Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba


Stamp

Bullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê

Por Luiz Fernando Santini Di Sessa
Fonte: Blabbermouth
Em 01/02/08

Em fevereiro de 2008 a revista Revolver entrevistou o frontman da banda BULLET FOR MY VALENTINE, Matt Tuck, que comentou a sensação de sair em turnê ao lado de grupos como METALLICA, IRON MAIDEN e GUNS N' ROSES.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Revolver: Uma vantagem da turnê do "The Poison" foram as datas com bandas de Metal mais antigas, tradicionais. Isso animou vocês?

Tuck: "Sim, significou muito para nós. É algo que você nunca imagina quando entra numa banda sendo um adolescente e olha para essas pessoas como deuses. Só de saber que eles sabem quem somos já é fantástico. Ainda é difícil acreditar que fizemos algo do tipo. Eles nos conhecem pessoalmente e nos chamam pelos nossos nomes".

Revolver: Como isso mudou suas concepções sobre quem ou o que é um Rock Star?

Tuck: "Pudemos observar o que fazer e o que não fazer quando chegar a este nível. Quando estivemos em turnê com o GUNS N' ROSES, aquilo foi um grande exemplo de como não agir numa turnê. Com o IRON MAIDEN e o METALLICA foi o oposto. Eles nos fizeram sentir bem-vindos, e tudo o que queríamos eles se sentiam mais do que felizes de nos proporcionar. Foi legal ver que embora tenham se estabelecido como mitos, deuses, quando você está cara a cara com eles num quarto, são pessoas comuns, É inspirador ver que nossos heróis não eram uns imbecis".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Revolver: "Algo que une apresentações como as do METALLICA e GUNS N´ ROSES é que eles tocam para públicos incrivelmente variados. Não são apenas crianças que sabem tudo que se deve saber sobre a história do Metal. Esse tipo de coisa te atrai?

Tuck: "Isso seria legal, sim. Tivemos oportunidade de experimentar algo parecido, que foi tocar para pessoas que realmente não entendem as tendências do Metal moderno. A experiência com o MAIDEN, por exemplo. Lá estavam sujeitos de 40, 50 anos de idade com cabeleiras e jaquetas jeans! Foi muito louco ver como algumas pessoas estão fora de sintonia com o Rock moderno".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Revolver: O sucesso de "The Poison" o levou a se sentir mais confiante no estúdio desta vez?

Tuck: "O estúdio é sempre um local relaxante para nós. É onde nos sentimos mais criativos e onde brilhamos como escritores de música. Todas as pequenas coisas aparecem na estrada, mas é no estúdio que todos estes ingredientes criativos simplesmente surgem. Tivemos magnificência desta vez, assim como não chegamos a não saber o que fazer. Pudemos nos concentrar de fato, e se não estivéssemos felizes, começávamos de novo. Era aí que entrava o Colin (Richardson, produtor), porque confiamos muito nele".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Revolver: Foi tranquilo trabalhar com Colin novamente?

Tuck: "Totalmente. Ele capta o que estamos fazendo, o que queremos alcançar e a maneira que queremos que soe. Mesmo quando as coisas não estavam boas para minha voz e ficamos no estúdio por três semanas sem que uma palavra sequer tenha sido gravada no ProTools, não havia pessimismo. Ele nunca ficou frustrado. Ele simplesmente falava 'sem preocupações – faremos uma pausa por algumas semanas e voltaremos'. Ele manteve a união quando as coisas estavam ficando feias".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Bullet For My Valentine lança single e anuncia versão deluxe do álbum autointitulado

Bullet For My Valentine: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock History


Bateristas: os dez melhores em vídeo, com algumas surpresas

BFMV: "foi uma mudança de vida", afirma líder sobre primeiros álbuns

Bullet For My Valentine: a melhor música de cada álbum de estúdio



Sobre Luiz Fernando Santini Di Sessa

Colaborador sem descrição cadastrada.

Mais matérias de Luiz Fernando Santini Di Sessa.