Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 4)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Danilo F. Nascimento, Fonte: VH1 Classic, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Dando prosseguimento à edição anterior da série "Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero", chegamos na quarta parte. Confira:

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

70. LORD TRACY

Liderada pelo ex-Pantera Terry Glaze, o Lord Tracy trazia um Hair Metal vigoroso e visceral, com excelentes solos de guitarra e refrões matadores.

"Deaf Gods Of Babylon", disco de estréia lançado em 1989, trazia um punhado de boas canções, entre elas, o single "Out With The Boys", que atingiu a posição número 40 da Billboard.

69. LONDON

O London iniciou as suas atividades em 1978, sob a liderança de Nikki Sixx. Em seus primórdios, o grupo era fortemente influenciado pelas bandas Sweet, New York Dolls e Mott the Hoople.

Sixx permaneceu na banda até 1980, desde então, o London enveredou-se pelas mais variadas facetas do Hard Rock, incluindo o Hair Metal, entretanto, a banda nunca obteve sucesso comercial.

68. JUNKYARD

O Junkyard trazia uma mescla interessante entre Hair Metal e pitadas de Punk Rock. Formada em 1987, a banda conseguiu assinar um contrato com a Geffen Records, e lançar o seu álbum de estréia em 1989.

O álbum alcançou apenas a posição 105 da Billboard, o que não o tornava, de forma alguma, um álbum a ser depreciado. Muito pelo contrário, o álbum homônimo do grupo, é repleto de boas canções.

67. SAIGON KICK

Esses garotos da ensolarada Miami, conseguiram alguma notoriedade apenas no ano de 1991, com o lançamento homônimo da banda.

Embora não tenha emplacado nos Estados Unidos, o Saigon Kick conseguiu a proeza de tornar-se uma das bandas americanas mais populares no Japão, tudo graças ao single "Love Is On The Way".

66. WRATHCHILD

Sim, existiam bandas de Hair Metal na Inglaterra. Enquanto bandas como Iron Maiden, Saxon e Def Leppard enveredavam-se pela NWOBHM, o Wratchild resolveu fazer o caminho inverso e investir pesado no Hair Metal.

E quando digo pesado, estou sendo literal, era tanta maquiagem que nenhum membro do Poison botaria defeito. A banda foi a pioneira do Hair Metal britânico, porém, nunca conseguiu estabelecer-se como uma banda consistente dentro do cenário.

65. TNT

Esta excelente banda norueguesa foi formada em 1982, porém, só conseguiu ganhar certa notoriedade ao recrutar o estupendo vocalista norte-americano Tony Harnell.

Os álbuns "Tell No Tales" (1987) "Intuition" (1989), desfrutaram de considerável sucesso nos Estado Unidos, muito em função das notas altíssimas alcançadas por Harnell, na grande maioria das canções presentes nos discos.

Hoje, Harnell mantém-se a frente do TNT, porém, também é vocalista do Skid Row.

64. EASY ACTION

Os suecos do Easy Action, deixaram seu país natal pra tentar a sorte na terra do Tio Sam ainda no início dos anos 80.

O álbum de estréia do grupo, lançado em 1983, é divertidíssimo, porém, em 1986, a banda perdeu o rumo e lançou o fraquíssimo álbum "That Makes One", caracterizado por uma sonoridade insossa e insipida, mas que viria a cair nas graças das fãs, graças a um mega hit, a enfadonha canção "Talk of the town".

63. KEEL

Em 1984, o vocalista Ron Keel, abandonou o Steeler para formar a sua própria banda, a Keel. O álbum de estréia da banda naufragou e não despertou a atenção do público.

Entretanto, o potencial da banda era tão tangível que Gene Simmons, ofereceu-se para produzir os dois próximos álbuns do grupo. "The Right to Rock" e "The Final Frontier", foram lançados pela gravadora Vertigo em 1988 e 1986, respectivamente.

Os discos traziam petardos espetaculares, como a excelente "The Right to Rock", que fora exaustivamente executada pela MTV.

62. KING KOBRA

Ate hoje, nenhum amante do Hair Metal, entende como essa excelente banda, que soltou a pedrada "Ready to Strike" em 1985, pôde definhar de forma tão brutal nos discos seguintes.

Liderado pelo vocalista Mark Free, que depois viria a se tornar Marcie Free (sim, ele virou ela), o primeiro álbum do grupo trazia canções espetaculares, como o mega hit "Hunger", tocado a exaustão nas rádios da época.

61. NITRO

O Nitro é conhecido por possuir o vocalista que detém os registros mais agudos do Hair Metal.

Jim Gillette, marido de Lita Ford, detém marcas espetaculares, como na canção "Freight Train", onde sustenta uma nota aguda por 32 segundos. O vocalista pode alcançar impressionantes 6 oitavas.

Antes de integrar o Nitro, Gilette pagava os seus impostos fazendo demonstrações em bares, onde quebrava taças e copos com seus agudos viscerais.

Outra marca do Nitro: Nenhuma banda da cena, tinha cabelos tão altos. Haja spray de laquê.

O álbum Out Fucking Rageous, de 1989, conquistou fãs pelos Estados Unidos, mas não o suficiente para transformar a banda em sucesso comercial.


Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 1)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte 1)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 2)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte 2)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 3)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte 3)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 5)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 6)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 7)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte Final)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte Final)

Todas as matérias sobre "Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero"


Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara


Sobre Danilo F. Nascimento

Administrador por casualidade. Músico por instinto. Escritor por devaneio. Fascinado por música, literatura e cinema. Seu primeiro contato com o mundo do rock data de meados dos anos 90, uma época de transição entre o analógico e o digital, e, principalmente, uma época onde a MTV ainda era aprazível e relevante. Idolatra e cultua o legado instituído pela maior banda de todos os tempos, o Queen.

Mais matérias de Danilo F. Nascimento no Whiplash.Net.

Goo336x280