Jaco Pastorius - um gênio atormentado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Corrêa e Raul Branco e Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Comentários  | 

Jaco Pastorius foi um daqueles seres "iluminados" que aparecem de 10 em 10 anos, ou mais, e mudam o rumo de todas as coisas relacionadas ao que fazem.

5000 acessosMötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda5000 acessosMetallica: garoto de 10 anos destrói com Enter Sandman em programa de TV

Desde 1987, 21 de setembro não é mais um dia com muitos motivos para sorrisos para os amantes da música. A tristeza pela ausência física e de novos trabalhos do homem, do gênio, que ensinou o mundo o que era e como se tocava um fretless, é grande demais. Porém, é suplantada pela presença de Jaco até hoje, em seus admiradores, seguidores, fãs, etc. No toque de cada baixista deste planeta, há um pouco de Jaco Pastorius, mesmo que esse próprio baixista nem saiba e perceba que está fazendo aquilo levado por influências 'Pastorianas'.

Jaco Pastorius representa para o baixo o mesmo que Hendrix para a guitarra. Inovou, mudou os rumos, revolucionou. Michael Manring, Billy Sheehan, Les Claypool, Tony Levin, entre outros mágicos do baixo, foram influenciados por Jaco e se referem a ele com respeito e admiração. Ou seja, se referem a ele da maneira como todos devem se referir, independente de gostar ou não do que ele fez com Pat Metheny, Weather Report, Joni Mitchell e outros.


Filho de Jack e Stephanie Pastorius, John Francis Pastorius III nasceu em 1 de dezembro de 1955 em Norristown, Pensilvânia, de onde se mudaria para Fort Lauderdale, Flórida, em 1959, onde inicia sua carreira tocando bateria em 1963 numa banda local, The Sonics, e adotando o instrumento que o celebraria somente em 1967, quando já fazia parte do Las Olas Brass, outra banda local.

Sua fama começou a galgar vôo em 1973, quando começou a lecionar, por meio período, na Universidade de Miami. No decorrer da década gravaria vários discos em conjunto com vários artistas, notabilizando-se principalmente pelo trabalho junto ao Weather Report. No início dos anos 80 grava "Word of Mouth", seu segundo e mais famoso álbum solo, com uma versão inacreditável de "Blackbird", dos Beatles.

Dentre outras coisas, Jaco foi quem começou a usar harmônicos utilizando seus dedos para criá-los fora do braço. Seus únicos instrumentos foram dois Fender Jazz Bass sunburst - dos quais arrancou o escudo - e amplificadores Acoustic.

Apesar de todo sucesso de crítica, mídia e público, Jaco, cuja personalidade sempre fora difícil, teve várias crises depressivas, acabando por se afundar no álcool e nas drogas. Em setembro de 1985, foi preso na Filadélfia por tentar invadir a casa de seu pai, e em julho de 1986 acabou por internar-se na ala de psquiatria do Hospital Bellevue, em Nova York, onde foi diagnosticado como maníaco depressivo. No início do ano seguinte, após saber da morte de dois amigos de infância, entrou em profunda depressão e interrompeu o tratamento que iniciara no ano anterior, passando a beber além da conta e passar as noites dormindo em parques públicos, tendo sido preso diversas vezes por promover brigas, desordens e até furtos.

Tudo isto culminaria nos incidentes que causaram sua morte, iniciados na noite de 11 de setembro quando, já irreconhecível, tentou subir no palco durante um show do Santana em Fort Lauderdale, tendo sido retirado pelos ajudantes de palco. Logo cedo tentou invadir um clube noturno, acabando por se envolver numa briga com os seguranças, que o espancaram tanto que deu entrada no Centro Médico Municipal Broward em estado de coma, tendo resistido até o dia 21, quando foi declarado morto às 22 horas.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 06 de julho de 2012

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Jaco Pastorius"

Robert TrujilloRobert Trujillo
"Jaco Pastorius foi o Jimi Hendrix do baixo"

Jaco PastoriusJaco Pastorius
Um daqueles seres iluminados que aparecem raramente

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Jaco Pastorius"

Mötley CrüeMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

MetallicaMetallica
Garoto de 10 anos destrói com Enter Sandman em programa de TV

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site publica matérias pagas ou protege quem anuncia?

5000 acessosSexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexual5000 acessosMetallica: Bob Rock revela segredos do "Black Album"5000 acessosThrash Metal: as 10 melhores baladas de bandas do gênero5000 acessosHair Metal: As 100 melhores bandas do gênero (Parte 1)4571 acessosLita Ford: fugindo de Jim Gillette, sem falar com Sharon5000 acessosDerek Riggs: no início Eddie não tinha nada a ver com Metal

Sobre Thiago Corrêa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Sobre Raul Branco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Raul Branco no Whiplash.Net.

Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online