Testament: Chuck Billy fala sobre novo CD

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: Metal-Rules.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Luxi Lahtinen e Niko Karppinen, do site Metal-Rules.com, levaram a cabo uma entrevista com o vocalista do TESTAMENT, Chuck Billy. O cantor falou sobre o novo trabalho do grupo — cujo lançamento deve rolar em meados de 2008 —, o novo contrato com a gravadora, entre diversos assuntos.

397 acessosFrontiers Music: Projeto com Caffery, Owens, Di Giorgio e Zonder5000 acessosSpin Magazine: as maiores baixarias da história do rock

Metal-Rules.com — Vocês tocaram uma faixa inédita do TESTAMENT, intitulada “The Afterlife”, durante o festival Earthshaker, no dia 20 de julho, na Alemanha. Você acredita que “The Afterlife” representa o que podemos esperar musicalmente do novo álbum?

Chuck Billy — "Não, provavelmente ela é a mais melódica e comercial das faixas lá contidas. As outras são bem mais pesadas, mais intensas. Essa foi apenas escolhida rapidamente, sabíamos que queríamos tocar uma música inédita, mas não queríamos entregar muita coisa, mas apenas algo mais ou menos na veia do que estamos tocando. Acho que é uma faixa pegajosa, uma canção melódica. Mas não acho que represente o novo álbum, não".

Metal-Rules.com — Até onde sei, vocês compuseram oito faixas inéditas para o próximo álbum. Quantas mais vocês escreverão antes de entrar em estúdio?

Billy — "Eu quero pelo menos uma hora de música antes de entrar em estúdio, e no momento temos uns 40 minutos. Então, acho que vamos escrever mais umas cinco ou seis. Essa será nossa última viagem do ano, depois iremos para casa e não faremos mais nada a não ser trabalhar nesse novo álbum e planejar como gravá-lo".

Metal-Rules.com — Já decidiram que estúdio vão utilizar para as gravações?

Billy — "A bateria provavelmente será gravada aqui, na Inglaterra, já os vocais, baixo e talvez as guitarras sejam gravadas na Bay Area. Na verdade, estamos mudando para o nosso velho estúdio, onde foram gravados 'Demonic', 'The Gathering' e 'First Strike Still Deadly'. Faremos o baixo e os vocais lá, mas ainda não tenho certeza onde gravaremos as guitarras, vamos esperar para ver como as coisas vão rolar".

Metal-Rules.com — Andy Sneap será o produtor?

Billy — "Sim, assinamos com o Andy ontem e já vamos começar gravando a bateria".

Metal-Rules.com — O TESTAMENT assinou um contrato mundial com Nuclear Blast neste verão. Antes deles vocês tinham assinado com a Spitfire...

Billy — "Você quer dizer Shitfire!" [Nota do editor: trocadilho com shit = merda]

Metal-Rules.com — O que houve de errado com eles?

Billy — "Eles nunca deram suporte à banda. Estivemos com ele por nove ou dez anos, e sequer uma única vez um representante da banda esteve em um concerto nosso. Chegamos a gravar um DVD em Londres, que é onde eles estão, e nenhum deles apareceu. Isso é realmente estranho, não? Era uma situação estranha com eles. Estávamos sob contrato com eles, mas queríamos sair. Eles foram vendidos para Sheridan Square, disseram que não assinariam com mais nenhuma banda, que só fariam música gospel e que não nos encaixávamos em seus planos. Perguntaram-nos o que queríamos e dissemos que queríamos sair. A Nuclear Blast simplesmente apareceu com a proposta correta e o contrato certo. Eles são provavelmente a melhor gravadora de metal para nós. Tivemos problemas com gravadoras que nos roubaram. 'The Gathering' foi provavelmente nosso melhor trabalho, colocamos nossas almas e corações nele e ninguém sequer se importou com isso. Foi uma vergonha, mas agora acredito que a Nuclear Blast fará um grande trabalho".

Metal-Rules.com — Vocês agora contam com Nicholas Barker na formação do TESTAMENT (ex-CRADLE OF FILTH e DIMMU BORGIR). Como ele acabou se firmando na banda?

Billy — "Chamamos Nick na Inglaterra e o convidamos para tocar 'Over The Wall' conosco. Encontrei com Nick há uns 15 anos, quando ele ainda estava no CRADLE OF FILTH, e ele me disse naquela ocasião, ‘sou um grade fãs do TESTAMENT, se um dia precisarem de um baterista, avisem-me’. Então, nos o vimos em sua cidade-natal, tocou conosco e simplesmente quebrou tudo. Pensamos: ‘esse é o cara que vai gravar conosco’. Ele está na Califórnia desde fevereiro trabalhando no novo álbum. Ele chegou pra ficar".

Metal-Rules.com — Você acredita que Barker trará alguma de suas batidas Black Metal para o vindouro material inédito de vocês?

Billy — "Sim, eu acho. É como se fosse um desafio, estivemos fazendo algo diferente em cada um de nossos álbuns. Essa será uma nova era para o TESTAMENT. Temos grandes músicos de volta à banda, e acho que ele trará mais brilho à bateria".

Para ler a entrevista na integra, clique aqui.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
7 guitarristas que quase entraram para a banda dele

397 acessosFrontiers Music: Projeto com Caffery, Owens, Di Giorgio e Zonder0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Testament"

Thrash MetalThrash Metal
Álbuns injustiçados nos anos noventa.

SepulturaSepultura
As audições de Chuck Billy foram interessantes

Slayer e TestamentSlayer e Testament
Toda a fofura do mundo com lindos cachorrinhos

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Testament"

SpinSpin
Revista elege as maiores baixarias da história do rock

Alfabeto do RockAlfabeto do Rock
As 15 melhores músicas de Metal

Time MagazineTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

5000 acessosNo alto do castelo há uma linda princesa...5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles5000 acessosGuitarristas: 15 músicos que provavelmente você não conhece5000 acessosVan Halen: o típico vocabulário da era David Lee Roth3950 acessosSweet Child O' Mine: incrível cover com 2 violões ao mesmo tempo5000 acessosLemmy: "Se eu vendesse como o AC/DC lançaria dois álbuns por ano"

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online