Matérias Mais Lidas

imagemO rockstar por quem Max Cavalera era fanático, mas não conheceu por causa da bebida

imagemEdu Falaschi diz que não tem vergonha de suas falas que viraram meme no DVD do "Rebirth"

imagemFlea agradece brasileiro que teve receio de pedir foto ao encontrá-lo

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemSem efeitos ou playback: vídeo de bastidores mostra Glenn Hughes cantando muito

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemA banda brasileira que está "pronta para o mercado internacional", segundo Regis Tadeu

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemProdutora explica como "Master of Puppets" foi parar em "Stranger Things"

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemEm post no TikTok, Metallica pede para fãs antigos pararem de perseguir os fãs novatos


Airbourne 2022
Finlandia 2022

Joe Lynn Turner: "O Purple é uma espécie de Ian Gillan Band"

Por Vitor Bemvindo
Fonte: El Periódico de Catalunya
Em 01/06/09

Joe Lynn Turner parece uma metralhadora giratória! Recentemente, Turner acusou David Coverdale (ex-DEEP PURPLE e WHITESNAKE) de usar playbacks. Em nova entrevista, a Jordi Biancioto, do jornal espanhol "El Periódico de Catalunya", o vocalista volta a criticar membros do Deep Purple e defende o disco "Slaves & Masters".

Eis a íntegra da entrevista:

Joe Lynn Turner, ícone do hard rock, ex-RAINBOW e DEEP PURPLE toca hoje no Luz de Gas (NT: casa de espetáculo em Barcelona) com o BIG NOIZE: Carlos Cavazo (ex-QUIET RIOT), Phil Soussan (OZZY OSBOURNE) e Simon Wright (AC/DC e DIO).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

El Periódico: O BIG NOISE toca canções do Deep Purple, Rainbow, Ozzy Osbourne, AC/DC... É uma aula de história do hard rock?

Joe Lynn Turner: Sim, é o nosso passado. Todo o material é próprio. Como, por exemplo, "Shot in the Dark, o maior sucesso de Osbourne, que foi composto com Phil Soussan.

El Períodico: E você se atreve a cantar "Highway to Hell" do AC/DC. Não está distante do seu estilo?

Joe Lynn Turner: Canto-a a minha maneira, sem imitar. É engraçado: eu estava na casa de Brian Johnson no dia que ligaram a ele para dizer que haveria uma turnê com o AC/DC. Ele não queria fazer a turnê e me perguntou: "Você quer o posto?". Disse a ele que estava louco. Não precisava do dinheiro, ainda que 25 milhões de dólares nunca são demais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

El Periódico: Depois de 30 anos de carreira, é injusto ser lembrado sobretudo pelos três anos no Rainbow?

Joe Lynn Turner: Não é injustiça, é ignorância. Por exemplo, o disco que Yngwie Malmsteen fez comigo, "Odissey", é o mais importante da sua carreira.

El Periódico: Valeu a pena se unir ao Deep Purple somente para um disco e uma turnê?

Joe Lynn Turner: ["Slaves & Masters"] é um grande disco. Para Ritchie Blackmore, é o melhor disco depois do "Machine Head". Mas o fã-clube oficial reagiu muito mal. O presidente, Simon Robinson, é um cretino; acho que ele nunca ouviu o disco. É o último grande trabalho do Deep Purple. Agora o grupo é uma espécie de Ian Gillan Band.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

El Periódico: Ritchie Blackmore voltará ao Rock?

Joe Lynn Turner: Não, de nenhuma maneira.

El Periódico: Por isso você montou o grupo OVER THE RAINBOW, com o seu filho, Jürgen Richard Blackmore?

Joe Lynn Turner: Exato. Somos quatro ex-Rainbow e queríamos um Blackmore, alguém do seu sangue. Ele é diferente do pai: muito simpático! Ainda não tenho problemas com Ritchie, que sempre fala bem de mim. OVER THE RAINBOW e BIG NOISE são rock incendiário. Eu não sou um "metalhead"; eu gosto das melodias, mas grito como ninguém.

Eis o original da entrevista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Vitor Bemvindo

Historiador de formação, tem verdadeira adoração pelo Rock and Roll desde sua infância. Seu instinto de pesquisador fez com que "se especializasse" em bandas velhas, especificamente as das décadas de 1960 e 1970. Produz e apresenta o MOFODEU (www.mofodeu.com), o Programa que tira o MOFO do ROCK, juntamente com seu parceiro Luiz Felipe Freitas (a Enciclopédia do Rock). O Programa está no ar desde 2007, tocando só bandas sessentista e setentistas sempre com muita informação e bom humor.

Mais matérias de Vitor Bemvindo.