Megadeth: "Mustaine é o capitão do navio", diz Broderick

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: stuff.co.nz, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Simon Sweetman, do Stuff.co.nz, conduziu uma entrevista com o guitarrista do MEGADETH, Chris Broderick. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Grandes covers: cinco versões para a excelente "Tornado Of Souls"Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos

O que acha de Dave Mustaine ser o líder do Megadeth:

Broderick: "É a banda de Dave. Ele faz as regras, eu não tenho problemas com isso, qualquer um que se comprometa com uma banda por um bom tempo merece fazer as regras, ele é o capitão do navio. Além disso, foi sempre a sua visão, o Megadeth é a banda dele".

Sobre sua entrada no Megadeth no final de 2007:

Broderick: "Isso foi incrível, surreal, posso te dizer que ser convidado a fazer parte de uma banda que eu cresci ouvindo, não apenas ouvindo, mas na verdade, adorando. Todo garoto sonha em tocar guitarra como os seus heróis, e foi isso que aconteceu comigo. Tocar as músicas que eu mais gostava foi maravilhoso, você sente o desejo de tocar essas músicas com todo o amor e atenção que você possa dar, respeitando o original, mas também colocando a sua marca".

Sobre o foco nos álbuns anteriores do Megadeth, que ajudou Mustaine a seguir em frente com a banda:

Broderick: "Houve algumas reconciliações do passado, e foi uma ótima maneira de entrar na banda, aprendendo e tocando todas essas músicas, e eu já conhecia muitas delas. Aprender um repertório inteiro é muito intenso. Tocamos em todo o mundo com shows do 'Rust In Peace' e depois fizemos o 'Big Four'. Agora iremos voltar a tocar o material novo, 'TH1RT3EN', e outros álbuns antigos do Megadeth. Eu ouvi boa parte dos álbuns da banda, nós focamos em um som que é baseado no passado. Eu acho que para Dave, especialmente, tem sido muito importante para o trabalho através de seu repertório. Em 'TH1RT3EN', acho que tem muita coisa do "Killing Is My Business", em partes e também "Peace Sells", "Countdown To Extinction", "Rust in Peace" e "Youthanasia". Está tudo lá dentro. Todo o legado continua no novo álbum. Essa é a esperança...".

Sobre o retorno do baixista Dave Ellefson:

Broderick: "Obviamente eu não estava na banda da primeira vez quando ele ainda estava, mas ele é uma parte importante do som clássico do Megadeth e faz parte da história, ele é uma parte fundamental do som da banda".

Se os fãs poderão ouvir alguma criação sua nos futuros álbuns do Megadeth:

Broderick: "Dave ainda é muito mandão, mas ele é receptivo às minhas ideias, faço sugestões, cito algumas idéias. Mas eu também recebo ordens. Isso é normal no trabalho. Se ele me disser para tocar algo de certa maneira, em vez daquilo que eu tenha feito, bem, então eu farei o que Dave decidir. E eu o respeito, eu já tenho a sorte de poder tocar em uma banda que eu amo. A banda que eu mais gostava quando eu era adolescente, quando eu estava crescendo e esperando para fazer da música mais do que apenas um hobby. Então, tudo ainda é uma surpresa para mim, estou nesta banda e contribuindo com meu jeito de tocar".

O novo álbum do Megadeth, "TH1RT3EN":

Broderick: "TH1RT3EN é um renascimento para o Megadeth, eu não posso dizer que é um regresso porque eu nunca fui embora. Mas estamos muito bem agora, com todo o respeito a todos os membros do passado. Nós fazemos heavy metal, e estou muito orgulhoso de ver o retorno do Thrash. Existem várias bandas da Bay Area que estão seguindo o que o Megadeth, METALLICA, SLAYER e ANTHRAX criaram na década de 1980. Tudo isso está de volta agora. Estou muito satisfeito com isso e é muito bom ver crianças em Los Angeles e São Francisco ouvindo música pesada. Certo tempo atrás, o metal era considerado um palavrão e eu nunca entendi isso".

Leia a entrevista completa (em inglês) no Stuff.co.nz:
http://www.stuff.co.nz/entertainment/blogs/blog-on-the-track...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Megadeth"


Grandes covers: cinco versões para a excelente "Tornado Of Souls"

Megadeth: David Ellefson fala sobre Risk, vinte anos depoisMegadeth
David Ellefson fala sobre Risk, vinte anos depois

Desencontro com Kiko Loureiro: as frustrações de um Guitar Hero (vídeo)Desencontro com Kiko Loureiro
As frustrações de um Guitar Hero (vídeo)

Megadeth: Mustaine está indo bem na batalha contra o câncer, afirma EllefsonMegadeth
Mustaine está indo bem na batalha contra o câncer, afirma Ellefson

Megadeth: cinco curiosidades sobre o clássico Rust In PeaceMegadeth
Cinco curiosidades sobre o clássico Rust In Peace

Megadeth: Mustaine talvez não esteja presente no Megacruise, afirma EllefsonMegadeth
Mustaine talvez não esteja presente no Megacruise, afirma Ellefson

Em 24/09/1990: Megadeth lançava Rust In Peace, o magnum opus da bandaEm 24/09/1990
Megadeth lançava Rust In Peace, o magnum opus da banda

Megadeth: Dave Mustaine está indo bem contra o câncer, diz EllefsonMegadeth
Dave Mustaine está "indo bem" contra o câncer, diz Ellefson

Em 23/09/1990: Megadeth lançava o single "Holy Wars... The Punishment Due"

Megadeth: um passeio de ida e volta pelo Hangar 18Megadeth
Um passeio de ida e volta pelo Hangar 18

Em 19/09/1986: Megadeth lançava Peace Sells... But Whos's Buying?

Judas Priest: K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concertoJudas Priest
K.K. Downing, Tim Owens e Les Binks tocarão músicas da banda em concerto

Megadeth: Ouça dez ótimas versões para músicas da bandaMegadeth
Ouça dez ótimas versões para músicas da banda

Megadeth: Médicos estão otimistas com o seu progresso, afirma Dave MustaineMegadeth
Médicos estão otimistas com o seu progresso, afirma Dave Mustaine

Megadeth: veja vídeo de Nick Menza tocando In My Darkest Hour em 2014Megadeth
Veja vídeo de Nick Menza tocando "In My Darkest Hour" em 2014

Mustaine: Eu tenho o direito de escolher com quem eu tocoMustaine
"Eu tenho o direito de escolher com quem eu toco"

Dave Mustaine x Metallica: entenda a complicada relaçãoDave Mustaine x Metallica
Entenda a complicada relação

Megadeth: banda nunca gravará um disco como o Lulu, diz MustaineMegadeth
Banda nunca gravará um disco como o "Lulu", diz Mustaine


Heavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os temposHeavy Metal
Os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos

Motorhead: a gafe nazista de Lemmy em NurembergMotorhead
A gafe nazista de Lemmy em Nuremberg

Primórdios: O Rock Brasileiro da década de 50Primórdios
O Rock Brasileiro da década de 50

Iron Maiden: Bruce Dickinson revela sua canção de merdaIron Maiden
Bruce Dickinson revela sua "canção de merda"

Guns N' Roses x Nirvana: o que ocorreu em 1992?Guns N' Roses x Nirvana
O que ocorreu em 1992?

Metal Extremo: os logos mais ilegíveis já criadosMetal Extremo
Os logos mais ilegíveis já criados

Guitarristas: Rolling Stone elege 100 maiores de todos os temposGuitarristas
Rolling Stone elege 100 maiores de todos os tempos


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adClioIL