Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Airbourne 2022

Slayer: "O Reino Sangrento" relata história da banda

Resenha - O Reino Sangrento do Slayer

Por Rodrigo Noé de Souza
Em 17/10/13

O guitarrista Jeff Loomis (ex-Nevermore), ao escutar Disciple, tirou os fones de ouvido e comentou: "Isso é Slayer! Quem no mundo não gosta de Slayer?". Outro que rasga elogios é Moyses Kolesne (guitarrista do Krisiun), durante uma entrevista, que, dos Big 4, apenas o Slayer se manteve Thrash Metal. O guitarrista do Anthrax, Scott Ian, definiu o som do Slayer como "A trilha sonora do Inferno". Se você também é fã da banda, deve concordar com esses comentários, pois a história da maior banda de Thrash Metal virou livro, com o nome O Reino Sangrento do Slayer.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Para essa empreitada, o jornalista Joel McIver resolveu aprofundar na história da banda mais maldita do mundo. Conhecido por suas biografias do Black Sabbath, Metallica (To Live Is To Die: The Life And Death Of Metallica’s Cliff Burton é uma homenagem ao eterno baixista) e por ter colaborado em diversas revistas de música, como a Rolling Stone, Metal Hammer e Classic Rock, Joel contou toda a trajetória de Tom Araya, Kerry King, Jeff Hanneman e Dave Lombardo. Embora ele não tenha ido a fundo sobre como eles eram em suas infâncias, a história, pelo menos, conta como eles se encontraram.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Tom Araya se mudou do Chile, muito antes de sofrer um golpe que derrubou o então presidente Salvador Allende. Dave Lombardo e sua família saíram de Cuba, para que ele seguisse sua carreira como músico. Já Jeff Hanneman era um apaixonado por guerra, pois seu pai era combatente na 2ª Guerra. Kerry King ganhou do seu pai uma guitarra, e aprendeu a tocar Children Of The Sea, do Black Sabbath.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Desde já, juntaram suas forças e formaram a banda dos sonhos. Lombardo virou um furacão na bateria, enquanto King e Hanneman duelavam nos solos. Já Araya, que fazia curso de terapia respiratória, dominava nos vocais gritados e doentios. Estava formada o Slayer.

Durante sua trajetória, ocorreram os primeiros shows, a gravação para a coletânea Metal Massacre, o contrato da Metal Blade, a efetivação do seu nome na cena do Metal. Aliás, segundo o escritor, o lançamento de Show no Mercy foi por "culpa" do Metallica, que lançava Kill’Em All. Numa época em que a NWOBHM estava a todo vapor, a banda mais rápida na época era o Venom. E a competição sobre qual era a banda mais rápida era enorme, pois Metallica e Slayer "competiam" de verdade.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Enquanto a banda de James Hetfield e Lars Ulrich saíram de Los Angeles para San Francisco, rumo aos palcos gigantescos, os assassinos ficaram em LA para tocar o terror infernal. De lá para cá, a ascensão da banda cresceu muito, ao ponto do produtor Rick Rubin contratá-los para gravar, mais tarde, O Disco que definiria os rumos do Metal: Reign In Blood. Taí o nome do livro que estamos falando.

Durante o livro, Joel comentava todos os discos da banda, dando a sua opinião de cada música. Quem estiver lendo o livro, pode tirar as suas conclusões sobre os comentários do escritor. Outros fatos colocados são as polêmicas envolvendo Jeff Hanneman, acusado de nazismo, ao escrever Angel Of Death, que retrata as atrocidades de Josef Menguele. E já que falamos de polêmicas, não faltam brigas, desavenças e desentendimentos, confusões envolvendo o Slayer. Dave Mustaine (Megadeth), Robb Flynn (Machine Head), Sepultura, estão entre os desafetos de Kerry King.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Apesar dos últimos discos não terem a pegada brutal e mágica, o Slayer fez o que poucas bandas sabem fazer: manter a sua identidade e o respeito dos fãs. Há uma seção de fotos antigas dos integrantes, incluindo flyers de shows, discografia completa, prefácios de Tor Tauil (Zumbis do Espaço) e da banda Municipal Waste, no qual o vocalista Tony Foresta escreveu: "Slayer? Fuck Yeah!".

O Reino Sangrento do Slayer foi lançado em 2008, mas só veio ao Brasil no final de 2012. Desde que foi publicado, sofreu críticas por conta da tradução e por não explorar os primórdios. Segundo Joel, o motivo foi que a banda não respondeu às ligações do escritor, para conceder uma entrevista com todos os integrantes. Por isso que não focaram a turnê do Big 4, que reuniu Slayer, Metallica, Anthrax e Megadeth, além do anúncio da terceira saída de Dave Lombardo, por divergências financeiras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Então, a Edições Ideal resolver lançar uma segunda edição (ele relata que essa edição foi publicada no Reino Unido, em 2010), com uma nova tradução e uma homenagem ao Jeff Hanneman, que faleceu no dia 2 de maio deste ano. Nele, vários nomes do Metal brasileiro deram seus depoimentos, como o jornalista Ricardo Batalha (Roadie Crew), o baterista do Voodoopriest Edu Nicolini, vocalista do Ação direta Gepeto e o artista plástico Fábio A.

Com tudo isso, o legado da banda continua firme e forte. Não basta apenas dizer o nome, só grite SSSSSLAAAAAAAAYEEEEEEEEERRRRRR!!!!!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Equipe da Roadie Crew ranqueia Slayer em primeiro episódio de nova série




Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza.