John Lennon: A Vida - Philip Norman

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Gabriel Menezes, Fonte: Blog Cena
Enviar correções  |  Comentários  | 


Um homem com problemas emocionais, envolto em diversos dilemas freudianos, e que passou uma vida amargurada por tragédias do passado. Este é o JOHN LENNON que o autor Philip Norman descreve em seu sua biografia sobre o ex-beatle “John Lennon: A Vida”, lançada este ano.
355 acessosBeatles: a pior versão de "Don't Let Me Down" que você vai ouvir5000 acessosFabio Lione: conheça a namorada e a filhinha do vocalista

A história começa antes mesmo do nascimento de John. O autor faz um pequeno resumo sobre a trajetória da família Lennon, e como seus pais se conheceram. A partir daí, durante a infância do músico, seguem alguns eventos que já são bastante conhecidos pelos fãs, como a hora em que John tem que escolher entre ir pra Nova Zelândia com o pai ou ficar com a mãe na Inglaterra.

Um diferencial da obra é que Norman busca fazer justiça em relação ao pai do ex-beatle, Fred. Ao contrário da história de que ele simplesmente fugiu e abandonou John, o autor mostra que por inúmeras vezes Fred tentou se reaproximar. Por influência da família Lennon e por adversidades da vida, esta reaproximação acabou não acontecendo.

A partir do momento em que John conhece PAUL MCCARTNEY, a obra passa a contar a história dos Beatles - claro, através da visão de Lennon. A maior parte do enredo é a mesma que já foi vista na excelente antologia do grupo, lançada em vídeo e mais recentemente também como livro.

O primeiro casamento de John é certamente um dos pontos mais polêmicos da biografia. Norman descreve o ex-beatle como um péssimo marido, indiferente, que traiu sua esposa diversas vezes e até mesmo chegou a agredi-la. Quando conheceu Yoko e resolveu deixar Cynthia, Lennon ainda reverteu à situação, e acusou a esposa de traição, que segundo a história, não era verdadeira. A relação do ex-beatle com o seu primogênito, Julian, não é muito mostrada de forma diferente.

Outro diferencial da obra é em relação a Yoko Ono. Ao contrário do consenso de que ela foi a grande responsável pela separação dos Beatles, o autor mostra que Yoko nunca foi manipuladora. Pelo contrário, John que era um marido extremamente ciumento e que exigia que a esposa estivesse com ele a todos os momentos.

Apesar de ter mais de 800 páginas, a narrativa do Philip Norman faz de “John Lennon: A vida” um livro de leitura fácil. É um trabalho valioso, e que provavelmente irá enfurecer muitos fãs com questões absolutamente polêmicas levantadas pelo autor, como uma suposta atração sexual de John por sua mãe e mais tarde uma paixão enrustida pelo companheiro de banda, PAUL MCCARTNEY.

Um ponto em que o autor fica devendo é em não descrever a reação após a morte de John. Durante toda a obra ele conta fatos da vida de pessoas próximas ao músico, mesmo que estas estivessem longe, como, por exemplo, a Tia Mimi. Aposto que assim como eu, muita gente sentiu falta de ler como Mimi, a tia que cuidou de Lennon como um filho, reagiu a sua perda.

Entre altos e baixos, é uma obra que não pode deixar de ser lida por qualquer fã da banda.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

John LennonJohn Lennon
"Ele não foi um bom pai", diz filho

355 acessosBeatles: a pior versão de "Don't Let Me Down" que você vai ouvir499 acessosBeatles: ouça versão alternativa da música "Sgt. Pepper's"1969 acessosPaul McCartney: "Sgt. Peppers foi um risco e sabíamos disso."670 acessosBeatles: Sgt. Peppers vai ganhar versão mega especial de 50 anos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

John LennonJohn Lennon
Yoko Ono diz que ele tinha desejos bissexuais

BeatlesBeatles
E se a história fosse contada pelo Jornal Meia-Hora?

PilaresPilares
O início do Heavy Metal em 1969

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Livros0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"

Fabio LioneFabio Lione
Conheça a namorada e a filhinha do vocalista

QueenQueen
Algumas curiosidades sobre a banda

NirvanaNirvana
O bizarro gosto gráfico de Kurt Cobain

5000 acessosFreddie Mercury: um espírito livre, criativo, generoso, cheio de energia e talento5000 acessosHeavy Metal: os 10 maiores hinos de todos os tempos5000 acessosJon Bon Jovi: quando ele levou um fora de Bruna Lombardi5000 acessosEdu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos dele5000 acessosMarilyn Manson: sem maquiagem em série da HBO5000 acessosDr. Sin: "O motivo da banda parar nunca foi mercado, foi interno"

Sobre Gabriel Menezes

Gabriel Menezes é jornalista, natural de Volta Redonda, no Sul Fluminense. Atualmente, mora na cidade do Rio de Janeiro. Edita o Blog Cena (www.blogcena.com), onde escreve sobre rock e cultura pop. É um apaixonado por rock’n roll, em quase todas as suas vertentes. É baixista e membro da banda Dakocaga (www.myspace.com/dakocaga).

Mais informações sobre Gabriel Menezes

Mais matérias de Gabriel Menezes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online