RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Evanescence: Amy Lee comenta turnê e casamento

Por Emmanuella Conte
Fonte: Blabbermouth
Postado em 22 de outubro de 2007

A AOL recentemente conduziu uma entrevista com a vocalista do EVANESCENCE, Amy Lee, que falou sobre as turnês, mudanças de formação da banda e seu casamento.

AOL Music: O EVANESCENCE esteve na estrada por um ano, e agora está encabeçando uma turnê de outono. É um programa bem rigoroso. Você está cansada?

Amy Lee: "Bem, eu fiz isso melhor, dessa vez. Quando nós fizemos a turnê de 'Fallen' eu estava absolutamente exausta. Nós não levamos a sério nenhum tempo livre entre uma turnê e outra. Fazer turnê por um ano significa um punhado de turnês com poucos dias ou poucas semanas livres no meio. Nós fizemos a mesma coisa dessa vez, mas ao invés de pegarmos um dia livre antes de ir à próxima turnê, nós pegamos duas semanas aqui e ali. Eu, na verdade, acabei de ter três semanas livres, então me sinto bem preparada para ir. E eu tive tempo suficiente para pensar no setlist e em todas as coisas legais que eu quero fazer mas nós não fazemos há muito tempo. Eu realmente quero fazer desta a melhor turnê porque eu sei que é a última, e eu quero que ela seja estrondosa".

Evanescence - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

AOL Music: A banda passou por outra rodada de mudanças na formação, com a saída do guitarrista John LeCompt e do baterista Rocky Gray, e a adição do guitarrista Troy McLawhorn e do baterista Will Hunt. Como, não só essa mudança, mas todas as outras alterações na formação do EVANESCENCE, te afetaram?

Amy Lee: "As pessoas, quando falam sobre [as alterações na formação], fazem isso parecer que aconteceu há, eu não sei, poucos meses, ou um ano, ou qualquer coisa assim. Na verdade, isso vem acontecendo há cinco anos. Mas tudo está muito bem agora. Nós mudamos alguns integrantes este ano, e é claro que isso me afeta. É uma grande aposta; não é algo que você sempre queira fazer. Seria muito mais fácil se nós todos pudéssemos continuar juntos, e tudo funcionaria perfeitamente e ninguém cresceria e todos continuariam a mesma pessoa para sempre. Mas não é assim que funciona. É por isso que você passa por vários relacionamentos ao longo da vida. Estamos todos felizes e trabalhando bem agora com Will e Troy. Eles adoram tocar conosco e eu absolutamente amo tocar com eles. É definitivamente uma coisa boa".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

AOL Music: Você já começou a escrever algum novo material para o álbum que procederá o "The Open Door"?

Amy Lee: "Há sempre algum tipo de material na minha cabeça ou surgindo. Eu escrevi algumas coisas mas ainda não sei onde colocá-las. Eu não quero fazer um plano, não quero me dar uma data ou preocupação sobre nada. Eu só quero escrever música e então imaginar o que fazer. Eu realmente quero me expandir e continuar em frente. Eu estou escrevendo mas ainda não sei o que fazer com isso".

AOL Music: O que o seu marido trouxe para a sua vida que você talvez não tivesse antes ou não poderia ter sozinha?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Amy Lee: "Isso poderia tomar muito tempo, mas vou te dar apenas uma resposta curta. Ele é na verdade um conselheiro; como um psicólogo. É bem legal, porque é um campo no qual estou sempre dentro. Eu definitivamente aprendi muito com ele ao lado de outras coisas, como o que ele tem a me oferecer à saúde mental, como raciocinar, não raciocinar, analisar o que está acontecendo ao meu redor e por que as pessoas agem do jeito que agem. Eu acho que o mais interessante é que as pessoas te machucam. Quando as pessoas estão sendo más ou cruéis, e você pensa: 'Por que você faria isso?', estão apenas projetando sua própria dor de um jeito diferente. Fica fácil transformar a raiva ou o ódio em qualquer coisa entre pena e amor às outras pessoas... Se fizer algum sentido. Não sei se parece que estou falando do meu marido agora, mas ele é realmente uma pessoa legal e que tem muito a oferecer".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

AOL Music: Eu compreendo que o novo single da banda, "Good Enough", foi escrito sobre o seu marido. Isso foi antes de vocês ficarem juntos?

Amy Lee: "Bem, nós nos conhecemos quando eu tinha uns 18 anos, mas nós não tínhamos muito contato, e ele sempre se esforçava para conseguir o meu número ou de algum amigo meu ou quem quer que fosse. Quando eu o encontrei pela primeira vez, eu tive uma grande queda por ele, mas eu estava em outro relacionamento, então não me foquei nisso e tentei não dar importância. Mas é engraçado porque é como a natureza: era pra ser. Anos depois, eu saí de um relacionamento complicado com uma separação difícil e não estava pronta para outro relacionamento. Ele me ligou, tipo, uma semana ou um mês depois e disse: 'Ei, nós podíamos sair; estou na cidade'. Nós morávamos no lado oposto do país. Então eu o encontrei nessa festa, sabendo que era perigoso, então escrevi a música duas semanas depois. Esperei que ficasse pronta e então toquei para ele. Eu sabia que ficaria realmente nervosa; mais nervosa do que tocando na frente de uma platéia inteira. Ele adorou".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Leia a entrevista completa (em inglês) neste link.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Emmanuella Conte

Emmanuella Conte é paranaense residente em Goiás; está graduando em Biologia e trabalha na área ambiental. Nas horas vagas, dedica-se ao curso de Alemão, vai às apresentações das bandas locais ou fica pela internet procurando por notícias e fotos de suas bandas favoritas. Entre os estilos que mais gosta estão o Classic Rock, Hard Rock/AOR, Heavy/Thrash/Power/Speed/Symphonic Metal, Industrial, Metalcore e o Punk, sendo grande simpatizante do movimento setentista. Aspirante a beatlemaníaca por culpa do pai, indentifica-se com a cultura trash em geral, desde filmes de terror-B ao Horror Rock, por culpa da mãe. Pelo resto, ela se responsabiliza.
Mais matérias de Emmanuella Conte.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS