Matérias Mais Lidas

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemDave Mustaine perde a compostura e xinga membro da equipe do Judas Priest

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemGuns N' Roses cancela show na Escócia por razões médicas

imagemGuitarrista original do Mercyful Fate solta os cachorros por ter ficado fora de reunião

imagem"Master Of Puppets" apareceu em comédia há 19 anos, muito antes de "Stranger Things"

imagemA banda de hard rock dos anos 1970 que é a queridinha de Xande de Pilares

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagem"Master Of Puppets" entra no top 30 global do Spotify depois de "Stranger Things"

imagemO que Lemmy Kilmister aprendeu trabalhando como roadie de Jimi Hendrix

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemDave Mustaine rasga elogios e fala sobre amizade com Ice-T, vocalista do Body Count

imagemMorre Patricia Kisser, esposa do guitarrista Andreas Kisser

imagemAngra: vídeos e setlist de show celebrando "Rebirth" em SP, com convidada especial

imagemAxl Rose teria sofrido ataque de ansiedade antes de show, diz jornal


Stamp

John Lennon: A Vida - Philip Norman

Por Gabriel Menezes
Fonte: Blog Cena
Em 17/10/09

Um homem com problemas emocionais, envolto em diversos dilemas freudianos, e que passou uma vida amargurada por tragédias do passado. Este é o JOHN LENNON que o autor Philip Norman descreve em seu sua biografia sobre o ex-beatle "John Lennon: A Vida", lançada este ano.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A história começa antes mesmo do nascimento de John. O autor faz um pequeno resumo sobre a trajetória da família Lennon, e como seus pais se conheceram. A partir daí, durante a infância do músico, seguem alguns eventos que já são bastante conhecidos pelos fãs, como a hora em que John tem que escolher entre ir pra Nova Zelândia com o pai ou ficar com a mãe na Inglaterra.

Um diferencial da obra é que Norman busca fazer justiça em relação ao pai do ex-beatle, Fred. Ao contrário da história de que ele simplesmente fugiu e abandonou John, o autor mostra que por inúmeras vezes Fred tentou se reaproximar. Por influência da família Lennon e por adversidades da vida, esta reaproximação acabou não acontecendo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A partir do momento em que John conhece PAUL MCCARTNEY, a obra passa a contar a história dos Beatles - claro, através da visão de Lennon. A maior parte do enredo é a mesma que já foi vista na excelente antologia do grupo, lançada em vídeo e mais recentemente também como livro.

O primeiro casamento de John é certamente um dos pontos mais polêmicos da biografia. Norman descreve o ex-beatle como um péssimo marido, indiferente, que traiu sua esposa diversas vezes e até mesmo chegou a agredi-la. Quando conheceu Yoko e resolveu deixar Cynthia, Lennon ainda reverteu à situação, e acusou a esposa de traição, que segundo a história, não era verdadeira. A relação do ex-beatle com o seu primogênito, Julian, não é muito mostrada de forma diferente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro diferencial da obra é em relação a Yoko Ono. Ao contrário do consenso de que ela foi a grande responsável pela separação dos Beatles, o autor mostra que Yoko nunca foi manipuladora. Pelo contrário, John que era um marido extremamente ciumento e que exigia que a esposa estivesse com ele a todos os momentos.

Apesar de ter mais de 800 páginas, a narrativa do Philip Norman faz de "John Lennon: A vida" um livro de leitura fácil. É um trabalho valioso, e que provavelmente irá enfurecer muitos fãs com questões absolutamente polêmicas levantadas pelo autor, como uma suposta atração sexual de John por sua mãe e mais tarde uma paixão enrustida pelo companheiro de banda, PAUL MCCARTNEY.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um ponto em que o autor fica devendo é em não descrever a reação após a morte de John. Durante toda a obra ele conta fatos da vida de pessoas próximas ao músico, mesmo que estas estivessem longe, como, por exemplo, a Tia Mimi. Aposto que assim como eu, muita gente sentiu falta de ler como Mimi, a tia que cuidou de Lennon como um filho, reagiu a sua perda.

Entre altos e baixos, é uma obra que não pode deixar de ser lida por qualquer fã da banda.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Heróis de quadrinhos e capas de discos: uma mistura curiosa


Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Gabriel Menezes

Gabriel Menezes é jornalista, natural de Volta Redonda, no Sul Fluminense. Atualmente, mora na cidade do Rio de Janeiro. Edita o Blog Cena (www.blogcena.com), onde escreve sobre rock e cultura pop. É um apaixonado por rock'n roll, em quase todas as suas vertentes. É baixista e membro da banda Dakocaga (www.myspace.com/dakocaga).

Mais informações sobre

Mais matérias de Gabriel Menezes.