shadows in Concert", de Edu Falaschi, pode não ser lançado em formato físico no Brasil. A revelação é do próprio vocalista, em entrevista ao Whiplash.Net.

Edu Falaschi: em exclusiva, ele conta tudo sobre "Vera Cruz", seu 1º álbum solo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Temple of Shadows in Concert" (2020) traz Edu Falaschi e banda, junto de orquestra e convidados especiais, tocando músicas do "Temple of Shadows" (2004), seu segundo álbum com sua antiga banda, o Angra. O vocalista fez parte do grupo de power metal entre 2000 e 2012.

O DVD/Blu-Ray teve seu lançamento vetado no Brasil por questões ligadas a direitos autorais, que ainda estão sendo resolvidas e já foram explicadas em entrevistas tanto por Falaschi quanto por seu ex-colega de Angra, o guitarrista Rafael Bittencourt. Em outras partes do mundo, como no Japão, o produto chegou ao público.

Rafael Bittencourt: Ele nega veto a DVD de Edu Falaschi, explica caso e detona cantor

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Angra: Edu Falaschi explica erro que bloqueou direitos autorais de várias músicas

Edu Falaschi: DVD não foi liberado no Brasil porque "pessoas vão comparar", diz Aquiles

Perguntado pelo Whiplash.Net sobre uma atualização nesse processo, Falaschi destacou, inicialmente, que está buscando solução por intermédio de seu empresário, pois não cuida mais da parte burocrática de sua carreira, e que espera entendimento de ambas as partes. "Obviamente, queria lançar o DVD físico no Brasil, como saiu em outros lugares. O que me consola é que o mundo, para vídeo, é muito digital. Como o Blu-Ray está no digital, para o mundo ver, isso me conforta", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que pode impedir o lançamento físico de "Temple of Shadows in Concert" por aqui, mesmo após solucionar a questão de direitos autorais? Segundo o vocalista, a resposta está no custo para se produzir Blu-Ray no Brasil.

"É um custo absurdo, pois precisa mandar fazer no exterior. Não sei se vale a pena fazer mil cópias de um Blu-Ray no Brasil. Vamos supor que libere e está tudo certo: mesmo assim, não sei se vale a pena. Pelo que vi, 99% das pessoas iriam preferir o Blu-Ray, por causa da qualidade, em vez do DVD. O risco é alto, então, não sei se vamos querer fazer. Mas caso tenha uma liberação, vamos pensar, analisar os melhores formatos de lançamento", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seguida, ele completou: "A via é de mão dupla. Tem várias composições minhas e fonogramas meus que o Angra, caso queira lançar, também precisa de liberação minha. Se sai, todos ganham. Se não sai, todos perdem. Independentemente disso, torço muito por eles, pelo que fazem agora, e espero que tudo se resolva, mas quem mais perde é o fã. No fim, tudo o que importa é a música, que é eterna. Brigas, autorizações, leis, carimbos, advogados, etc, tudo que envolve esse universo acaba passando, se resolve. O que fica é a música. Por isso, foquei na música. Quando é sobre burocracia, pulo fora".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem arrependimentos

Apesar do impedimento burocrático para o lançamento físico de "Temple of Shadows in Concert" no Brasil, não há qualquer arrependimento em torno do projeto.

"Faço o que amo e esse exército que está comigo também crê nisso, então as coisas acontecem. Você faz sem pensar no financeiro. Não faço um trabalho pensando só nisso. É pela entrega. Já divulguei que o 'Temple of Shadows in Concert' custou R$ 500 mil. Tive zero lucro. Tudo que entrou, pagou o show. Quem seria o maluco de, em 2019, investir em um show de R$ 500 mil, no Brasil, com uma banda brasileira cantando heavy metal em inglês? É amor. Você coloca tanto carinho que as pessoas percebem que aquilo é real", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falaschi diz que, obviamente, não é nenhum "louco que atira dinheiro para o vento". "Quando faço, é para valer. Eu ganho de outras maneiras, fazendo outros shows, permitindo que minha carreira cresça. É legal pra c***lho ter dinheiro, mas é consequência, não objetivo. É como eu penso", declarou.

A entrevista completa com Edu Falaschi, focada em "Vera Cruz", seu novo álbum solo, pode ser lida no link a seguir.

Edu Falaschi: em exclusiva, ele conta tudo sobre "Vera Cruz", seu 1º álbum solo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Treta "Angra x Edu" seria impeditivo para show do "Temple of Shadows" nos EUA?

Edu Falaschi: "Rainha do Luar" ganha versão acústica; ouça e veja lyric video

A característica de Edu Falaschi que seu ex-parceiro Gustavo Di Pádua mais admira

Edu Falaschi: A opinião sobre o futuro do Angra em 2005

Edu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

Rafael Bittencourt se sentiu traído e cancelado após saída de Edu Falaschi

Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGN

Black Metal: cinco bandas do lado depressivo do satanismo


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.