Slash: Fergie, drogas, reunião, Axl Rose, Velvet Revolver

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O CourierMail.com.au recentemente entrevistou o lendário guitarrista Slash (VELVET REVOLVER, GUNS N' ROSES). Alguns trechos da conversa podem ser vistos a seguir:

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!

CourierMail.com.au: Seu novo álbum solo, “Slash”, tem a participação de Fergie como vocalista. Como isso é visto pelos seus fãs de rock?

Slash: "Certamente alguns ficaram duvidosos. Ela é incrível. Ela é uma cantora de rock que canta pop. Ela faz coisas incríveis. Quando os rumores de que Fergie iria participar do meu álbum surgiram, todo mundo pensou que eu iria tocar pop. Fergie estava por perto, ela é uma grande fã do Axl (Rose), ela veio e cantou. Eu não coloquei (a música) no álbum porque eu não queria que parecesse sério. Então eu a coloquei como bônus do álbum no Japão e, é claro, vazou. Mas na verdade é uma ótima versão".

CourierMail.com.au: O que você tem em comum com a Fergie?

Slash: "Parece que nós temos várias histórias de guerra do passado em comum. Digamos que ambos viemos de um passado bagunçado".

CourierMail.com.au: Você está limpo e sóbrio agora, mas todo mundo fala de seu inferno de drogas e bebidas – o qual você não aprofundou muito em sua autobiografia.

Slash: "Eu não queria focar em tudo aquilo no livro. Eu superei isso. O foco principal do livro foi tornar pública um pouco da realidade do GUNS N' ROSES e da reunião".

CourierMail.com.au: Você teve ofertas para transformar o livro em filme?

Slash: "Algumas pessoas me perguntaram se eu queria licenciá-lo para um filme. Na verdade, isso não me interessa muito. É apenas um livro que eu escrevi para tirar um peso do meu peito. Eu não consigo imaginar alguém me interpretando em um filme".

CourierMail.com.au: O livro fez com que as pessoas parassem de perguntar se você vai se reunir com Axl Rose no GUNS N' ROSES?

Slash: "Diminuiu sim, consideravelmente, quando eu lancei o livro. O livro fala abertamente. Você deve ser um idiota para não entender, mas ainda há pessoas repugnantes que insistem em perpetuar esse mito. Levando em conta todas as coisas, eu fico muito feliz que a banda tenha esse estigma, essa contínua mística ligada a ela. Eu tento não ficar muito agitado. Existe essa nova geração de fãs do GUNS N' ROSES que nunca viram a banda – seria até legal nos juntarmos para fazer alguns shows para eles, mas isso simplesmente não vai acontecer".

CourierMail.com.au: O que você achou do “Chinese Democracy”, o primeiro álbum do GUNS N' ROSES sem você?

Slash: "É incrível. É a gravação perfeita de Axl".

CourierMail.com.au: Isso é muito diplomático.

Slash: "Não. É verdade. Axl é brilhante. Eu o vejo de forma diferente do fã comum, eu o vejo mais sobre do que se trata e o que ele representa em nossa relação. Eu acho que é um álbum brilhante. É realmente o álbum que eu esperava que ele fizesse".

CourierMail.com.au: Então, qual é o status do VELVET REVOLVER? Dormente?

Slash: "Está apenas num estado de limbo até nós nos reunirmos e definirmos quem será o (novo) vocalista".

CourierMail.com.au: Qual é o seu clipe favorite do GUNS N' ROSES?

Slash: "O único que eu gosto é 'Paradise City', porque é ao vivo".

CourierMail.com.au: E sobre “November Rain”? Seu solo de guitarra na montanha é um grande momento nos clipes de rock.

Slash: "Eu não o assisto há anos. 'November Rain' ainda é um dos clipes mais caros já feitos. Eu odeio clipes. Assim como estar lá no topo - a epítome do tipo de coisa que não suporto".

Leia a entrevista completa (em inglês) no CourierMail.com.au.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1800 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2682 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
"Não sei se isto pode ser chamado de reunião", diz Gilby Clarke

SlashSlash
Guitarrista revela seus maiores medos

Guns N RosesGuns N' Roses
Confira a primeira aparição da banda na MTV

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Slash"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"0 acessosTodas as matérias sobre "Velvet Revolver"

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose responde sobre Chinese, Brian May, reunião, e mais

Beavis e ButtheadBeavis e Butthead
Como eles seriam se fossem reais?

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

5000 acessosCornos do Rock: a dor e o peso do chifre em três belas canções5000 acessosRodolfo: 100% arrependido das letras dos Raimundos5000 acessosMamonas Assassinas: músicos já sabiam que iam morrer?5000 acessosMorrendo com estilo: caixão em formato de guitarra5000 acessosLed Zeppelin: A controvérsia sobre as origens do nome da banda5000 acessosMudanças: 5 bandas que seguem sem membros da formação original

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online