Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 3)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Danilo F. Nascimento, Fonte: VH1 Classic, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Heavy Metal dominou os anos 80, como não o fez em nenhuma outra década. Sub-gêneros como Hair Metal, NWOBHM e Thrash Metal, exploraram todas as facetas comerciais do gênero, de forma eficiente e rentável.

Separados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda LimaIron Maiden: ouça o baixo de Steve Harris isoladamente

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Entretanto, indubitavelmente, o Hair Metal saiu-se vitorioso desta disputa, pelo menos, em termos comerciais, no que concerne à venda de álbuns e lucratividade de turnês, principalmente, nos Estados Unidos.

Chegou a hora de conferirmos a terceira parte, das melhores bandas bandas do gênero mais pomposo de todos os tempos:

80. XYZ

Durante toda a década de 80, incontáveis bandas de todas as partes dos Estados Unidos e do mundo, iam até a Sunset Strip, para tentar a sorte no mercado fonográfico norte-americano. No caso específico do XYZ, o vocalista Terry Ilous e o baixista Patrick Fontaine, vieram de Lyon (França), almejando conseguir dias de glória na ensolarada Los Angeles.

Após noites insanas repletas de apresentações na lendária casa de shows Whisky a Go Go, o grupo atraiu a atenção de Don Dokken, que produziu o álbum de estréia da banda. O XYZ emplacou os hits "Inside Out" e "What Keeps Me Loving You" na MTV, e tornou-se uma das bandas mais amadas pelos adeptos do gênero.

79. SEA HAGS

O Sea Hags é uma das falhas de ignição mais deliciosas do Hair Metal. Diabolicamente decadentes e com um jeito debochado de interpretar as próprias canções, a banda insistia em enveredar-se pelo Hair Metal, enquanto sua terra natal - San Francisco - estava tomada por dezenas de grupos de thrash metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grupo caracterizava-se por fazer um sleaze rock escrachado e visceral, e recebeu certo prestígio no período pré-grunge. Prestígio esse, que despertou o interesse de Kirk Hammett e Mike Clink, responsáveis pela produção do primeiro e único disco da banda.

Infelizmente, o grupo se auto-destruiu durante uma turnê realizada no continente europeu. Mas a implosão causada pelo excesso de drogas e álcool, não apagará a curta e brilhante trajetória da banda.

78. KIK TRACEE

Diretamente de Los Angeles, os integrantes do Kik Tracee eram rebeldes sem causa, aprenderam muitas lições com Axl Rose e o seu Guns N' Roses. Certa vez, em entrevista ao Headbangers Ball da MTV, o vocalista Stephen Shareaux chegou a dizer que o Kik Tracee era o "próximo Guns N' Roses".

Infelizmente, ficou apenas na promessa. A banda conseguiu lançar o seu álbum de estréia apenas em 1991, ano em que o grunge surgiria para sepultar boa parte das bandas de Hair Metal da cena de Los Angeles.

77. HOLLYWOOD ROSE

Se esta excelente banda formada por Axl Rose e Izzy Stradlin teria tido sucesso similar ao do Guns N' Roses, nós nunca saberemos, mas o fato é que tratava-se de uma excelente banda, com um punhado de canções bacanas, que demonstravam todo o potencial do vocalista que tornaria-se uma das maiores personalidades do planeta, anos mais tarde, a frente do Guns N' Roses.

76. TORA TORA

O Tora Tora mostrou ao mundo que Memphis, terra de Elvis Presley, também havia se rendido ao Hair Metal. O grupo disputou várias batalhas musicais com outras bandas underground, e tornou-se uma sensação local.

A rádio "Memphis Rock 98", fora uma das maiores responsáveis por elevar a banda ao status de sensação nacional. "Surprise Attack", álbum de estréia lançado em 1989, atingiu a posição 47 da Billboard e o hit "Pnathom Rider", fora executado exaustivamente na MTV.

75. JETBOY

Depois do Motley Crue, a banda mais importante para a constituição do Hair Metal no cenário mundial mundial, fora o Hanoi Rocks, e isto é inegável. O grupo, que mesclava hard rock e punk rock, influenciou algumas dezenas de bandas daquela cena de Los Angeles.

Entre elas, o Jet Boy, banda formada pelo baixista Sami Yaffa, do próprio Hanoi Rocks. Os dois primeiros discos do Jet Boy são excelentes, merecendo uma audição mais minuciosa. "Feel the Shake" e "Damned Nation", foram lançados em 1988 e 1990 respectivamente.

74. BLACK 'N BLUE

"O Black 'N Blue é o novo Kiss". Essa era a manchete da revista Rolling Stone em junho de 1984. O grupo era liderado por Tommy Thayer, guitarrista talentoso que, anos mais tarde, viria a se tornar membro do Kiss.

Exageros a parte, o título da manchete queria dizer que o Black 'N Blue, trazia todo o barulho e glamour da banda capitaneada por Paul Stanley e Gene Simmons.

Gene Simmons escreveu uma crítica para a Rolling Stone, enaltecendo o álbum de estréia do Black 'N Blue. O "Deus do Trovão", tornou-se tão fã da banda, que candidatou-se para produzir os álbuns "Nasty Nasty" e "In Heat", lançados respectivamente em 1986 e 1988.

73. KILLER DWARFS

A postura do Killer Dwarfs era tão afiada quanto os riffs e licks de guitarra do grupo. A banda tinha verdadeiros "hinos de arena", habilmente concebidos e executados entusiasticamente com uma estarrecedora sagacidade auto-consciente.

Os canadenses chamaram tanto a atenção de público e crítica, que foram convidados para participar do filme "The Gate", grande sucesso cult no Canadá e nos Estados Unidos.

72. TUFF

O Tuff alcançou os louros das fama apenas em 1991, por meio do lançamento do álbum "What Goes Around Comes Around". A banda tornou-se mundialmente conhecida pelo mega hit "I Hate Kissing You Goodbye".

Após a queda do Hair Metal, o Tuff naufragou e viveu momento difíceis, voltando em meados da década de 90, com uma canção sarcástica, chamada "American Hair Band", que fazia alusão ao fim de grunge e a proeminente volta do Hair Metal, algo que nunca aconteceu.

71. LIZZY BORDEN

O nome da banda e do vocalista são uma adaptação homófona de Lizzie Borden, uma mulher norte-americana acusada e ilibada de vários assassinatos no século XIX.

O grupo gozou de algum prestígio ao aparecer na edição de 1983 da "Metal Massacre", compilação de canções realizada pela "Metal Blade".

O prestígio da banda aumentou quando Alice Cooper declarou-se fã, como resultado, o culto ao Lizzy Borden aumentou consideravelmente, fazendo com que o grupo integra-se o line-up do documentário "The Decline of Western Civilization Part II: The Metal Years".


Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 1)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte 1)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 2)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte 2)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 4)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 5)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 6)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 7)

Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte Final)Hair Metal
As 100 melhores bandas do gênero (Parte Final)

Todas as matérias sobre "Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "Hair Metal: As 100 melhores bandas do gênero"


Separados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda LimaSeparados no nascimento
Sebastian Bach e Fernanda Lima

Iron Maiden: ouça o baixo de Steve Harris isoladamenteIron Maiden
Ouça o baixo de Steve Harris isoladamente


Sobre Danilo F. Nascimento

Administrador por casualidade. Músico por instinto. Escritor por devaneio. Fascinado por música, literatura e cinema. Seu primeiro contato com o mundo do rock data de meados dos anos 90, uma época de transição entre o analógico e o digital, e, principalmente, uma época onde a MTV ainda era aprazível e relevante. Idolatra e cultua o legado instituído pela maior banda de todos os tempos, o Queen.

Mais matérias de Danilo F. Nascimento no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280