Nevermore: Attila Vörös responde a perguntas dos fãs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Cleber Monteiro, Fonte: Comunidade Orkut - Nevermore Brasil
Enviar correções  |  Ver Acessos

Attila Vörös, novo guitarrista de apoio do NEVERMORE, concedeu uma entrevista com perguntas enviadas pelos membros da comunidade do Orkut Nevermore - Brasil. Confira abaixo.

Heavy Metal: "cristãos podem aprender muito com o gênero"Cults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Primeiro de tudo, gostaria que você falasse um pouco sobre si mesmo.

Attila Vörös: Sou um cara de 24 anos de idade, viciado em música e diversão. Tento sempre ser uma melhor pessoa e um melhor compositor. Como guitarrista, eu não me consideraria um 'shredder', estou mais ligado à parte emocional da música, com boas frases (vibratos,bends,etc.).Eu adoro assistir filmes (nada de TV), praticar esportes como futebol e natação e viajar o quanto for possível. Eu não gosto muito de música feliz, mesmo sendo um cara alegre e brincalhão.

Você esteve envolvido em algum projeto ou banda antes de se juntar ao NEVERMORE?

Attila Vörös: Sim, eu toquei em várias bandas húngaras como guitarrista de turnê e fiz vários solos como convidado também. Você pode conferir alguns e obter mais informações no MySpace (www.myspace.com/vorosattila). Eu também tive minha própria banda, um tributo ao Pantera chamado Remembering the Steel. Esse era meu trabalho principal antes de entrar no NEVERMORE.

Jeff Loomis disse que te conheceu através de seus vídeos no YouTube, você poderia nos dizer como foi esse processo?

Attila Vörös: Bem, há uma outra pessoa à qual eu devo muito por tudo isso ter acontecido. Ela é uma fotógrafa bastante conhecida e conceituada nos EUA e também trabalha como Webmaster para o Chris Broderick, ela é uma grande amiga de todos no Nevermore. Seu nome é Stephanie Cabral e quando eu enviei uma carta ao Chris, foi ela quem me respondeu. Ela mandou meus vídeos para o Warrel (Dane) e o Jeff e após algumas cartas, ela pediu o número do meu celular. Depois do um dia e meio mais longo de todos, meu celular tocou às 6 da manhã e eu imediatamente reconheci aquela voz profunda, era o Warrel Dane. Eu fiquei chocado e tremendo por coisa de uma hora após ter desligado o telefone. Após várias conversas,eu os conheci pessoalmente e fizemos uma jam e foi assim que eu entrei para a banda.

Como é estar no NEVERMORE? Você espera se tornar um membro efetivo?

Attila Vörös: Como eu sou um grande fã da banda, essa é provavelmente a experiência e a honra mais indescritível para um músico, sou muito sortudo de poder tocar com uma de minhas bandas favoritas. Dividir o palco com seus ídolos realmente não tem preço. Sobre se tornar um membro efetivo, eu diria que há coisas a serem feitas, mas as vibrações são incríveis e eles contam comigo no futuro, com certeza. Eu acho que é mais uma questão de tempo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ocupando o lugar por onde já passaram caras como Chris Broderick e Steve Smyth, você certamente tem uma grande lacuna para preencher, você sente alguma pressão em relação a isso?

Attila Vörös: Eu achei que esse seria um grande desafio, mas felizmente eu pude focar minha mente em um nível no qual eu não deveria me preocupar com essas coisas e apenas fazer meu trabalho o melhor que eu puder. E outra coisa boa é o fato de ter recebido uma boa resposta dos fãs, músicos, quase todo mundo até agora. Algumas pessoas dizem que meu estilo combina muito bem com o de Jeff, mas como ele tem uma grande influência no meu jeito de tocar, não é algo que me surpreenda. Nesse caso, uma das melhores coisas de se ouvir é quando algém diz que eu trago algo novo ao som do NEVERMORE.

Qual de seus predecessores é seu favorito?

Attila Vörös: Difícil essa. Eu adoro todos, mas se tivesse de escolher um,esse seria Tim Calvert. Ele tem um jeito único de tocar e compor que eu admiro muito. O mesmo para Pat O'Brien e Steve Smyth. Chris tinha a melhor técnica, então essa é realmente uma pergunta complicada...

Quais são suas influências além do já citado Jeff Loomis?

Attila Vörös: Eu posso tirar inspiração de qualquer lugar, amigos, música, experiências, etc., mas como músico (e pessoa) Dimebag Darrel é minha maior influência, sem dúvidas. Suas composições, bends, riffs/solos,tudo é além do perfeito...

Qual é seu album favorito do NEVERMORE?

Attila Vörös: Bem, eu diria o Dead Heart in A Dead World. Esse foi o primeiro album deles que ouvi e eu gostei imediatamente. Claro que eu amo todos os outros. Mal posso esperar pra tocar as músicas novas ao vivo,assim como as antigas.

Algo que você gostaria de acrescentar?

Attila Vörös: Obrigado pela entrevista e eu também gostaria de agradecer todos pelo apoio e as gentis cartas e comentários que eu recebo. Espero que isso possa influenciar muitas pessoas a seguir seus sonhos. Caras, apenas sejam uma boa pessoa, tenham a mente aberta ao mundo e ouçam todo tipo de música!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Nevermore"


Doro Pesch: Warrel Dane era muito, muito talentoso, diz cantoraDoro Pesch
Warrel Dane era "muito, muito talentoso", diz cantora

Warrel Dane: vocalista sofria com muitos problemas de saúdeWarrel Dane
Vocalista sofria com muitos problemas de saúde


Heavy Metal: cristãos podem aprender muito com o gêneroHeavy Metal
"cristãos podem aprender muito com o gênero"

Cults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendasCults
10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas


Sobre Cleber Monteiro

Nascido em 87,estudante de Publicidade e técnico em automação comercial. Nas horas vagas, toca guitarra nas bandas E.N.D. e Freak e vale dizer que sonha em seguir carreira profissional na música, assim como seus ídolos. É loucamente apaixonado pela namorada e ama seus amigos. Maiden-maníaco há mais de 10 anos (sim,desde molequinho), aprecia a boa música, independente do estilo ou vertente. Algumas bandas essenciais (além da já citada) - Faith No More, Nevermore, Cannibal Corpse, Kreator, Angra, Harem Scarem, Sepultura, Slayer. Ídolos supremos - Bruce Dickinson, Mike Patton, Dimebag Darrel e Warrel Dane.

Mais matérias de Cleber Monteiro no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280