Bullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luiz Fernando Santini Di Sessa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em fevereiro de 2008 a revista Revolver entrevistou o frontman da banda BULLET FOR MY VALENTINE, Matt Tuck, que comentou a sensação de sair em turnê ao lado de grupos como METALLICA, IRON MAIDEN e GUNS N' ROSES.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosEddie: a foto que supostamente inspirou Derek Riggs

Revolver: Uma vantagem da turnê do “The Poison” foram as datas com bandas de Metal mais antigas, tradicionais. Isso animou vocês?

Tuck: "Sim, significou muito para nós. É algo que você nunca imagina quando entra numa banda sendo um adolescente e olha para essas pessoas como deuses. Só de saber que eles sabem quem somos já é fantástico. Ainda é difícil acreditar que fizemos algo do tipo. Eles nos conhecem pessoalmente e nos chamam pelos nossos nomes".

Revolver: Como isso mudou suas concepções sobre quem ou o que é um Rock Star?

Tuck: "Pudemos observar o que fazer e o que não fazer quando chegar a este nível. Quando estivemos em turnê com o GUNS N' ROSES, aquilo foi um grande exemplo de como não agir numa turnê. Com o IRON MAIDEN e o METALLICA foi o oposto. Eles nos fizeram sentir bem-vindos, e tudo o que queríamos eles se sentiam mais do que felizes de nos proporcionar. Foi legal ver que embora tenham se estabelecido como mitos, deuses, quando você está cara a cara com eles num quarto, são pessoas comuns, É inspirador ver que nossos heróis não eram uns imbecis".

Revolver: "Algo que une apresentações como as do METALLICA e GUNS N´ ROSES é que eles tocam para públicos incrivelmente variados. Não são apenas crianças que sabem tudo que se deve saber sobre a história do Metal. Esse tipo de coisa te atrai?

Tuck: "Isso seria legal, sim. Tivemos oportunidade de experimentar algo parecido, que foi tocar para pessoas que realmente não entendem as tendências do Metal moderno. A experiência com o MAIDEN, por exemplo. Lá estavam sujeitos de 40, 50 anos de idade com cabeleiras e jaquetas jeans! Foi muito louco ver como algumas pessoas estão fora de sintonia com o Rock moderno".

Revolver: O sucesso de “The Poison” o levou a se sentir mais confiante no estúdio desta vez?

Tuck: "O estúdio é sempre um local relaxante para nós. É onde nos sentimos mais criativos e onde brilhamos como escritores de música. Todas as pequenas coisas aparecem na estrada, mas é no estúdio que todos estes ingredientes criativos simplesmente surgem. Tivemos magnificência desta vez, assim como não chegamos a não saber o que fazer. Pudemos nos concentrar de fato, e se não estivéssemos felizes, começávamos de novo. Era aí que entrava o Colin (Richardson, produtor), porque confiamos muito nele".

Revolver: Foi tranquilo trabalhar com Colin novamente?

Tuck: "Totalmente. Ele capta o que estamos fazendo, o que queremos alcançar e a maneira que queremos que soe. Mesmo quando as coisas não estavam boas para minha voz e ficamos no estúdio por três semanas sem que uma palavra sequer tenha sido gravada no ProTools, não havia pessimismo. Ele nunca ficou frustrado. Ele simplesmente falava 'sem preocupações – faremos uma pausa por algumas semanas e voltaremos'. Ele manteve a união quando as coisas estavam ficando feias".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de fevereiro de 2015

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1707 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2622 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Adler se mata ou mata alguém se reunião rolar sem ele

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

Guns N RosesGuns N' Roses
"Paradise City" pelos caipiras finlandeses do Steve N Seagulls

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Bullet For my Valentine"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Iron MaidenIron Maiden
A foto que teria inspirado Derek Riggs na criação de Eddie?

Edu FalaschiEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

HumorHumor
Headbangers adoram o Deus Metal, que adora Hansi Kürsch!

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMetallica: NME elege as 10 melhores músicas do grupo5000 acessosFotos de Infância: Cradle Of Filth4960 acessosGuns N' Roses: reunião não aconteceu por dinheiro, diz guitarrista5000 acessosAndreas Kisser: Max e Igor hoje são "pessoas totalmente diferentes"5000 acessosJudas Priest: As 10 melhores músicas segundo o Loudwire

Sobre Luiz Fernando Santini Di Sessa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Luiz Fernando Santini Di Sessa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online