Matérias Mais Lidas

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth

imagemBlind Guardian divulga capa, nomes e duração das faixas de seu novo álbum

Marcello Pompeu: ele conta por que não se posiciona politicamente, apesar de cobranças


A importância de Eddie Van Halen na vida de Dinho Ouro Preto

Por Gustavo Maiato
Em 14/02/22

O guitarrista Eddie Van Halen é considerado um dos maiores do mundo e fez história no comando das guitarras do Van Halen. Falecido em 2020, o compositor é tido como influência por diversas bandas que surgiram depois. Mas qual será a importância de Van Halen para a carreira e a vida de Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em vídeo publicado no seu canal no YouTube, Dinho Ouro Preto explica que conheceu o Van Halen durante um período em sua vida em que morava na Suíça e logo sua atenção foi fisgada por Eddie e pelo vocalista David Lee Roth.

"Houve um período em minha vida em que o Van Halen foi muito importante. A coisa mais remota que lembro sobre a banda foi quando eu estava morando em Genebra. Morei lá dos 13 aos 15 anos. Foi uma época de imersão absoluta em rock 'n' roll. Tinham várias bandas que eu ouvia. No começo dos anos 1980, quando descobri o punk rock, foi como uma lavagem cerebral. Algum mecanismo na minha cabeça falou: 'Não estou mais interessado no som de antes'. Joguei fora todos meus discos do Led Zeppelin, Queen, Thin Lizzy e Van Halen! Depois, comprei tudo de volta. Mas esses discos envelheceram muito bem. O Van Halen está nesse meio dos anos 1970. Uma vez, eu estava em casa e ligamos na TV lá em Genebra. Eu quase não via TV, mas nesse dia liguei. Tinha um programa de auditório e o Eddie Van Halen estava lá. Ele estava fazendo um playback. Na hora, minhas antenas ficaram ligadas! O que era isso? Principalmente pelo Eddie, já dava para ver que ali tinha algo. Também fiquei impressionado pelo David Lee Roth", explicou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro trecho, Dinho Ouro Preto disse que embora reconheça como Jimi Hendrix e Jimmy Page revolucionaram a guitarra, considera os solos de Eddie Van Halen algo único, que funciona como uma "explosão de vitalidade" nas músicas.

O primeiro disco do Van Halen entrou na minha vida como uma bomba atômica. O Eddie foi um divisor de águas. Existiam grandes guitarristas, mas quando ele apareceu, era ligado à música erudita. Tipo o Mozart ou Paganini. Era fora da curva. Não só o jeito como compunha, mas como pegava na guitarra. Agora com sua morte, muitas pessoas declararam abertamente seu amor e influência. É como se por meio de sua técnica, ele abrisse um novo paradigma na guitarra. Sou apaixonado por Hendrix e Page, mas quando o Eddie começa a solar, os solos ficam mais dinâmicos e alegres. É uma explosão de vitalidade. Todos se sentiam intimidados por ele! Todos queriam aprender os truques que ele fazia. Outra coisa que me chamou atenção foi que no começo da carreira, o Eddie pede para o Gene Simmons, do Kiss, para entrar para o Kiss. O Gene disse que não porque ele era muito bom, tinha que fazer a própria carreira", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Bon Jovi: "o Capital Inicial dos EUA", diz jornalista da ESPN



Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, músico e fã. O heavy metal entrou na sua vida há 10 anos e nunca mais saiu. Gosta de estudar o tema e compreender o metal como manifestação cultural.

Mais matérias de Gustavo Maiato.